Pesquisar
Close this search box.
/
/
Anywhere office no Brasil: o melhor país do continente para o trabalho remoto

Anywhere office no Brasil: o melhor país do continente para o trabalho remoto

Índice de Trabalho Remoto classifica o Brasil como o mais proveitoso para alinhar o trabalho ao turismo na América Latina e Caribe

Se tem algo que ficou em alta durante a pandemia foi a migração do modelo presencial para o trabalho remoto. O home office, que não era nem um pouco comum por aqui, ficou não apenas rotineiro nos dois últimos anos, como também se tornou preferencial para uma parte considerável dos trabalhadores e empresas brasileiros. Isso abriu espaço para uma nova política de trabalho, bem mais atual e flexível, que tem sido proveitosa para ambos os lados.

E os motivos pela preferência do trabalho remoto são vários: economia de tempo, mais contato com amigos e familiares e, quem diria, uma melhora considerável na produtividade das equipes. Além disso, apoiado nos conceitos de Employee Experience (EX), esse novo modelo de trabalho também permitiu a aplicação do anywhere office — o conceito de trabalhar de qualquer lugar —, que também transformou boa parte dos serviços fornecidos pelo setor hoteleiro e revolucionou o turismo no País.

E ao que tudo indica, esse modelo funcionou tão bem por aqui que o Brasil foi considerado o melhor país da América do Sul e Caribe para viajar e trabalhar remotamente em 2022, conforme o Índice de Trabalho Remoto, ranking do KAYAK que revela os estados com as melhores oportunidades de anywhere office.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 

Os atrativos brasileiros que fizeram sucesso para
o trabalho remoto

Índice de Trabalho Remoto
Fonte: KAYAK

O levantamento do KAYAK aponta que a classificação do ranking foi baseada, sobretudo, em cinco categorias, nas quais o Brasil se mostrou pioneiro e extremamente adaptado para o home e anywhere office no continente sul-americano. São elas: saúde e segurança, infraestrutura para o trabalho remoto, preços locais, vida social e clima.

“Nosso país é rico em belezas naturais, assim como uma vasta biodiversidade e paisagens de tirar o fôlego. Todas essas vantagens destacam o Brasil como um dos escolhidos para quem quer combinar trabalho remoto e viagens de lazer”, afirma Gustavo Vedovato, Country Manager do KAYAK no Brasil.

Leia mais: Anywhere Office: tendência pode impulsionar o setor hoteleiro

Ao todo, a pesquisa analisou 111 países, com base tanto em suas condições para o trabalho remoto quanto em oportunidades de viagens, visando traçar um caminho conjunto que permita a conciliação entre o trabalho remoto e o bem-estar dos trabalhadores.

Os melhores do mundo para o anywhere office

Índice de Trabalho Remoto
Fonte: KAYAK

Em todo o mundo, vale destacar, os países mais propícios para o anywhere office não são exatamente latino-americanos. O ranking mundial é liderado, de acordo com o estudo, por Portugal, Espanha, Romênia, Ilhas Maurício e Japão.

Para Portugal, que recebeu a pontuação final máxima, um dos maiores atrativos é o visto de trabalho remoto. Mas, além dele, há um profundo destaque ao clima favorável — com baixa poluição do ar —, facilidade de comunicação, posto que a população tem alta proficiência em inglês, e a ausência de violência.

A Espanha, segunda colocada, conquistou medalha de prata do ranking sobretudo pela estrutura do trabalho remoto, que conta com uma formidável velocidade de internet e vários espaços personalizados para coworking. Além disso, outro ponto de destaque foi a inclusão e a diversidade com a comunidade LGBTQI+.

Leia mais: Webinar CM: Atendimento experiencial e multicanal no Anywhere Office

Já a Romênia, que ocupa o terceiro lugar no ranking, impressiona pelos preços. Aluguéis, alimentação e transporte são bastante baratos por lá, o que facilita a parte turística do anywhere office. Os romenos, aponta o estudo da KAYAK, também possuem uma internet bem rápida e uma alta taxa de proficiência em inglês.

O Brasil no ranking mundial

Ainda que pioneiro na América do Sul e Caribe, no ranking mundial, o Brasil aparece na 24ª posição. De 0 a 100, o País recebeu 71 como pontuação final, tendo altas médias nas viagens (84) e preços locais (91). As piores pontuações estão relacionadas à saúde e segurança (66) e à estrutura ao trabalho remoto (17) — categoria que conta com um peso mais alto por avaliar a velocidade de download e upload de internet, bem como visto de trabalho remoto e espaços de coworking adequados.

Para o turismo, foram analisados outros setores, tais como acessibilidade, valor médio dos preços de hotel, preços médicos de aluguel de carro e preços de combustível. Já para os preços locais, foram analisados os valores do aluguel mensal e diário, transporte, comida e restaurantes.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  

Assim, ainda que o País apresente algumas falhas e estruturas não tão propícias, é interessante perceber o quanto o turismo — ironicamente, um dos segmentos mais afetados pela pandemia —, também se transformou a partir das consequências do vírus. O conceito de anywhere office ainda tem muito a oferecer ao setor brasileiro e pode atrair ainda mais visitantes para vários estados do Brasil.


+ Notícias

Trabalho e produtividade: bem-vindo a era “work-from-anywhere” (WFA)

O futuro do atendimento está fora dos escritórios e além do home office

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]