Pesquisar
Close this search box.
/
/
The Last of Us: como adaptar a experiência do videogame para as telas?

The Last of Us: como adaptar a experiência do videogame para as telas?

The Last of Us chega na HBO Max em janeiro de 2023; veja o que os atores pensam sobre a série

No próximo dia 15 de janeiro, a aguardada série The Last of Us, estrelada por Pedro Pascal (Joel) e Bella Ramsay (Ellie), chega à HBO Max para virar de ponta cabeça as adaptações de jogos para às telas — essas que, na maior parte das vezes, costumam não dar tão certo.

Adaptar a experiência do jogo para uma série ou filme já se provou ser um desafio árduo que, pela diferença de dinâmicas, acaba tendo problemas na construção de um roteiro ou do uso de efeitos especiais. Foi assim com Street Fight, Mortal Combat, Silent Hill, Resident Evil, Tomb Raider, Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos e tantos outros.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Verdade seja dita: nem todo jogo tem um roteiro tão bem estruturado para funcionar em outra mídia. Mas isso vem mudando, a ver por Arcane e The Witcher, ambos da Netflix. E por isso que The Last of Us tem sido tão aguardada: o próprio jogo já traz um roteiro consistente e, para a série, a HBO encomendou uma equipe renomada de produção, direção e filmagem.

https://www.youtube.com/watch?v=pUke5mdoac0

Do console para o controle remoto

Em dezembro de 2022, para promover a série, a HBO trouxe o elenco de The Last of Us para a CCXP22. No Brasil, Pedro Pascal, Bella Ramsay, Gabriel Luna (Tommy Miller), Merle Dandridge (Marlene) e os cocriadores e produtores executivos da série Neil Druckmann e Craig Mazin falaram sobre o desafio de trazer às telas uma história tão delicada.

“Nós pensamos em como adaptar isso às telas, foi um trabalho longo. Mas sabíamos que seria assim, a história tem um enredo muito interessante. É bom porque o show foi feito por fãs e para fãs, nós temos muito carinho com The Last of Us, por isso nos debruçamos sobre o material, para fazer com que o público sinta o medo, as decisões de Joel e Bella”, afirmou Craig Mazin durante a coletiva de imprensa.

O principal foco de The Last of Us foi trazer algo nostálgico para quem joga — uma experiência fundamental nas adaptações desse tipo de mídia —, mas também explorar um novo formato dentro da série, com novos pontos de vista. No jogo, por exemplo, somente a visão de Joel é explorada, e trazer mais personagens traz uma nova camada ao enredo.

“Eu não consigo acreditar que conseguimos chegar até aqui, de verdade. Foi muito importante adaptar os pontos principais desse jogo, os favoritos dos fãs, mesmo que tenha sido desafiador para trazer uma adaptação boa, fidedigna a essa história”, comentou Pedro Pascal, que interpreta o protagonista Joel.

Leia também: CCXP: O evento que é movido e estruturado pela experiência voltou para casa

The Last of Us: emoção dentro e fora do jogo

Outro ponto importante para preservar o enredo do jogo e, ao mesmo tempo, trazer uma experiência cinematográfica à série, foi aproximar os momentos de interação dos dois principais personagens ao público, para que ao longo do seriado, seja possível entender melhor a relação de sobrevivência entre Joel e Ellie.

“Se ficou tão bom, é porque me senti a vontade com Pedro. É assustador começar esse projeto, porque ele tem muita emoção envolvida. Mas conseguimos passar essa sensação de The Last of Us para vocês, todo o medo e o sentimento envolvido”, salientou Bella.

“Estamos passando por essa experiência juntos, então eu tive uma ligação muito forte com a Bella, isso foi o propulsor para começar a nossa ‘caminhada’ pelo apocalipse”, acrescentou Pascal.

A série estreia no dia 15 de janeiro pela HBO Max, com um episódio por semana, liberado aos domingos.


+ Notícias:

CCXP: um evento que não é sobre engajamento, mas sobre devoção

O que podemos aprender com a CCXP para a experiência do cliente? 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]