Pesquisar
Close this search box.
/
/
CCX: nasce a comunidade que vai mobilizar os protagonistas de crédito e cobrança

CCX: nasce a comunidade que vai mobilizar os protagonistas de crédito e cobrança

Desenvolvido pelo Grupo Padrão e pela Consumidor Moderno, o Credit and Collection Experience (CCX) tem como objetivo criar uma inteligência coletiva para revolucionar o segmento de crédito e cobrança

O Brasil possui 72 milhões de pessoas em situação de inadimplência. De acordo com dados da Serasa, o valor médio de dívida por pessoa é de R$ 5.237,76, ou seja, o equivalente a quatro salários-mínimos. O valor total devido, tanto por pessoas físicas quanto por jurídicas, chega a 376,8 bilhões de reais. Imagina se toda essa quantia estivesse investida em consumo ou aplicações rentáveis? Com certeza o cenário econômico do País seria outro.

Diante da necessidade de discutir e desenvolver novas e mais eficientes formas para lidar com crédito e cobrança no Brasil, o Grupo Padrão e a Consumidor Moderno lançaram o Credit and Collection Experience (CCX), uma comunidade que irá envolver diversos players do segmento de crédito e cobrança para cocriar uma jornada diferente para o segmento. Além de muito conteúdo, o CCX contará com dois eventos principais em 2024: um seminário exclusivo (em 6 de agosto) e um Summit especial (em 8 de dezembro), ambos voltados para o compartilhamento de ideias e networking.

“É uma nova comunidade focada em Credit & Collection e experiência, que envolve todo esse mercado fabuloso que o crédito movimenta. Teremos uma jornada intensa em 2024, desde a parte regulatória – assunto que envolve defesa do consumidor, ministério público, tribunais –, até a parte que ainda vê a cobrança como call center. Nós temos que mostrar a real dimensão do mercado que faz o Brasil andar, que é altamente pujante”, diz Roberto Meir, CEO do Grupo Padrão, no evento de lançamento do CCX, que ocorreu no espaço Casa Consumidor Moderno.

Nesse cenário desafiador, que envolve diversos segmentos e setores – desde o financeiro, até o varejo, a indústria e o Telecom – há uma busca pela retomada do crédito saudável no País. Movimentos como o Desenrola, o Feirão Limpa Nome e outras iniciativas buscam isso, mas ainda de forma tímida.

“Todo o discurso está baseado na seguinte premissa: é muito bom recuperar o cliente porque estamos trazendo mais recurso para o mercado. Cliente recuperado é um novo consumidor que está aportando recurso para o mercado. O que estamos fazendo para que isso aconteça de fato? Muitas alternativas vão aparecer, mas o problema central, que é reconhecer que o Brasil é um país de renda média, não está resolvido exatamente. E é por isso que nós precisamos criar uma inteligência coletiva para fazer com que o Brasil deixe de perceber que dívida é um bom negócio”, afirma Jacques Meir, diretor de Conhecimento do Grupo Padrão.

“O CCX é uma plataforma aberta de cocriação, colaboração e geração de inteligência e negócios com objetivo de tornar o mercado brasileiro mais saudável, enfrentando as disfunções e contradições da concessão de crédito e os mecanismos de recuperação e cobrança”, completa.

Desafios e oportunidades

Entre os principais obstáculos para a recuperação de crédito estão o Judiciário e as regulações, que ainda possuem um olhar muito protetivo sobre o inadimplente – e será que são realmente efetivos? Há também questões como a educação financeira precária e o acesso limitado a ferramentas de renegociação, pensando em questões como qualidade da internet e do dispositivo móvel do consumidor.

“É importante termos uma regulação, uma legislação, a favor da recuperação de crédito, que reflita em uma melhor taxa de consumo e, assim, libere mais crédito de uma maneira saudável. Esse é um ciclo virtuoso, mas que neste momento está vicioso. Se a gente não falar de maneira organizada, as coisas não vão andar”, afirma Marco Mattos, sócio da RCB, uma securitizadora do Grupo Bradesco.

Dessa forma, é preciso repensar a maneira como o segmento de crédito e cobrança tem atuado. “As pessoas acumularam um volume de dívidas muito acima do que poderiam pagar, e tentar continuar trabalhando crédito do mesmo jeito só vai fazer essa bola de neve ficar cada vez maior. O primeiro ponto é olhar para o problema de uma outra ótica para resolvê-lo. Cada vez mais precisaremos ter criatividade para encontrar formas de sair do crédito sem garantia, o que vai diminuir o risco e o preço, melhorando o acesso ao crédito”, diz Alex Franco, diretor de Solução de Crédito na Serasa Experian.

Esse é exatamente o propósito do Credit and Collection Experience, que pretende conectar cada vez mais players do setor para mudar o rumo do mercado. “Iniciativas como essa, com um olhar mais atualizado sobre crédito e cobrança, permitem discussões para aprimorar o sistema e a parte educacional dos consumidores”, destaca Marcos Loução, CEO do Porto Bank.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]