Pesquisar
Close this search box.
/
/
De BPO para CXO: a transformação que os Contact Centers precisam realizar

De BPO para CXO: a transformação que os Contact Centers precisam realizar

O consumidor quer interagir com as empresas por intermédio do melhor canal, que vai mudar de acordo com a conveniência

O BPO (Business Process Outsourcing) foi, por muito tempo, o solucionador de problemas das empresas em diversos âmbitos, entre eles o setor de Customer Experience. Porém, com a Transformação Digital esses parceiros, que seguem igualmente importantes, precisam dar um passo à frente. Para que o BPO possa continuar provendo serviços de excelência para um consumidor cada vez mais exigente, ele também precisa se transformar.

Vemos hoje muitos outsourcers com estruturas desatualizadas. Por um período funcionou bem. Antes da pandemia, empresas de Contact Center mantinham infraestruturas baseadas em voz e atendiam bem uma razoável parcela dos consumidores. Já podíamos avistar outras preferências de interação, uma parcela já utilizava chatbots e outras ferramentas de contato, mas a maior parte das interações eram realizadas por voz.

Com a necessidade de distanciamento criada pelo Covid, os hábitos mudaram consistentemente e novas formas de interação começaram a emergir com mais força. As pessoas passaram a acessar os Contact Centers por novos canais e encontraram novas maneiras de se relacionar com as organizações.

A partir desse momento, a infraestrutura antiga do BPO já não atende mais com satisfação porque não permite a transformação da experiência que o cliente espera. O consumidor quer interagir com as empresas por intermédio do melhor canal, que vai mudar de acordo com a conveniência.

Leia mais: Descubra o CX que transforma o mundo no CONAREC 2023

CXO

A transformação que o BPO precisa realizar é uma mudança na mentalidade do negócio. O que faz sentido agora é que este parceiro se torne um CXO, ou seja, um Customer Experience Outsourcer. Estas empresas devem se converter em um provedor de Experiências do Cliente e devem atender os itens de digitalização e transformação de negócio. Também devem realizar um melhor aproveitamento da força de trabalho, porque na medida que os canais de atendimento se transformam, também é preciso transformar a maneira como os colaboradores lidam com as novas formas de interação com o consumidor.

E para realizar essa verdadeira revolução, os Contact Centers devem integrar sua operação em uma única plataforma que consiga tratar todos os canais de atendimento de maneira integrada, para que a experiência do cliente seja uma jornada fluida em cada um dos canais que ele venha a passar.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

O que importa é a jornada

É por essa razão que gosto de usar o termo CXi, ou Customer Experience interactions, um conceito que traduz a jornada do cliente em uma experiência fluida, independente do canal e do ponto de acesso. A jornada vai representar todos os canais que o consumidor passar – seja via rede social, Whatsapp, bot ou voz. Uma jornada fluida é aquela que pensa na experiência integral.

O Customer Experience Outsourcer permite que as empresas transformem a relação com seus clientes, já o BPO pode ser comparado a um multichannel: ele provê pontos de contato, mas nenhum deles está interligado. Para o BPO, o que importa é o ponto de contato. Já para o CXO, a porta de entrada é irrelevante, o que interessa é o cliente, como prover uma experiência orquestrada, integrada, em uma jornada única. O ponto de partida é o consumidor, a jornada é criada a partir dele e aí o Contact Center utiliza as ferramentas que suportem essa estratégia.

Conheça o Mundo do CX

Inovação constante

Para que toda essa sofisticada orquestração da experiência do cliente seja realizada com sucesso, o ideal é a utilização de uma solução de CX em nuvem, contratada de um fornecedor versado em inovação. Afinal, um CXO também precisa de boas parcerias!

Um grande diferencial na escolha desta forma de atuação é a atualização tecnológica. Quando o Contact Center opta por soluções tradicionais, on premise, para realizar um upgrade dos sistemas já existentes é necessário investimento de dinheiro, tempo e recursos. Com uma solução em nuvem, à medida em que as tecnologias vão sendo lançadas, elas estão disponíveis rapidamente. A opção pelo cloud proporciona a utilização de novos mecanismos dentro de uma ferramenta que evolui.

CX Consultiva

Quando falo em transformar experiência, a parte consultiva é uma das mais relevantes. É importante saber o que precisa ser feito. Cada localidade tem suas particularidades e necessidades de CX. O Brasil, por exemplo, é um país que utiliza muito o whats app para contato de consumidores com empresas. Não adianta disponibilizar tipos de instant messengers que não são utilizados. A consultoria de Customer Experience ajuda a entender quem é o público, o que ele espera, como ele se relaciona com a marca, o que é preciso prover para atender e trazer satisfação.

O papel do CXO, do novo outsourcer de atendimento ao cliente, é realizar um projeto que se torne o promotor de melhores práticas e conhecimento de mercado para que a empresa possa realmente oferecer soluções adequadas.

Esta é a visão que os Contact Centers precisam ter para evoluir o atendimento aos parâmetros exigidos pelo novo consumidor. É um processo que traz satisfação e eficiência para toda a cadeia de atendimento e finaliza no que mais importa: a fidelização da marca por um consumidor feliz com a sua jornada.

*André Fernandes é Diretor de Pré-Vendas da NICE



+ NOTÍCIAS
PetX: a experiência dos animais de estimação ganha cada vez mais protagonismo
Gigantes do varejo oferecem canal em Libras para atendimento ao cliente

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]