Pesquisar
Close this search box.
/
/
O que profissionais mais valorizam no trabalho?

O que profissionais mais valorizam no trabalho?

Mais do que salário, colaboradores consideram flexibilidade, bem-estar e crescimento como importantes para a satisfação na carreira.

A satisfação no trabalho é um tema de grande relevância e frequentemente abordado. Diversos estudos revelam uma série de dados e fatores sobre a importância e a relevância de se buscar equilíbrio no trabalho, que promova a satisfação profissional e o bem-estar, e como isso pode impactar positivamente o desempenho de negócios das empresas.

Estudo da plataforma Futuros Possíveis, em parceria com a Opinion Box, por exemplo, revelou que embora o salário seja crucial ele não é o único fator determinante para a satisfação profissional. Os dados mostram que 40% dos entrevistados consideram a remuneração como o principal motivo para aceitar um emprego ou permanecer em uma empresa. Enquanto 74% afirmam que a satisfação no trabalho vai além dos ganhos financeiros. Isso indica que, embora a remuneração seja importante, outros fatores desempenham um papel significativo na motivação dos colaboradores.

Entre os fatores apontados no estudo, o horário flexível aparece como uma prioridade para 31% dos respondentes. A flexibilidade no trabalho permite que profissionais gerenciem melhor suas responsabilidades pessoais e profissionais, promovendo um equilíbrio saudável entre trabalho e vida pessoal.

A autonomia para exercer suas funções é outro aspecto relevante, mencionado por 30% dos participantes. A capacidade de tomar decisões e executar tarefas de maneira independente pode aumentar o engajamento e a sensação de realização no trabalho.

Já a possibilidade de crescimento na carreira foi citada por 23% dos entrevistados como um fator importante para a satisfação no trabalho. Além disso, ter um plano de carreira claro (18%) e um contrato CLT (14%) também foram mencionados, embora em menor grau.

Saúde mental dispara alertas

Interessante notar no estudo da Futuros Possíveis que uma esmagadora maioria, 84% dos respondentes, concorda que as empresas devem investir na saúde mental dos funcionários. Este percentual é ainda maior entre as mulheres (88%) em comparação com os homens (79%). Isso ressalta a crescente conscientização sobre a importância de um ambiente de trabalho saudável e o impacto positivo que ele pode ter na produtividade e no bem-estar geral dos colaboradores.

Para André Minucci, mentor de empresários, a satisfação no trabalho é multifacetada e as empresas precisam agora adotar uma abordagem holística para atender às necessidades dos funcionários. Aponta também que, embora o aumento salarial seja uma estratégia comum para reter talentos, não é mais suficiente por si só. “Os profissionais de hoje buscam mais do que apenas um bom salário”, afirma. “As empresas que conseguem criar essa cultura tendem a ter equipes mais engajadas e produtivas”.

Minucci ainda argumenta que “um treinamento de inteligência emocional permite que colaboradores lidem melhor com o estresse, se comuniquem de forma mais eficaz e resolvam conflitos de maneira construtiva. Investir em treinamentos nessa área pode melhorar significativamente a dinâmica da equipe e a satisfação geral no ambiente de trabalho”.

Um novo olhar organizacional

Já o estudo “Futuro do Trabalho: 20 Tendências para Você e Sua Empresa Navegarem”, realizado pelo ManpowerGroup em parceria com O Futuro das Coisas, aponta que cerca de 40% das habilidades essenciais dos profissionais em geral podem mudar nos próximos cinco anos, exigindo que as empresas adotem uma abordagem proativa na capacitação de seus funcionários.

Além disso, o estudo também salienta que 70% dos trabalhadores preferem modelos híbridos de atuação, combinando a flexibilidade do trabalho remoto com a interação do ambiente físico. A pesquisa mostra ainda que 83% das empresas estão revisando suas estratégias de bem-estar para incluir suporte à saúde mental, refletindo uma mudança significativa nas prioridades organizacionais.

De acordo com Bia Nóbrega, especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional com quase 30 anos de experiência, essas tendências revelam a importância de um olhar mais integrado e holístico para a gestão de talentos e a sustentabilidade dos negócios. “A transformação digital já aconteceu e as novas dinâmicas de trabalho estão redefinindo o comportamento do mercado. Por isso, as empresas precisam adotar estratégias que coloquem o bem-estar dos colaboradores no centro de suas operações. Flexibilidade, respeito e autonomia são fundamentais para retenção de talentos e produtividade”, diz.

Os dados do estudo ainda mostram uma nova motivação para quem encara o mercado de trabalho. Cada vez mais, a compensação total está se tornando menos monetária. Ou seja, embora a remuneração ainda seja importante, os funcionários estão valorizando outros benefícios, como acordos flexíveis – especialmente entre pais, mães e outros cuidadores –, oportunidades de educação e desenvolvimento de carreira, e um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional. “As empresas que investem no bem-estar dos seus funcionários não só atraem, mas também retêm talentos que agregam valor, resultando em melhores resultados e satisfação no ambiente de trabalho”, completa a especialista.

Aceleração digital

Sem dúvida, a pandemia foi um catalisador desse novo ritmo que presenciamos hoje, fazendo com que tendências que vinham se desenhando fossem aceleradas e colocando negócios frente a desafios nunca antes imaginados. Se há alguns anos as empresas se planejavam para ingressar e imergir na transformação digital em um futuro próximo, agora estratégias foram estruturadas e executadas em questão de meses.

“Empresas e colaboradores se viram obrigados a reavaliar suas prioridades e adaptar-se rapidamente às novas realidades. Essa mudança inclui a responsabilidade de criar uma presença mais holística e integrada com as comunidades e a sociedade”, pontua Bia Nóbrega.

Considerando o cenário macroeconômico desafiador e a desigualdade exacerbada pela Covid-19, a necessidade de um ambiente de trabalho que promova a saúde e o bem-estar aumentou. Grupos específicos, como mulheres e pessoas pretas, sentem de maneira ainda mais intensa os impactos, exigindo que organizações adotem políticas de diversidade, inclusão e equidade.

Já o envelhecimento populacional e a inclusão de diversos grupos no mercado de trabalho são vistos hoje como megatendências que oferecem tanto desafios quanto oportunidades. Essas ações não são apenas questões de responsabilidade social, mas também estratégias de negócios essenciais para manter os profissionais motivados.

Empresas que não estão conscientes da importância desses temas enfrentarão um futuro incerto em um mercado cada vez mais exigente e consciente. Além disso, as corporações se tornaram responsáveis por incentivar uma aprendizagem intencional, que ajude os profissionais a se manterem capacitados em um cenário de rápidas mudanças de habilidades essenciais.

“As organizações vão precisar se dedicar a múltiplas jornadas: enquanto olham e solucionam os desafios do dia a dia, devem estar atentas em se reconfigurar para superar barreiras”, conclui Bia Nóbrega. “É verdade que é uma questão de sobrevivência, mas vai muito além disso. Passamos por um novo espaço-tempo, com consequências de um período de pandemia e crise econômica e política, mas ainda pisando em ovos sobre uma instabilidade mundial e questões climáticas graves. Entender esses pilares significa também revisitar a contribuição da sua empresa com o planeta”.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]