Pesquisar
Close this search box.
/
/
Um olho agora, outro amanhã

Um olho agora, outro amanhã

Nada mais complexo do que pensar em marcas para quem só tem tempo para o que acontece agora

Cannes – França – “Longo prazo e curto prazo: paradoxos do storytelling moderno”, esse foi o tema do painel do Cannes Lions que abriu uma série de conteúdos destinados a abordar técnicas e metodologias para que os profissionais da economia criativa possam trabalhar com alto nível de performance mesmo sob pressão intensa.

O painel foi apresentado por Lionel Curt, CEO da MNSTR (agência francesa especializada em modelar estratégias de gestão de marcas e comunicação digital) e Stéphanie Eyherabide-Pennel, Vice-Presidente de Marketing Global da Playboy Fragrances.

A ideia geral é saber que estamos, como consumidores, procurando conteúdos novos a cada 15 minutos. E essa busca traz novos desafios para as marcas e agências. Como contar historias capazes de engajar consumidores em uma cultura que condiciona a audiência a ter sempre menos atenção?

Lionel iniciou sua apresentação defendendo a visão de sua agência: “a MNSTR é uma agência dedicada a criar e modelar estratégias de marca e histórias para plataformas digitais.” O executivo defende que é preciso é entender que todos participamos de uma cultura digital. E a criatividade foi impactada por essa mudança.

A partir de diversos exemplos, a apresentação chegou ao case da Playboy Fragrances, marca da Coty, uma das maiores empresas de cosméticos e beleza do mundo. Como uma marca com alguma fama, mas não exatamente charmosa Como é possível pode superar o paradoxo do storytelling moderno: contar histórias coesas, em uma paisagem fragmentado, repleta de mídias diversificadas, abordando micro-momentos e ainda assim gerar conteúdo significativo, expressivo e duradouro? A transformação social hoje está fundamentalmente relacionada à forma pela qual nos relacionamos com o tempo.

Lionel diz que é preciso saber contar histórias de forma fracionada, em pílulas, instantâneas, mas que no longo prazo formam um enredo que faça sentido para a audiência. “Não importa a geração a que você pertence, todos vivemos um estado de transformação permanente. É a cultura do instante. A sociedade ‘uberizada'”.

Uma sociedade em que 37% das pessoas se tatuam para serem diferentes.

Este é o paradoxo que afeta as marcas. Como criar estratégias de longo prazo para uma sociedade dedicada a viver no curtíssimo prazo e na busca da recompensa imediata?

Crédito: Jacques Meir
Crédito: Jacques Meir

Lionel e Stéphanie mostram como o case da Playboy foi construído em camadas: definição da mensagem, o que deve estar no centro do enredo a ser desenvolvido. Fundamental em uma sociedade com déficit de atenção. Na sequência, a estratégia demanda a identificação dos micro-momentos. O momento no qual a comunicação será consumida precisa ser pensado para assegurar efetividade. Por esse prisma, “o conteúdo é King, mas o contexto é King Kong”, defende o publicitário.

A ação construída para a Playboy usou e abusou de mensagens que se adaptam ao código do público. Memes, GIFs, malícia e sedução foram os pilares da história. E então, vimos a terceira camada: a mecânica, a busca por experiências imersivas e conteúdos facilmente compartilhados pelos consumidores, ou mesmo criados por eles. Finalmente, o storytelling precisa de proximidade. Ou seja, desenvolver-se em um ambiente ou em meios mais próximos dos consumidores.

Uma receita simples, a qual pôde-se adicionar propósito, para que a marca seja imediatamente identificada com causas justas. Mas quantas marcas estão realmente dispostas a contar histórias dessa maneira? A enfrentar o espaço digital em busca de engajamento e interação real com os consumidores? Em resumo, o modelo proposto pela MNSTR aponta para a disseminação de poucos valores, simples para muitos consumidores e poucos valores, mais consistentes e complexos, para influenciadores.

*Jacques Meir é Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]