Pesquisar
Close this search box.
/
/
Wi-Fi livre: risco e oportunidade para as empresas

Wi-Fi livre: risco e oportunidade para as empresas

O fornecimento de internet gratuita e desbloqueada pode causar alguns transtornos para as empresas, com invasões e até problemas judiciais. No entanto, a tendência é uma oportunidade para que as companhias criem novos modelos de negócios

Wi-Fi livre é bom e todo mundo gosta. Mas muitas vezes a conta pode ser cara para quem fornece o serviço como cortesia. Isso porque muitas vezes precisam responder judicialmente por eventuais atividades ilícitas de clientes na internet.

Isso porque não temos um hábito que atualmente é muito importante, mas ignoramos: ler os termos de uso. E é isso o que faz com que nossos dados sejam acessados por inúmeras empresas sem que tenhamos conhecimento. E é o gargalo que pode enquadrar o fornecedor do Wi-Fi gratuito

As práticas são descritas nos termos de compromisso que costumam anteceder a autorização para permissão de acesso a redes de Wi-Fi. No entanto, escritórios de advocacia passaram a incluir as regras de acesso gratuito a redes sem fio na prática de “criminal compliance”, análise de quais atividades corporativas podem permitir atos ilícitos.

Muito se fala sobre a falta de segurança das redes abertas para o usuário, mas a verdade é que em volume as empresas podem perder muito mais. No contexto de violações e crimes de dados, com prejuízos de valores milionários, as empresas e instituições se preocupam cada vez mais pela proteção de seus sistemas. Estima-se que no Brasil perdem-se R$20 bilhões a cada ano.

O advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, Fernando Peres, alerta que no caso de alguém utilizar a conexão para cometer um ato ilícito, como por exemplo, enviar arquivos de pornografia infantil, e a rede estiver aberta para uso sem segurança com senha, o responsável poderá ser penalizado ele não terá a capacidade de indicar o verdadeiro responsável pelos acessos indevidos.

Para uma empresa que possui uma rede sem fio aberta para comodidade dos funcionários e clientes deve lembrar que usuários externos poderão também ter acesso, reitera o especialista. Caso o seu computador ou rede de sua empresa esteja ainda mal configurada ela poderá ser acessada, tendo o usuário de má fé acesso a arquivos e informações particulares.

Além da segurança

A cidade de São Paulo está espalhando hotspots de internet gratuita por toda a cidade. Outros municípios também fazem o mesmo, como São Vicente, no litoral de São Paulo e a capital pernambucana Recife.

Munidos de seus smartphones, qualquer um pode acessar a web, usar serviços de mensagens instantâneas e redes sociais para comunicar-se. Como ficam as operadoras de celular com essa tendência? Será que isso diminui a demanda de ligações e torpedos SMS?

Para a Claro, essa tendência não coloca seus negócios em risco. A empresa considera que o fato de o brasileiro ser um povo essencialmente comunicativo faz com que as empresas precisem, sim, ampliar seu portfólio.  Antes, as promoções incluíam apenas bônus de voz, tornando o uso de SMS caro, dificultando a disseminação do serviço. As pessoas preferiam falar a enviar Torpedo, principalmente porque falar era mais barato. Então a Claro passou a incluir o SMS nas promoções com ofertas cada vez mais agressivas, de forma que o serviço se tornasse mais acessível.

Com esse cenário, a Claro acredita que aplicativos ou serviços gratuitos de comunicação não impactarão o SMS no médio prazo. Deverá haver, sim, o convívio dos dois serviços, e o usuário poderá optar por aquele que for mais útil no momento em que estiver enviando uma mensagem.

As outras operadoras não se pronunciaram sobre o assunto.

 

* Veja mais na edição 188 da revista Consumidor Moderno.

 

Leia mais:

Reclamações mostram problemas, mas também mudança do consumidor

TIM atrai jovens em seleção mais disputada que vestibular

Mobilidade: o sucesso de fidelização para telecoms?

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]