Pesquisar
Close this search box.
/
/
4 recursos tecnológicos que surgiram na pandemia e vieram para ficar

4 recursos tecnológicos que surgiram na pandemia e vieram para ficar

Drones, impressões 3D e outras tecnologias facilitaram o combate ao vírus e devem seguir úteis mesmo após a pandemia

O uso de tecnologia no dia a dia das pessoas se intensificou desde o início da pandemia. Começando por recursos para proteção contra o vírus, até adaptação ao novo estilo de vida em isolamento social, todos os âmbitos da vida e setores do mercado – de hospitais ao varejo – passaram a demandar mais recursos tecnológicos e novas soluções. Nesse cenário, muitas empresas focaram em inovar para ganhar mercado.

Assim, uma série de invenções ou novas estratégias usando tecnologia contra a Covid-19 surgiram no mercado. As empresas passaram a investir em recursos para gerar maneiras mais eficientes, práticas e acessíveis para combater o vírus. E isso veio tanto para a comodidade de quem teve que ficar em casa quanto para os hospitais e agentes de saúde.

Nos dias atuais, um ano após a declaração de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o portal da Consumidor Moderno traz algumas inovações desenvolvidas por causa do vírus que vieram para ficar. Confira:

1. Impressão 3D dentro da saúde

Em um momento no qual os equipamentos de proteção individuais (EPI) estiveram em falta, em decorrência da falta de estoque, os recursos criados por impressão 3D se mostraram essenciais. Seja para a criação de face shields ou mesmo para recursos hospitalares, como válvulas para bomba de oxigênio, as impressões foram muito importantes durante a pandemia e a tendência é que continuem dessa forma.

A versatilidade fez com que essa ferramenta ganhasse novos olhos do mercado. Assim, as impressoras se tornaram aliadas do setor de saúde e é possível que novas invenções surjam a partir de modelagem 3D em um futuro bastante próximo. Essa mudança traz um novo horizonte para a saúde, principalmente porque pode reduzir o custo e o tempo de fabricação de determinados equipamentos.

2. Desinfecção de objetos e alimentos

Uma tecnologia nova no mercado foi a da startup UOVO Labs. Ela criou o UOVO, um eletrodoméstico que desinfeta objetos e alimentos. Por meio da luz UVC, a máquina consegue descontaminar diversos produtos contra inúmeros agentes que fazem mal ao corpo humano — entre eles o Sars-CoV-2 (vírus da Covid-19).

Um dos destaques da tecnologia foi justamente a percepção de que a luz UVC é capaz de higienizar as superfícies de forma mais eficiente, algo que pode ser bastante usado nos hospitais, restaurantes e salões de beleza, por exemplo.

Por ser um eletrodoméstico em formato de ovo, há bastante espaço para inserir os objetos para limpeza. A empresa destaca que o produto estará disponível no mercado a partir do dia 26 de abril de 2021 e que leva cerca de 3 minutos para descontaminar os itens desejados.

Essa inovação também garante que itens que podem ser levados a boca, dentro de casa, sejam mais bem desinfetados, evitando doenças que vão além da Covid-19. Um exemplo é a limpeza de mamadeiras, chupetas, carteiras, chaves etc.

3. Modificação de drones para transporte e controle público

Os drones também foram importantes durante a pandemia e trouxeram inovações permanentes. Em inúmeros países, tais como na China e Espanha, o uso das ferramentas foi feito pela segurança pública, para monitorar o acesso e a circulação de pessoas em espaços públicos. Em alguns casos, os drones emitem uma mensagem de voz para que as pessoas não se aglomerem e aumentem a taxa de contágio do vírus.

Além do monitoramento, também surgiu um espaço para que os drones servissem como transporte de itens essenciais, os “táxis voadores”. Um pouco diferentes dos demais, esses drones têm capacidade para transportar determinada pesagem de carga, o que trouxe uma imensa vantagem nos momentos mais intensos da pandemia. Um dos mais famosos, chamado de  eHang 216, é capaz de transportar até 140kg em trajetos de cerca de 30 km, tudo de maneira autônoma. A China, por exemplo, fez uso deles para transportar equipamentos de saúde, medicamentos e outros para hospitais.

A tendência é que esse tipo de drone seja cada vez mais utilizado para o transporte nos próximos anos.

4. Purificadores de ar potentes

Outra tecnologia que foi fundamental durante a pandemia — e seguirá no futuro mesmo sem o vírus — foi a mudança nos purificadores de ar, mais fortes e mais resistentes. Dado que o vírus é invisível a olho nu e circula pelo ar, esses aparelhos foram de suma importância para garantir que determinados encontros essenciais entre as pessoas pudessem ocorrer com mais segurança, como é o caso nos hospitais e salas de pronto socorro.

A vantagem dos purificadores é também usá-los, depois da pandemia, para uma melhor filtragem de espaços que gerem contágios a outras doenças, ou mesmo dentro de escritórios quando houver o retorno presencial, de forma a evitar enfermidades nos colaboradores.

Porém, vale ressaltar que o uso desses aparelhos não garante proteção total ao coronavírus, são apenas mais uma medida paliativa.


+ Notícias

Como a pandemia impulsionou a logística 4.0 e o que esperar para os próximos anos

As tecnologias emergentes que são essenciais para os negócios

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]