Pesquisar
Close this search box.
/
/
8 Segredos da cultura inovadora da Netflix, segundo a própria empresa

8 Segredos da cultura inovadora da Netflix, segundo a própria empresa

Martin Spier, da Netflix, contou os fatores que levam a empresa a ser uma das mais inovadoras do mundo. Você não vai acreditar no que a empresa faz!

Ele tem cara de gringo, nome de gringo, trabalha em uma empresa global, mas é brasileiro. Martin Spier é engenheiro de performance da Netflix. Em outras palavras, ele é um dos profissionais responsáveis pela velocidade com que entramos e assistimos ao conteúdo da maior plataforma de streaming do mundo. Basicamente, quando aquelas bolinhas aparecem rodando no meio da tela por muito tempo ou quando vemos a mensagem de que alguma coisa deu errado, ele é um dos culpados.
Spier esteve no RD Summit, evento de Marketing Digital e Vendas, que aconteceu na última semana em Florianópolis, e contou alguns fatores e segredos que tornam a Netflix uma das companhias mais inovadoras do mundo. E todos esses fatores passam por um grande driver: cultura.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
A companhia, que tem hoje 109 milhões de assinantes em 190 países, começou em 1997, postando DVDs pelo correio. A assinatura veio em 1999 e somente em 2007 a companhia iniciou seu serviço de streaming. A agilidade é, portando, uma das bases da cultura da companhia, segundo Spier.
“Essa cultura da empresa passa invariavelmente pelas pessoas. Sabemos que quando as empresas crescem, elas ficam mais complexas e em muitas empresas os talentos não acompanham esse crescimento. Resultado: tudo vira um caos. O que fazemos é justamente evitar o caos”, disse o executivo. Mas ele pondera: “sabemos que é uma cultura que não é para todo mundo. É uma cultura bottom-up e isso aumenta o nosso ritmo de inovação”, afirmou.
Veja o que a empresa faz para garantir processos de inovação consistentes:

1. Tomada de decisão

Na empresa, todos os funcionários têm liberdade para decidir qualquer coisa. “Você só vai consultar o gerente em caso de dúvidas”, contou Spier. Isso facilita a agilidade da empresa, mesmo com o tamanho que ela tem. “Sabemos que mudanças é a única certeza que temos. E fica difícil uma empresa com muitas amarras mudar”, disse. “Um dos segredos para evitar o caos é a liberdade”, completou.

2. Informação compartilhada

Todos, simplesmente todos os funcionários da companhia têm acesso a tudo na empresa – de informações macro até mesmo informações mais sensíveis de estratégia. “Evidentemente que a gente assina termos de confidencialidade, mas saber de tudo o que acontece na empresa coloca todos na mesma página e conseguimos criar o que é preciso para melhorar a experiência do cliente. Acesso às informações agiliza e facilita tomada de decisão”, contou.

3. Pessoas eficazes

Na Netflix uma regra é clara: pessoas com performance adequada recebem um ótimo pacote de benefícios para irem embora. “A ideia é dar espaço para pessoas excelentes. Pessoas altamente eficazes é que ficam”, disse. Ali, os gestores são estimulados a se perguntar se eles realmente lutariam por determinada pessoa. “A empresa contrata os melhores e monta um dream team”, disse.

4. A única regra é da autonomia

A companhia prima pela ausência de regras e burocracias e pela autonomia e autorresponsabilidade. “Na empresa não existe espaço para burocracias e processos que não agregam valor”, afirmou. Um exemplo: relatórios de despesas e reembolsos não precisam ser assinados por gestores. Se um funcionário precisar de um lap top novo, ele vai até a área e pega. Se tiver uma ideia que melhore a experiência do usuário, ele simplesmente faz e testa. A maioria das empresas simplesmente não confia nos funcionários que contrata. Isso não existe na Netflix. “Confiamos na capacidade de decisão das pessoas. Queremos grandes tomadores de decisão”, disse.

5. Onde o erro tem vez

A companhia não pune erros. Ao contrário: ela estimula testes e erros acontecem no meio do caminho. E tudo bem. O que vale são os resultados finais. A Netflix tem plena consciência de que processos de inovação não acontecem sem falhas no meio do caminho.

6. Você é o resultado que traz

Sabe aquelas estruturas verticais, com brigas por pequenos poderes e áreas? Na Netflix isso não existe. Lá, ninguém liga para cargos. “É sobre entrega. Você é conhecido pelo o que entrega. Todos têm um título similar”, considerou.

7. Salário importa sim!

Ao contrário do que muitas empresas pensam, salário importa sim – ainda mais para Millennials. E se a companhia quer os melhores profissionais, ela sabe que terá de desembolsar para isso. “Pagamos o topo do mercado pessoal desse profissional. Somos incentivados a fazer entrevistas para verificarmos o nosso valor de mercado e levar isso para negociação”, afirmou. Aumentos salariais são mais importantes que cargos. “Os aumentos salariais estão ligados aos novos skills que você adquire ao longo do tempo”, contou.

8. O tempo é seu, o que importa é o resultado

“Ao invés do gerente me dizer o que tenho de fazer, ele me pergunta o que eu gostaria de fazer e isso muda tudo”, disse Spier. Na Netflix, o resultado importa e, por isso, cada profissional é gestor do próprio tempo. Um exemplo: folgas e férias não são determinadas por ninguém. Os profissionais estabelecem quando vão tirar seu tempo livre e por quanto tempo. Ano passado, Spier tirou dois meses de férias para viajar e não precisou de aprovação de ninguém. “Você simplesmente sabe o que precisa entregar e entrega”, disse. “A Netflix contrata pessoas responsáveis. Contrata adultos”, ponderou.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]