Pesquisar
Close this search box.
/
/
3 técnicas de persuasão para fechar qualquer negócio

3 técnicas de persuasão para fechar qualquer negócio

"Da mesma forma que uma casa precisa de pilares para se sustentar, também a persuasão precisa de princípios sobre os quais o processo deve se estabelecer"

Desde os primeiros anos de vida aprendemos como negociar. Crianças estão sempre propondo acordos para que possam dormir mais tarde ou ganhar um brinquedo novo. No meu caso, tentava negociar uma mesada com a minha mãe, sob argumento que todo mundo na escola ganhava. Como ela não tinha condições financeiras, a resposta era a clássica: “Você não é todo mundo”.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Essa percepção me motivou a compartilhar algumas das técnicas de negociação que aprendi com o decorrer dos anos. Espero que essa nova visão contribua para romper um paradigma tão típico que observo em muitos que acreditam que para vencer uma negociação é preciso explorar e tirar proveito da outra parte.

Como negociar melhor com os pilares da persuasão

Da mesma forma que uma casa precisa de pilares para se sustentar, também a persuasão precisa de princípios sobre os quais o processo deve se estabelecer. Robert Cialdini, em seu best-seller “As armas da persuasão”, estabelece os seis princípios para conseguir exercer influência sobre outros: reciprocidade, compromisso e coerência, aprovação social, afeição, autoridade e escassez. Saber a forma e o momento para aplicar cada um dos elementos é o primeiro passo para aprender a negociar melhor.

Neste artigo iremos falar sobre 3 deles.

Negociar é uma arte: ceder faz parte!

Vamos dar mais um pulinho de volta à infância. Quando eu era criança e minha mãe me pegava no colo e fazia carinho nas minhas costas. Isso me fazia sentir vontade de ajustar meu corpo para me aproximar ainda mais dela. Assim funciona a reciprocidade: quando um bem é direcionado a nós, sentimos vontade quase imediata de nos aproximar e retribuir.

Agora pense em quando alguém sorriu para você. Provavelmente você sorriu de volta! A negociação é sorrirem juntos: duas pessoas que colaboram uma com a outra. Aí haverá quase 100% de chance de fechar o negócio, e de todos saírem satisfeitos. E muitas vezes essas vantagens não estão atribuídas a valores financeiros, já que o dinheiro é apenas um dos fatores, não é o único e nem o mais importante.

E o que acho mais bonito na reciprocidade é que sempre fica a sensação que está sendo realizado um trabalho conjunto, rumo a um propósito comum.

Faça o que digo, mas também faça o que faço

Desenvolvemos uma aversão imediata ao percebermos a incoerência entre o que alguém diz e o que realiza. E se isso é válido quando observamos o comportamento alheio, também é verdade quando somos observados.

Durante o processo de negociação é preciso ser muito coerente. Qualquer detalhe que aponte diferença entre as suas verdadeiras intenções e o que diz podem acabar com todo o progresso que foi conquistado até aquele momento. E isso é válido para todas as situações, não só nos negócios.

Coerência é uma atitude mágica. Gera admiração e abre portas. Especialmente quando assumimos compromissos. Vale sempre lembrar: só devemos prometer o que podemos cumprir.

Amigos, amigos. Negócios, não tão à parte

Sempre escuto a seguinte dúvida: “Tathi, como negociar com amigos?” A resposta é simples: utilizando afeição como princípio de influência. É muito mais fácil confiarmos em uma pessoa que gostamos. Obviamente não podemos acreditar que basta isso para realizar um acordo comercial.

Conheço uma mulher que sempre compra calças em uma loja específica, onde trabalha a Cláudia – e ela sempre procura a Cláudia. Mesmo que a atendente esteja com outro cliente, a mulher espera a vez para ser atendida. Isso porque elas desenvolveram relacionamento amigável desde a primeira visita à loja.

E isso é o Jeito Disney de Encantar. Uma das estratégias que Walt Disney sempre aplicou em sua empresa foi a de tratar a todos seus parceiros de negócios como velhos amigos, mesmo desde a primeira reunião. E não somente isso: quando fui à Disney, senti como se todos os colaboradores do parque fossem meus melhores amigos. Sempre dispostos a ajudar. Seus sorrisos, ao receber qualquer cliente, eram genuínos. É como se a presença de um cliente fosse, para eles, um presente.

Estabelecendo relações amigáveis você já terá realizado a parte mais trabalhosa de uma negociação: conquistar a confiança.

Negociação é uma técnica…

… recheada de elementos úteis. Mas, pode ser que elas ainda não causem o efeito que você espera. O motivo é simples: como toda habilidade, a negociação deve ser constantemente treinada.

Recomendo fortemente a leitura do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, de Dale Carnegie, para desenvolver um pouco mais a arte da persuasão. E lembre-se: aplicar essas dicas diariamente já resultará em uma melhoria considerável nos seus resultados. Mas se você deseja obter resultados realmente extraordinários, é preciso dedicar-se de forma extraordinária.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]