Pesquisar
Close this search box.
/
/
Coleta domiciliar de exames é investir na experiência do consumidor

Coleta domiciliar de exames é investir na experiência do consumidor

Laboratórios investem em serviço em casa para clientes, reunindo comodidade e conveniência, demanda pelo serviço só cresce desde a pandemia

A chegada da pandemia transformou a forma que os serviços são oferecidos ao público. A necessidade de cuidar da saúde ficou ainda maior, e foi preciso encontrar soluções que atendessem ao público de forma confortável e reduzindo os riscos de contaminação pela Covid-19. Algo que antes era um privilégio apenas dos planos de saúde mais caros ou daqueles que estavam dispostos a pagar a mais, virou um procedimento comum nos laboratórios: a coleta domiciliar de exames.

A disponibilidade de atendimento em casa na área da saúde é um avanço significativo que impacta positivamente a vida das pessoas em muitos aspectos. Esta abordagem inovadora simplifica o acesso aos cuidados médicos e traz consigo uma série de benefícios.

Leia mais: Estado de São Paulo conta com programa de combate ao superendividamento

Vantagens da coleta domiciliar

Para pacientes que têm locomoção reduzida, são idosos, recém-nascidos, e até mesmo os que não se sentem à vontade com o processo de coleta de exames, como sangue, urina e fezes, a opção de poder realizar esse procedimento em casa enriquece a experiência do consumidor ao oferecer conveniência e conforto.

Para Diego Cruvinel Maciel, gestor regional da Sabin Diagnóstico e Saúde em Ribeirão Preto, a maior vantagem do atendimento domiciliar é a comodidade. “O cliente pode ser atendido em casa, no trabalho ou no endereço que indicar, inclusive aos sábados”, explica. O atendimento domiciliar é ágil, e o agendamento é feito digitalmente pelo consumidor, explica Diego.

Marina Hutter, diretora de Medicina Ambulatorial do Einstein, acrescenta que muitos pacientes também acham a privacidade um diferencial. “O principal benefício é a conveniência e privacidade para realizar seus exames no local e horário que desejar, sem impactar na sua rotina, otimizando seu tempo”, avalia.

Dessa forma o consumidor não precisa tirar um dia de folga, sair mais cedo do trabalho ou chegar mais tarde – ele pode realizar o exame durante o serviço ou encontrar um horário que não prejudique seus compromissos diários, principalmente pela espera de abertura de ficha, ordem de chamada, e outras questões burocráticas.

Assine nossa newsletter! Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente


Impactos da coleta domiciliar para os laboratórios

Do ponto de vista comercial, a coleta domiciliar pode até gerar mais gastos para empresa na logística e no treinamento diferenciado do atendimento. Porém, é um serviço que trabalha com a prospecção de cada vez mais clientes para os laboratórios. “Calculamos o deslocamento e tempo de atendimento de cada paciente. Essa parte é fundamental para garantir a comodidade do cliente, sem usar seu tempo para a parte burocrática que organiza a execução do serviço”, explica Diego Cruvinel

Isso traz a humanização do atendimento ao cliente, que se sente acolhido e faz questão de tornar aquilo uma prática recorrente. “Investimos sempre no treinamento dos coletores para atender o cliente com excelência no ambiente que ele escolher, e também na segurança do procedimento com a paramentação correta do profissional e recipientes adequados para o transporte seguro das amostras”, acrescenta. No caso do Einstein, esse tipo de “delivery” de serviço é muito usado em locais que não contam com unidades físicas do laboratório. “Essa oferta impacta em maior capilaridade do atendimento Einstein”, completa Marina Hutter

Leia mais: Notas Fiscais podem ser aliadas na fidelização e combatem sonegação

Como funciona a coleta domiciliar

Por se tratar de um serviço diferenciado, é necessário marcar esses exames e confirmar se o laboratório de sua preferência realiza a coleta domiciliar. “O paciente faz seu agendamento por meio dos canais institucionais (telefone, aplicativo ou WhatsApp) e recebe a confirmação por e-mail junto com os preparativos e cobertura antecipada dos exames”, detalha Mariana Hutter. “No dia e horário agendado, um colaborador Einstein comparece em sua residência ou outro local escolhido para realizar a coleta dos exames. Após a coleta, o colaborador realiza as orientações pós-procedimento, acondiciona as amostras para transporte e finaliza o atendimento”, completa. 

“Um cuidado necessário na coleta domiciliar é com a identificação e transporte, para garantir a qualidade das amostras. São cuidados que já temos nas coletas feitas no laboratório e que na coleta domiciliar são reproduzidos com a mesma excelência e qualidade”, acrescenta o responsável pelo Sabin Diagnóstico em uma das mais importantes cidades do interior de São Paulo. 

Conheça o Mundo do CX

Quem usa não troca

Quem escolhe esse tipo de atendimento, não abandona, afirma Diego Cruvinel. “Observamos que quem faz uso do serviço, busca outras vezes e indica. Temos casos de pais que começaram solicitando esse tipo de coleta para os filhos pequenos e hoje toda a família já utiliza”. Esta é uma medida que evidencia a importância de investir em processos que tragam conforto aos consumidores: a fidelização dos clientes e a indicação dos serviços é quase certa.

Marina Hutter confirma que, no Einstein, essa premissa é totalmente verídica. “A pandemia permitiu a visibilidade dos serviços de atendimento domiciliar como modelo estratégico e seguro para a continuidade de cuidados em saúde”, conta. “No ‘Einstein Até Você’ observamos, nos últimos anos, que os pacientes que conheceram o serviço se fidelizaram e indicaram para familiares e amigos, sobretudo por terem experienciado um atendimento personalizado com qualidade e pontualidade”, finaliza a profissional. 

A coleta domiciliar de exames contribui para a economia de tempo e recursos. Os pacientes economizam tempo que seria gasto em deslocamentos, filas e espera, enquanto os profissionais de saúde podem otimizar seu tempo e se concentrar em casos que requerem atendimento mais direto.



+ NOTÍCIAS
Como o consumo consciente de eletrônicos pode impactar o futuro
Grupo Fleury transforma voz do cliente em inovação

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]