Pesquisar
Close this search box.
/
/
Amazon: Alexa deve identificar sinais de infarto

Amazon: Alexa deve identificar sinais de infarto

Pesquisadores da Universidade de Washington desenvolveram tecnologia via machine learning capaz de identificar alterações na respiração

A Amazon promete dar um passo a mais em seu projeto de aperfeiçoar a Alexa e, de quebra, contribuir com a medicina. Isso porque a gigante varejista – avaliada em 315,5  bilhões de dólares – pretende implementar no seu assistente virtual um dispositivo capaz de identificar os primeiros sinais de um infarto através do som da respiração. 

A funcionalidade foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, que fizeram os primeiros testes com ligações recebidas do sistema de emergência de Seattle.  O objetivo é que a Alexa possa identificar a chamada respiração agonal, que antecede um infarto e deixa a pessoa ofegante e com suspiros irregulares. 

LEIA TAMBÉM
6 mercados que a Amazon vai romper nos próximos anos
Amazon substitui funcionários por máquinas. O que muda?

“É uma espécie de ruído gutural, e sua singularidade faz dele um bom biomarcador de áudio para identificar se alguém está sofrendo uma parada cardíaca”, explicou Jacob Sunshine, professor assistente de anestesiologia e medicina da dor da Universidade de Washington, em entrevista ao site Bloomberg. 

Os primeiros testes com amostras reais, extraídas de contatos telefônicos feitos entre 2009 e 2017, tiveram 97% de acerto. Para desenvolver a tecnologia , pesquisadores utilizaram técnicas de machine learning e criaram um sistema dividido entre horas de gravações de respirações sem anormalidade e de pessoas prestes a terem um infarto. 

Alexa
Foto Unsplash

“Não queremos alertar serviços de emergência ou entes queridos desnecessariamente, por isso é importante reduzir nossa taxa de falsos positivos”, disse o autor do estudo, Justin Chain, que revelou que ainda serão feitos novos testes para garantir o sucesso do dispositivo e evitar possíveis erros.

A novidade da Amazon é apenas mais uma entre as muitas tecnologias adicionais que estão sendo desenvolvidas para a Alexia. Recentemente, especulou-se a possibilidade do assistente estar associado a um gadget de pulso ativado por voz e capaz de reconhecer as emoções humanas.

VOCÊ VIU?
Amazon: Alexa ultrapassa a marca de 80 mil habilidades de comando de voz

De acordo com informações do site Bloomberg, que teve acesso aos documentos do projeto, o dispositivo está sendo criado em parceria com a Lab126 – grupo responsável pelo hardware do telefone Fire da Amazon e do alto-falante inteligente Echo, e pela equipe do software de voz do Alexa. 

A ideia é que ele funcione como uma ferramenta de saúde e bem-estar no formato de aplicativo inteligente. Com a tecnologia, será possível identificar o estado emocional do usuário pelo tom de sua voz e, desta forma, aconselhá-lo, por exemplo, sobre a melhor forma de interagir com os outros. Até o momento a Amazon ainda não confirmou oficialmente sobre o projeto, que tem o codinome de Dylan e estaria em fases de testes. 

ENFERMEIRA?
Alexa
Foto Unsplash

Este ano, a Amazon marcou mais um golaço e anunciou que dispositivos da Alexa seriam instalados em 100 quartos do hospital Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles. O objetivo? Auxiliar em algumas demandas comuns dos pacientes internados, como chamar a enfermeira, pedir medicamentos ou mexer na televisão.

Como de praxe, tudo é feito via comando de voz e após a solicitação a Alexa consegue identificar o profissional mais adequado – seja ele um médico, enfermeiro ou assistente – e enviar um chamado via smartphone. Além disso, ela também funciona com suas habilidades usuais, como pedir informações sobre o tempo ou uma lista de tarefas, por exemplo.

SOBERANA

Levantamento recente da Kantar elencou as 100 empresas mais valiosas do mundo e a Amazon reinou soberana com valor de mercado de 315,5bilhões de dólares. É a primeira vez que uma empresa fora do setor de tecnologia alcança o topo da pesquisa desde 2006 (no ano passado, a Amazon estava na terceira posição).

Na sequência aparecem a Apple (US$ 309,5 bilhões) e o Google (US$ $309 bilhões), ambas com aumento de 3% e 2%, respectivamente (CLIQUE e veja o ranking completo). Este ano, a empresa fundada por Jeff Bezos em 1994 completa 25 anos.

Alexa

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]