Pesquisar
Close this search box.
/
/
4 Características do varejo sem fronteiras

4 Características do varejo sem fronteiras

CEO apresenta aspectos do "comércio distribuído" durante evento em Nova York

Há apenas alguns anos a indústria estava animada com as vantagens da multicanalidade no varejo. No futuro próximo, contudo, varejistas de sucesso deverão focar menos em atrair clientes para seus pontos de venda, e mais em encontrá-los seja onde, quando e como eles estiverem dispostos a se engajarem.

Leia também:
3 Lições de inovação do fashion thinking

Mindy Grossman, CEO da HSNi, varejista norte-americana especializada em interações direct-to-consumer, e vice-presidente da cúpula de diretores da NRF, compartilhou com o mundo durante o Retail?s BIG Show da NRF sua visão de como será um “varejo sem fronteiras”.

Neste novo mundo do varejo ? que ela chamou de “comércio distribuído” ? o ponto de venda é cada vez o próprio consumidor. “O comércio distribuído é uma estratégia que permite que o consumidor comprar qualquer produto em qualquer lugar a qualquer momento. Chamamos este novo horizonte de ‘varejo sem fronteiras’, onde combinamos inovação e tecnologia para criar uma experiência contínua, sem atrito e de 360º graus para o cliente”, explicou Mindy no terceiro dia do evento, que terminou nesta quarta-feira (20) em Nova York.

Grossman destacou a proliferação do “botão comprar” por todos os dispositivos, redes sociais, canais de mídia e parcerias de criação como propulsor desta mudança, que eventualmente nos levará para o próximo estágio de crescimento para varejistas que souberem fazer isso com competência.

Veja a seguir quatro pontos que deverão moldar a distribuição e a forma com que as empresas do varejo irão se conectar com consumidores no comércio distribuído:

Leia também:
7 dicas para um pequeno varejo crescer

1) Independência de plataforma
O comércio distribuído permite que o comprador faça transações de uma maneira independente de plataformas e centrada no público. Para Mindy conseguir atender o cliente em qualquer lugar é crucial. Agora conseguir proporcionar o mesmo serviço, produtos e experiência seja qual for a plataforma ou canal é a saída para manter a identidade e integridade da marca num mundo cujo comércio será mais distribuído.

2) Histórias imersivas e engajamento emocional
A nova abordagem não favorece nenhum método ou canal de vendas: ao contrário, a ideia é buscar aumentar a base de clientes indo onde o cliente está. O comércio distribuído procura se afastar do modelo de venda direta para um formato indireto, ágil e transparente, criando uma experiência sem atrito para o cliente. Seja qual for a plataforma, o varejo sem fronteiras deverá contar histórias imersivas que envolvam personalidades e produtos pessoais rumo ao engajamento emocional.

3) Paixão será a moeda de troca
A visão de um varejo sem fronteiras não somente permite ao varejista ir além dos métodos tradicionais de venda como também que cada parceiro use melhor suas qualidades próprias e vantagens particulares. Neste novo mundo de comércio distribuído a paixão será a nova moeda de trpca, e o objetivo será engajar clientes através de experiências personalizadas e inspiradoras.

4) Relevante, pessoal e que valha a pena
O comécio distribuído irá derrubar as antigas barreiras do varejo e permitir que as marcas alcancem uma quantidade de clientes sem precedentes, o que também exige um grau de engajamento e relevância jamais visto antes. Não basta mais apenas monitorar consumidores que frequentam sua loja ou plataforma digital. O sucesso será medido pela habilidade da empresa de engajar clientes onde quer que eles estejam.

As empresas podem utilizar as técnicas mais modernas de medição e análise, e todos nós estamos familiarizados com a incrível quantidade de dados e estatísticas que podem ser obtidas, mas a chave é utilizar esses dados para gerar insights sobre o que constitui uma experiência que faça sentido para o cliente. Ao invés de utilizar dados simplesmente para julgar sucesso ou fracasso, eles deverão ajudar o varejista a avaliar o que o cliente considera relevante, pessoal e que vale a pena.

Por fim, a missão do varejo permanece a mesma: servir o cliente. Entretanto, ao aplicar paixão ao conceito de comércio distribuído é possível criar um nível sem precedente de intimidade e engajamento para o consumidor, aumentando cada vez mais a base de clientes e elevando a lealdade.

Leia também:
5 tendências para o varejo

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]