Pesquisar
Close this search box.
/
/
As melhores receitas para criar um viral na internet. Só que não

As melhores receitas para criar um viral na internet. Só que não

Será que existe uma regra ou um guia para pavimentar o caminho de sucesso de um influenciador? Essa e outras perguntas - e respostas - foram debatidas no Web Summit

Ashkan Karbasfrooshan, fundador da WatchMojo.com, Charolotte McKinney, modelo e atriz e Belinda Goldsmith, editora-chefe da Thomson Reuters Foundation debatem sobre a existência – ou não de fórmulas – para assegurar presença digital. Ashkan e Charlotte fazem parte do grupo de influenciadores com milhões de seguidores e bilhões de acessos contam sua trajetória e as lições para tornar sua mensagem relevante para as massas. “From zero to viral” foi o tema dessa conversa esclarecedora sobre como repercutir mensagens maciçamente na internet.

A chave para conseguir engajamento orgânico é, em linhas gerais, entender onde um influenciador é competitivo, em qual conteúdo ele pode ser a autoridade, e depois compreender o que a sua audiência exatamente espera.

Charlotte McKinney estrelou um comercial em 2015, durante o SuperBowl e esse evento foi um marco em sua carreira. “Eu deixei de ser uma modelo que fazia comerciais meio sexy de hambúrgueres para ser vista como atriz séria e hoje tenho mais de 1,4 milhão de fãs no Instagram. Tudo a partir daquele comercial”, contou. O comercial viralizou e projetou a imagem da atriz que se tornou então uma influenciadora de sucesso, com canais no Instagram e no YouTube. E para Ashkan, o YouTube é o lugar ideal para se encontrar e estabelecer conexão de alta qualidade com a audiência. Ele critica ferozmente o Facebook, pela sua característica de somente permitir a interação paga com os fãs, o que o não o torna confiável e prejudica a imagem do artista.

“Quando pensamos em confiabilidade no trabalho dos influenciadores, o YouTube é muito mais amigável. Ele dá aos profissionais maior controle sobre como podem atingir a audiência, sobre como podem expor as mensagens, como podem ser encontrados, e o Facebook não pensa da mesma forma, ele tira a legitimidade do engajamento”, afirmou o fundador da WatchMojo.com.

Charlotte ressalta que é importante manter a canal vivo, ativo, para que negócios realmente aconteçam. “É possível perder oportunidades pelo simples fato de não termos fãs suficientes com o perfil desejado. Por isso, precisamos buscar sempre esse contato com a audiência. Por outro lado, só promovo marcas que tenham afinidade com meus valores”, destaca a atriz.

Ashkan diz que o objetivo de um influenciador não é se tornar uma mídia convencional. Sua preocupação deve ser apenas com sua pauta e sua audiência.

“Podemos entender que há uma psicologia para lidar com as pessoas e com influenciadores. É necessário ter paciência para lidar com ansiedades, expectativas para que um canal e um projeto possam se desenvolver”, defende Ashkan. Por outro lado, Charlotte enfatiza que é necessário buscar sempre o engajamento e a interação com os fãs, não se deve renegar quem o acompanha, a conversa precisa estar sempre em dia. Caso contrário, o influenciador comete um erro irreparável.

Qualidade ou quantidade? O que importa mais para o conteúdo? Ashkan acredita que é necessário utilizar horas e horas para criar um vídeo curto, que possa competir pela atenção das pessoas. “É isso que importa no final do dia. Conquistar a atenção dos fãs, o que coloca a qualidade em primeiro plano, mas frequência também é importante. Para um influenciador, a expectativa não é fazer Game of Thrones, mas oferecer um conteúdo relevante”.

Não se torna um influenciador apenas para ganhar dinheiro. Manter a própria autenticidade é requisito para ir do zero ao bilhão de views. Se o influenciador colocar a busca pelo dinheiro acima de tudo, perderá a legitimidade, concluem Ashkan e Charlotte.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]