Pesquisar
Close this search box.
/
/
América Latina é o novo epicentro da inovação em fintechs?

América Latina é o novo epicentro da inovação em fintechs?

Continente merece grande destaque no Money20/20, em Las Vegas. Pix, Carteiras Digitais e IA ocupam o centro das discussões

O destaque recebido pela América Latina, com vários debates envolvendo empresas e países da região aponta para uma nova realidade,a na qual o continente desponta como um ambiente propício para a inovação, com população digitalizada, mobile first, sensível à inovação, com urgências e sensibilidade inexistentes nos mercados de EUA e Europa.

O Pix, por exemplo, foi especialmente mencionado, como exemplo de inovação em inclusão e acesso da população a serviços financeiros. Vários palestrantes da América Latina que se concentraram em tópicos relacionados a carteiras digitais, sistemas de pagamento e inclusão financeira.

Outro exemplo destacado foi a carteira digital Piacevoli, criada como parte da Parent Network, que é uma rede de cartões de terceiros em Porto Rico. Lançada em 2012, é pioneira na América Latina. Desde então, a penetração da carteira digital cresceu significativamente e se tornou uma parte essencial da vida cotidiana de muitos cidadãos na região.

A evolução da Piacevoli foi notável, começando como um meio de pagamento de pessoa para pessoa e, em seguida, se expandindo para permitir transações de pessoa para comerciante (P2M). Atualmente, a carteira é amplamente aceita em diversos estabelecimentos e terminais de pagamento, facilitando transações de maneira conveniente. As pessoas passaram a usá-la com frequência, substituindo, em muitos casos, saques em caixas eletrônicos.

Experiência do cliente, sempre decisiva

Outro ponto importante da América Latina e a abordagem de suas fintechs é a importância de tornar a experiência do usuário amigável, tanto para os usuários quanto para os comerciantes. A região também registra parcerias entre instituições financeiras e os emissores de cartões para garantir que o crescimento das transações digitais não prejudicasse os interesses dos bancos tradicionais.

A experiência do cliente se estende para a segurança, com a adoção de tecnologias como o reconhecimento facial para melhorar a segurança das carteiras. Além disso, embora o foco atual seja em transações domésticas, muitas fintechs, como o Nubank, veem a interoperabilidade entre diferentes sistemas de pagamento como o próximo passo inevitável no desenvolvimento das carteiras digitais.

Cerca de 20 milhões de peruanos eram desbancarizados antes do surgimento da carteira digital. A ERP desempenhou um papel crucial em oferecer créditos a esses cidadãos, possibilitando que eles obtivessem empréstimos pela primeira vez. Os empréstimos tinham um valor médio de cerca de US$ 70 e eram frequentemente usados para oportunidades de negócios ou melhorias na educação.

A discussão destacou a diversidade de usos da carteira digital, desde transferências de dinheiro entre amigos e familiares até pagamentos em estabelecimentos comerciais. Além disso, a ERP trabalhou em estreita colaboração com as autoridades regulatórias para garantir que suas operações fossem seguras e cumprissem as regulamentações financeiras. O sucesso da ERP foi em grande parte atribuído à sua capacidade de manter altos padrões de segurança e fornecer suporte ao cliente eficaz.

A força das carteiras digitais

A discussão também abordou o papel das instituições financeiras tradicionais na era das carteiras digitais. Executivos e palestrantes acreditam que os bancos tradicionais não serão eliminados por esses sistemas, mas sim encontrarão maneiras de se beneficiar deles. Não são poucos os casos bem-sucedidas de parcerias entre bancos e empresas de carteira digital, que resultaram em uma maior penetração de mercado e uma oferta mais abrangente de serviços financeiros.

Apesar da evolução recente, ainda há populações e áreas remotas que não têm acesso a infraestrutura digital. Isso representa um desafio para expandir o alcance das carteiras digitais por todo o continente. O exemplo do Nrasil, com a expansão da Caixa para pagamento do “auxílio emergencial” durante a pandemia também foi mais um exemplo desse processo de inclusão.

Obviamente, pelas suas características, o Money20/20 registrou, nos painéis, a importância de parcerias público-privadas. As parcerias com governos e outras organizações podem ajudar a criar infraestrutura digital em áreas carentes e garantir que mais pessoas tenham acesso às vantagens das transações digitais.

A educação desempenha um papel fundamental na promoção do uso responsável das carteiras digitais. Os usuários precisam entender como usar essas tecnologias de maneira segura e eficaz. A conscientização sobre os riscos de segurança e a forma de proteger suas informações financeiras é essencial.

Tendências globais

O conteúdo focado na América Latina também abordou as tendências globais em carteiras digitais. Os palestrantes nos muitos painéis, observaram que a América Latina não está isolada nesse contexto; o crescimento das carteiras digitais é uma tendência global. A pandemia da Covid-19 acelerou ainda mais a adoção de pagamentos digitais em todo o mundo.

Vale a pena acompanhar o quanto grandes empresas de tecnologia, como Google e Apple, estão entrando no espaço das carteiras digitais. Isso está mudando o cenário e, eventualmente, pode criar mais concorrência e oportunidades para os consumidores.

O saldo final foi amplamente positivo para o setor de pagamentos digitais na América Latina. Há otimismo generalizado inclusive de fundos e aventure Capitals sobre o futuro e crença de que a região está bem posicionada para continuar a inovar no campo das carteiras digitais. À medida que o comportamento do consumidor evolui, as carteiras digitais devem acompanhar essas mudanças e oferecer soluções cada vez mais convenientes e seguras.

O evento Money20/20 na América Latina serviu como um reflexo das oportunidades e desafios que o setor de pagamentos digitais enfrenta na região. As perspectivas e experiências compartilhadas pelos palestrantes oferecem uma visão valiosa para todos aqueles interessados no futuro das transações financeiras na América Latina.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]