Pesquisar
Close this search box.
/
/
A mudança que vem de dentro: é possível detectar internamente um motor propulsor de mudança e inovação?

A mudança que vem de dentro: é possível detectar internamente um motor propulsor de mudança e inovação?

Helena Foulkes, CEO da Hudson's Bay, faz grande apresentação no Shoptalk e revela como a empresa varejista detectou a força para mudar olhando para si mesma. Uma história inspiradora para os leitores de Novarejo

Em que momento uma empresa percebe que precisa mudar antes de ser atropelada pelas forças transformadoras? E onde encontrar forças e motivação para promover a mudança sem corromper os valores e os princípios que nortearam a evolução da organização? Helena Foulkes, CEO Hudson’s Bay Company encarou esse desafio à frente da Hudson’s Bay, varejista canadense, com lojas nos EUA, Bélgica, Alemanha e Holanda. Fundada em 1670, a empresa é uma das mais tradicionais companhias do globo, com mais de 340 anos de história e faturamento da ordem de US$ 3,9 bilhões. A CEO é a responsável pela estratégia global e as operações da empresa na América do Norte e Europa, incluindo a emblemática Saks fifth Avenue e a não menos importante Lord & Taylor.

Abusando do carisma, Helena falou com orgulho das marcas e negócios da Hudson’s Bay. Depois de uma experiência intensa na gigante CVS, maior rede varejista de farmácias do mundo, com faturamento superior a US$ 80 bilhões, a CEO diz que promover uma mudança profunda na empresa foi orientada por dois princípios: foco no cliente e maior responsabilidade na busca pela credibilidade desse mesmo cliente. Entregar experiência superior para o cliente não envolve simplesmente virar uma chave e esperar que o milagre aconteça. Helena afirmou que mudança vem de dentro e compreende, ser pessoal, falhar rápido e com custos baixos, juntar arte e ciência e priorizar os “game changers”. Ou seja, olhar para dentro, e ajustar a operação para ter coragem de mudar.

Cada marca foi trabalhada para enfatizar seus valores e sua identidade essencial com os clientes. Trabalhando todos os dados possíveis, Helena diz ver o desempenho das lojas Hudson’s Bay em um dashboard que mostra exatamente o que aconteceu com os clientes dia a pós dia. Ao analisar os dados, a executiva revelou que a empresa se surpreendeu ao saber que simplesmente 97% dos consumidores on-line da Hudson’s Bay gostavam e visitavam as lojas. Esse dado trouxe uma avenida de oportunidades para criar novas ofertas e ideias para os clientes.

Na Saks Fifth Avenue, o desafio compreendia atualizar uma tradicionalíssima loja de departamentos para este momento digital. Como seria possível reimaginar a experiência da Saks? Um novo design no primeiro ambiente da loja, agregando cores, claridade, amplitude para proporcionar um sentido de energia e descoberta frequente para os clientes. A loja da 5a Avenida ganhou luz natural e mais serviços, laboratórios e até mesmo uma “academia” facial onde mulheres recebem massagens de relaxamento e revigoramento do rosto.

Até mesmo os restaurantes foram modificados, em nome da recriação da experiência. Nada disso seria possível sem que a empresa olhasse e valorizasse os “game changers” existentes no time. Foram eles também que incentivaram a adoção de melhores instrumentos digitais, aplicativos que elevam a qualidade da personalização da experiência. A Saks criou também um clube de consultoria de moda, comandando por Becca Levy, que fornece dicas para as consumidoras em plataformas digitais. Outra iniciativa, foi remodelar a estratégia de uso do Instagram, a partir da parceria com Ricky Daveson, um influenciador que impulsiona de modo qualificado as novidades e hits fashion do sortimento da Saks.

Ao combinar essa sentido pessoal, métodos ágeis para testar inovações, buscar unir intuição artística e ciência de dados, a Saks promoveu o que Helena Foulkes chamou de “transformação radical”. Um exemplo. Que deve ser levado em conta por todas as empresas varejistas do Brasil nesse novo e momento promissor que o país começa a viver.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]