Pesquisar
Close this search box.
/
/
Sai o CEO, entra o ZEO: conheça a visão de liderança da Geração Z

Sai o CEO, entra o ZEO: conheça a visão de liderança da Geração Z

O que acontece quando um jovem da Geração Z assume a liderança de uma empresa? Encontramos algumas respostas (e mais dúvidas) no Web Summit

Harris Reed é ZEO da Edelman, uma das maiores empresas de Relações Públicas do mundo. Ela luta pelo reconhecimento da beleza fluida e está na alta direção da corporação, como líder em assuntos relativos à Geração Z. O Web Summit promover um debate entre Reed e Jackie Cooper, Chief Brand Officer da mesma Edelman para mostrar o que devemos considerar no momento de colocar um jovem da Geração Z em cargo de liderança.

Não importa que nós nos assustemos com eles, que os consideremos criativos, quais as políticas corporativas para lidar com este público, o fato é que temos de nos preparar para o fato de que a Geração Z terá professores, escritores, influenciadores, políticos e gestores espalhados por todas as instituições. O que isso significa para o futuro dos negócios e da sociedade, a partir da visão fluida e provocadora de Harris Reed?

Leia Mais: Fusão entre adtech e fintech busca experiência DTC cada vez mais personalizada

O simples fato de uma empresa considerar a hipótese de levar uma jovem de 20 e poucos anos ao board já pode ser considerado uma excentricidade. Mas para a Edelman faz todo sentido, como forma de antecipar e compreender comportamentos imprevisíveis de uma geração distinta e cheia de peculiaridades. A situação lembra um pouco o filme “Quero ser grande”, com Tom Hanks, na qual a empresa de brinquedos contrata o jovem como consultor de sua linha de produtos.

Outro detalhe acerca de Harris Reed é que ela/ele é exemplarmente fluida, e defende vigorosamente sua identidade e atua “evangelizando” a empresa para lidar com essa característica. Harris destaca que os jovens dessa geração precisam trabalham em empresas nas quais acreditam e que possam exercer sua atividade com credibilidade.

Esse jeito de pensar pode criar disrupções profundas no mercado de trabalho e como as empresas podem aceitar e abraçar essas disrupções? Para Harris Reed, tudo se baseia em confiança, em trabalhar para uma empresa realmente autêntica e transparente, que seja tolerante e pratique a diversidade. Mas essa agenda está conectada à realidade das pessoas, na média geral? Em meio a tantas crises, inflação, desigualdade, será que as empresas devem adotar radicalmente a ideia de diversidade proposta pela Geração Z?

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Harris afirma que, se a empresa sabe que está tentando dominar a cultura LGBTQIA+, mais elas fazem as pessoas consultarem, levam as pessoas a conhecer esse tema específico, para torná-lo autêntico. As empresas estão trabalhando com sustentabilidade e com diversas questões sociais e de impacto e alcance global. E tudo isso leva as pessoas com esse conhecimento e realmente implementar a mudança.

Uma consciência corporativa diferente

A Geração Z sabe questionar tudo. Não apenas onde está um produto específico e qual é o produto principal e quem o está comprando. Uma empresa precisa considerar sobre saber, quem está na sua empresa, quem trabalha e como trabalha, qual é a sua adoção à diversidade?

São muitas questões sensíveis ocupando a agenda e que certamente irão direcionar estratégias e produtos num futuro muito próximo. Jackie pergunta se um jovem assim pode usar esse superpoder de domínio da narrativa para mudar o mundo e ajudar as empresas a perceber o potencial desse público.

“Às vezes vamos continuar a querer que você seja uma influência. E eu acho que a minha maior qualidade é olhar para a equipe e, em vez de gastar, você sabe, US$ 5 trilhões em algum jovem Hotstar, pergunto se a empresa não prefere contratar um jovem da Geração Z”, observa a ZEO.

Leia Mais: No Web Summit, Geração Z, vida digital e IA, tudo junto e misturado

Bem, e como um líder pode lidar com mais essa pressão e ainda responder por resultados? A ideia central é refletir se a empresa e a liderança sentem tudo o que se está tentando vender e assim identificar verdades autênticas sobre o produto e a marca. Harris Reed afirma que faz parte de uma geração incrivelmente inteligente e que tem atitudes constantemente revisada por pares, uma busca incessante pela autenticidade da conversa.

Conheça o Mundo do CX

Por isso, ter um “ZEO” na sala de reuniões significa também estar na rua e em todos os lugares entre eles, os jovens e os cidadãos e fazer perguntas. Harris Reed diz que especificamente em uma empresa de relações públicas, é importante ter consciência de que “há pessoas comprando seus produtos que vão escrever comentários em suas postagens e que vão ser as mesmas que irão compartilhar o seu conteúdo e você tem que ter um olhar 360º. Mas não se assuste. É um momento realmente emocionante com uma nova maneira de fazer marketing 360 e autêntico”, finaliza.


*A cobertura do Web Summit é uma parceria da Consumidor Moderno com Oásis Lab.


+ Notícias

Geração Z está disposta a abrir seus dados em troca de experiências

Web Summit: uma verdadeira olimpíada digital

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]