Pesquisar
Close this search box.
/
/
As 5 carreiras mais promissoras no metaverso

As 5 carreiras mais promissoras no metaverso

Em 10 anos, 23 milhões de empregos em todo o mundo irão utilizar a realidade virtual; saiba quais serão as profissões mais valorizadas em metaverso e por onde começar

O conceito de metaverso já está plenamente difundido na sociedade. A ideia de um universo paralelo totalmente virtual já está abrindo portas para inúmeras criações e oportunidades para profissionais de diferentes áreas.

Segundo um estudo da PwC, uma das maiores multinacionais de consultoria e auditoria do mundo, atualmente, cerca de um milhão de empregos possuem realidade virtual, e em menos de 10 anos essa tecnologia estará presente em 23 milhões de empregos em todo o mundo.

Hoje também já vemos diversas empresas, que não necessariamente trabalham para o metaverso, adotarem a realidade virtual em seu dia dia, como, por exemplo a realização de algumas etapas de entrevistas com futuros colaboradores.

O surgimento dos influenciadores virtuais

Outra faceta do metaverso, que poderá aquecer ainda mais o mercado, está na criação de “personas virtuais” para impulsionamento das marcas via social mídia. Já é comum encontrar vários sites e redes sociais de grandes empresas com seu “influenciador virtual”, personagens criados para serem a “cara” da marca nas plataformas digitais de relacionamento com clientes.

Sua função vai desde um agente de atendimento, até um personagem capaz de auxiliar quem está visitando a página, respondendo perguntas, mostrando fatos importantes da empresa, entre outros suportes. A Lu, do Magalu, talvez seja o exemplo mais popular.

Em sinergia com as novas gerações de consumidores, outros modelos de influenciadores virtuais também surgiram. O caso mais emblemático talvez seja o da Lil Miquela (@lilmiquela), uma figura que se apresenta como uma jovem de 19 anos que vive em Los Angeles. No Instagram, a influencer virtual tem milhares de seguidores que acompanham sua rotina. Até hoje não sabe como ela surgiu exatamente. Jogada de marketing, paródia… o que se especula é que ela foi criada por uma startup de Los Angeles chamada Brud. De acordo com o TechCrunch, seus criadores haviam conseguido, em 2018, US$ 125 milhões do fundo Spark Capital, que investe em startups.

metavers
Lil Miquela (@lilmiquela). Imagem: Instagram.

Metaverso: educação e novos empregos

Na área de educação, o Centro Brasileiro de Estudos (CEBRAC) também aposta nessa tendência de influenciadores virtuais. A rede de ensino criou a sua voltada para a área da educação. O nome dela é Cris, e de acordo com a companhia, “ela tem a missão de propagar a educação e conectar pessoas”.

“Ela é nossa embaixadora, e acompanha o ritmo da tecnologia, porém, não deixa de fora o lado humanizado, levando em conta todos os valores do CEBRAC. Sendo a união do mundo virtual com a realidade”, conta Jefferson Vendrametto, Diretor de Relações Corporativas e Institucionais do CEBRAC.

Metavers
Instagram da influencer virtual de educação do CEBRAC a Cris. (Imagem: Instagram)

Não resta dúvida de que a tecnologia trouxe uma nova realidade à sociedade. Interações em tempo real, agilidade em serviços e pagamentos… uma infinidade de vantagens pelas quais nos conectamos, realizamos e produzimos hoje. No metaverso essa possibilidade é ainda mais ampliada. Porém, em um mundo virtual onde temos uma réplica de quase tudo que acontece no mundo real, só que digital, o sucesso dessa proposta depende de outros fatores.

Para empresas apostarem nessa nova forma de interação é necessário profissionais com diferentes qualificações e conhecimentos específicos. Segundo informações do Ey Building a Better Working World (líder global em serviços de auditoria, impostos, transações e consultoria), as transformações que irão ocorrer no mercado de trabalho devido ao impacto do metaverso são gigantes. E como ponto de partida para as pessoas interessadas, a consultoria elenca 5 profissões – ou desdobramentos de algumas já existentes – que se destacarão em metaverso:

As 5 carreiras mais promissoras no metaverso

1 – Especialistas em bloqueio de anúncios: O papel deste profissional será administrar a invasão comercial no metaverso, que deve ser inundado por publicidade como algumas páginas da internet, hoje.

2 – Construtor do novo mundo: Nesse caso, tem muito a ver com o mundo dos gamers, para construir novas soluções e produtos no metaverso. É preciso ter a visão do todo para a criação de algo que ainda não existe.

3 – Estrategista de metaverso: Responsáveis pela identificação e desenvolvimento das oportunidades de mercado. Esses profissionais deverão ter amplo conhecimento na área de negócios, gerenciamento e marketing.

4 – Gerente de segurança: Assim como na internet atual, a segurança no metaverso será um dos temas mais importantes. É necessário prever e atuar rapidamente em caso de problemas relacionados à vulnerabilidade. Uma das formações desse profissional deverá ser a engenharia de tecnologia com especialização em segurança de sistemas.

5 – Storyteller (contador de histórias): O profissional será responsável pela projeção das missões imersivas, ou seja, a linha de experiência no metaverso, cenários de treinamento, oportunidades de marketing etc.

Por onde começar

Para os interessados em aprofundar seus conhecimentos (ou iniciá-los), em metaverso e no seu mercado de trabalho, o CEBRAC oferta alguns cursos que vão dos mais específicos aos fundamentais. Entre eles, Criação de Games, Criação de Aplicativos, Informática e Administração. A instituição ainda lembra que é necessário atualização constante sobre novas tecnologias, metodologias e processos. A partir da realização de um desses cursos, o CEBRAC afirma que o aluno estará preparado para assumir as funções que surgirão com o contínuo avanço da tecnologia, a base hoje de todo o ecossistema em metaverso.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  


+ Notícias

O que o setor de moda e beleza está preparando para o metaverso? 

A importância do serviço de atendimento equilibrado entre robotização e humanização 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]