Pesquisar
Close this search box.
/
/
50 anos de Atari Jogos: do console ao cassino de criptomoedas

50 anos de Atari Jogos: do console ao cassino de criptomoedas

Entenda como a empresa atravessou a história do videogame e ainda gera renda baseada na nostalgia

Em 1972, uma empresa chegava no mercado com uma revolução inovadora: transformar a forma como os jogos eram consumidos. A Atari Jogos foi pioneira na invenção de maquinário e experiências que, à época, eram a tradução do futuro. E se hoje a maior parte dos gamers se divertem com os jogos de console — e até mesmo de computador —, isso significa que a Atari foi um grande ponto de partida.

Há quem diga que foi ela a responsável pela criação do videogame, mas isso não é verdade: o pai dos jogos digitais foi Ralph Baer, que lançou, em 1969, o console Magnavox Odyssey. No entanto, sem dúvidas foi a Atari Jogos a responsável pela popularização desses games, bem como a criação de outros jogos icônicos, como Pong, Pitfall e Space Invadors.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 

Mesmo que inovadora e pioneira, a Atari não teve tanto tempo de vivência no mercado — ainda que seus consoles tenham ficado famosos em todo o mundo, com vendas até o início dos anos 1990. Em 1 de julho de 1984, 12 anos após seu lançamento, a empresa encerrou suas atividades e foi transformada em outras duas, após aquisição, alguns anos antes, pela Warner Communications: a Atari Jogos, que hoje é a atual NetherRealm Studios e a Atari Corporation Games, comprada pela Infogrames Entertainment S.A., tornando-se Atari S.A.

Desde então, ainda que tenha passado por inúmeros percalços, a empresa ainda segue relevante e, atualmente, entrou para o ramo das criptomoedas, com a Atari Token, que opera na rede Etherum.

Um vislumbre da permanência dos negócios ao longo do tempo

Atari lançou uma série de consoles, sendo o Atari 2600 o mais popular e Pong um dos jogos mais aclamados. Mas a empresa, pouca gente sabe, não começou direto com o tênis de mesa eletrônico, e sim com a construção do arcade Computer Space, no qual o jogador tinha um foguete para lutar contra duas naves espaciais.

Mas mesmo com toda a história de glória e prestígio, até mesmo a Atari Jogos passou por “poucas e boas” em seu processo de ascensão. Um deles foi o prejuízo de 100 milhões de dólares, em 1982 — um dos caminhos que levou à empresa a falência em 1984, após a “crash dos videogames”, em 1983 —, consequência do “pior jogo do mundo”: o E.T. the Extra-Terrestrial, um fracasso de vendas.

Leia mais: Jogar videogame é tão bom quanto ter uma aula de storytelling

A repercussão foi tão grande que a própria Atari teve que retirar os cartuchos das lojas, dada a quantidade absurda de pedidos de reembolso. Visando não piorar ainda mais a imagem da empresa, os cartuchos foram descartados (e enterrados) no deserto de Alamogordo, no Novo México (EUA).

Evidentemente, mesmo depois da crise e do dissolvimento da empresa em outras duas, a Atari Jogos ainda seguiu com relevância do mercado, muito pelo fator histórico de sucesso nos anos 1980. E ainda hoje, ela segue no mundo tecnológico com nítidos passos em direção às criptomoedas.

Atari Jogos: vivendo com base na nostalgia

atari token
Foto: Reprodução Atari Token

Hoje, boa parte do tráfego e sucesso da Atari Jogos é resultado da nostalgia. Em 2022, a empresa entrou com força no mercado de NFTs e, em parceria com a Republic Realm, lançou loot boxes, que continham 10 tipos de “GFTs” — Gifts Fungible Tokens, em alusão a presentes —, com NFTs descobertos somente após a venda.

Conheça o Mundo do CX

A empresa também tem corrido para adentrar de vez no mercado de criptoativos, com a criação da Atari Token no segundo semestre de 2021. No mesmo ano, a Atari também anunciou a criação de um cassino de criptmoedas, com temática de jogos retrô, mas cancelou os planos antes do início deste ano.


+ Notícias

Sua marca conversa com o público geek, o mais consumista do Brasil?

Big techs, gigantes do varejo e o público geek: conheça a fórmula do sucesso 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]