Pesquisar
Close this search box.
/
/
Bots à beira de um ataque de nervos: o que fazer para não deixar o cliente sem saída?

Bots à beira de um ataque de nervos: o que fazer para não deixar o cliente sem saída?

Usar a inteligência artificial para aprimorar as assistentes virtuais é um trabalho contínuo, concordam panelistas no CONAREC 2022

O uso da IA para criar melhores jornadas para o atendimento é uma das grandes apostas do mercado, cada vez mais competitivo. Mas em busca da excelência, é mais do que necessário identificar os objetivos e mapear os processos para ter um atendimento automatizado e personalizado por meio de um assistente virtual.

Neste primeiro dia de Conarec, o painel Bots À Beira de um Ataque de Nervos debateu quais são as estratégias e desenvolvimentos possíveis para não deixar o cliente sem saída. A mediação foi de Melissa Lulio, Head de Conteúdo do Grupo Padrão, Laurent Delache, CEO Brasil e Head Global de Estratégia de Produtos e Serviços do Sitel Group; Rafael Bonjorno, Head of Consumer Care e Services Latam da Electrolux e Fabio Dragone, Diretor de Digital, CRM, Inovação e Customer Experience da Bradesco Seguros.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Lulio começou com uma provocação, sobre quais os desafios em mapear as fricções e ser capaz de identificar os possíveis atritos que um atendimento ao cliente via BOTs pode trazer ao consumidor.

Como destacou Rafael Bonjorno, na vida de consumidor e executivo, todo dia é uma experiência diferente. “É um desafio entender como esses mecanismos tão fundamentais para redução de custos e experiência para transformar em algo tão fundamental para ter uma boa experiência”.

Leia Mais: É possível ser phygital e omnicanal ao mesmo tempo?

Para Laurent Delache, o bot precisa ser educado. “É como uma criança, é preciso monitorar o tempo todo como ele atende aos clientes”. Na Sitel Group, há uma curadoria que revisita e acompanha todos os dados e desempenho para garantir assertividade nas respostas. “Assim, buscamos assegurar que a resolutividade do bot está dentro do esperado”, pontua Delache.

Na Electrolux, que tem um formato de negócio D2C e lida com dúvidas e questões do consumidor final, o bot é uma ferramenta para o trabalho ser realizado, que é atingir os benefícios que o consumidor quer. “Nada mais é do que um assistente virtual, a razão de existência da tecnologia é ajudar em algo, de forma que traga acessibilidade e autonomia”, destaca Rafael Bonjorno.

Aprimorar a Inteligência Artificial

A Bia, assistente virtual da Bradesco, é uma das inteligências artificiais mais reconhecidas do mercado brasileiro. A experiência da assistente virtual começou em 2014, internamente. Para Fabio Dragone, esse período de desenvolvimento de maturidade foi essencial para o sucesso da assistente hoje. “O primeiro passo da Bia foi ajudar os gerentes a operar o banco da melhor possível. Com esse trabalho ela foi ganhando maturidade para ser lançada ao público em 2017”, relembra Dragone.

Um dos pontos de consenso no painel À Beira De Um Ataque De Nervos deste CONAREC foi a necessidade de curadoria constante dos assistentes virtuais. Isso porque se trata de um processo contínuo de evolução, tanto das habilidades, quanto de observar as avaliações dos clientes sobre o atendimento recebido.

Para a head de Conteúdo do Grupo Padrão, Melissa Lulio, um dos principais atritos que podem surgir com os bots é a necessidade de falar com um humano. Para não transformar o bot em uma prisão do atendimento, é necessário ter clareza e a finalidade de sobre o que são os objetivos para o atendimento virtual.

Leia Mais: Melhores práticas em branding experience

“O bot não tem vocação para resolver tudo. Tem muita estratégia por trás para determinar o grau de atrito para passar ao ser humano dar sequência. Estratégico é saber aproveitar esses dados para aprimorar o bot”, pontua Delache.

E a maturidade no investimento pra criar essa fluidez que leve à satisfação do cliente é o investimento essencial, avalia Bonjorno, da Electrolux. “Para entender o atrito é preciso entender o problema. A gente não pode forçar o consumidor a escolher um canal. Quanto mais natural, fluido o atendimento. Tudo tem que estar integrado para que o consumidor veja e sinta o benefício. É dever nosso saber como criar essa fluidez”, argumenta o Head of Consumer Care e Services Latam da Electrolux.

Um dos cases comentados foi da assistente vitual da Havaianas, desenvolvida pela Sitel. Assim como a marca, a Iana é brasileira, e tem alma de carioca. O desenvolvimento da persona foi tão bem-sucedido que foi exportado para outros países.

Conheça o Mundo do CX

“Foi acertada nossa decisão colocar no Brasil a expertise e o centro de resposta global. Gosto de pensar que estamos levando a resiliência do brasileiro”, explica Delache, francês radicado no país há 30 anos.

Essa personalização inclui adaptar o tom de acordo com o problema e o tipo de acesso das assistentes virtuais. Para Rafael Bonjorno, “Os bots tem diferentes níveis de maturidade. O primeiro nível é explorar bem as melhores formas de atendimento para resolver o problema do cliente. A partir daí é possível usar os dados para trabalhar melhor o analytcs”.


+ Notícias

Marketing digital personalizado: por onde começar?

Experiência tem que ser para todos: acessibilidade para 50+

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 283

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Imagem idealizada por Melissa Lulio,
gerada por IA via DALL·E da OpenAI, editada por Nádia Reinig


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

Coordenador de Marketing de Performance 
Jonas Lopes 
[email protected]

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 283

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Imagem idealizada por Melissa Lulio,
gerada por IA via DALL·E da OpenAI, editada por Nádia Reinig


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

Coordenador de Marketing de Performance 
Jonas Lopes 
[email protected]

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]