Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como transformar um indivíduo em líder?

Como transformar um indivíduo em líder?

Liderar é algo que pode ser aprendido, mas a neurociência pode desempenhar um papel-chave nesse processo.

O líder orienta, incentiva, ajuda, inspira. O chefe manda, ameaça, busca culpados, cobra. O líder conquista autoridade. O chefe exerce o poder.

A internet está repleta de conteúdo apontando as diferenças entre essas duas figuras que não raramente, no dia a dia de trabalho de muita gente, se confundem. Uma imagem comum é do líder ajudando a equipe a executar uma ação versus o chefe com um chicote na mão açoitando seus funcionários.

Apesar de algum exagero nas comparações, o fato que é que liderar realmente não é simplesmente dar ordens e impor a própria vontade. Muita gente acredita que líderes são aquelas pessoas que já nasceram com a habilidade para conduzir outras e que quem não a possui está destinado a servir ou – no máximo – se tornar um chefe.

Mas qual o critério para identificar se o indivíduo é um líder?

Segundo Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, pós-doutor e PhD em neurociências, mestre em psicologia e chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, a liderança é um processo ligado à capacidade cognitiva e emocional da pessoa.

“O seu modo de agir e sua presença, pois um líder demonstra isso tudo através de seu modo de raciocinar, da sua postura corporal e da gestão de suas emoções”, diz o neurocientista. E quais são as características básicas de um bom líder? Para Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, as principais são: inteligência, capacidade de tomada de decisão, resiliência, controle emocional, poder de comunicação e presença.

No recém-lançado livro “Novas Tecnologias e as Competências Técnico-Científicos Nas Ciências Biológicas”, do qual é um dos autores, o neurocientista traz um estudo em que afirma que a neurociência pode ajudar no processo de transformação de uma pessoa com natureza servidora em líder. “A neurociência fornece diversos procedimentos e técnicas para que o indivíduo que deseja ser líder possa evoluir em habilidades relacionadas”, afirma.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

A liderança no genes pode ser despertada

Existem questões de ordem mental e corporal que influenciam na personalidade e comportamento de um líder, de acordo com a neuroleadership, a área da neurociência que estuda a capacidade de liderar, segundo Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues.

Seu estudo afirma que características genéticas podem afetar o desempenho da liderança e que características como o pensar de maneira mais assertiva, ter maior foco atencional e ser menos afetado por emoções, estão relacionadas com os genes (segmentos de DNA responsáveis pelas características herdadas geneticamente).

Os genes são uma parte importante no modo como uma pessoa age, pois podem ser precursores para a personalidade e, por outro lado, também causarem transtornos, impactando no modo como o indivíduo interage com os outros. Isso não significa, porém, que alguém que nasceu com determinada predisposição genética para certo comportamento não possa mudar ao longo da vida.

A chave para essa mudança está em um processo biológico chamado epigênese, que pode ser estimulado para promover mudanças na forma como a pessoa se comporta.

De forma simples, a epigênese é a capacidade de um gene mudar por efeito de influências ambientais. Essas mudanças podem ser positivas ou negativas, por isso o meio no qual a pessoa vive e os estímulos que recebem são tão importantes. “Os genes são ligados ou desligados conforme a interação do indivíduo com o ambiente”, afirma Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues.

Ou seja, de acordo com o estudo, mesmo quem nasceu sem uma predisposição genética para liderar pode se tornar um líder se for estimulado para isso. O componente genético já existe, mas está desativado, a tarefa é “acordá-lo”.

Conheça o Mundo do CX

Como se transformar em um líder

A capacidade de liderar (assim como a de realizar outras funções) vem de uma mescla entre habilidades desenvolvidas e hereditárias. Como explica o estudo de Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, alguns pontos não podem ser modificados, porém, é possível realizar um treinamento mental para interferir no padrão cerebral e fisiológico.

“A simples alteração de uma postura comum para a postura de poder, realiza uma transformação a nível de crenças, trazendo um comportamento mais assertivo e melhores habilidades sociais, impactando na produtividade em termos de liderança”, diz. “Ainda assim, liderança pode ser treinada e cultivada. Existem ferramentas para mapear genes, áreas de ativação e autotestes. E através deles, traçar novos horizontes em termos de desenvolvimento de liderança”, explica o neurocientista.

Na prática, quem quer se tornar um líder deve procurar melhorar seu raciocínio crítico, poder de comunicação e linguagem corporal. Jogos de lógica, jogos no geral, palavras-cruzadas, leitura, tudo isso pode estimular o córtex pré-frontal, responsável pela inteligência, o raciocínio lógico e os comportamentos. São práticas que ajudam uma pessoa a desenvolver a visão de liderança, de acordo com Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues.

Outro exemplo, é a introdução da pessoa a práticas terapêuticas comprovadas, como a psicanálise, visando trabalhar emoções. “Também testes de QI e personalidade auxiliam no diagnóstico e na estratégia de melhoria e evolução”, diz o neurocientista.


+ Notícias

Descargas de dopamina: como o vício em prazer afeta a experiência do cliente?

O que muda um hábito de consumo? Causas e efeitos no comportamento do consumidor atual

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]