Pesquisar
Close this search box.
/
/
Sustentabilidade que se vê nos céus do país

Sustentabilidade que se vê nos céus do país

Iniciativa da Infraero levou para a reciclagem 45 toneladas de resíduos sólidos recolhidos em 10 aeroportos do Brasil durante o período de final de ano

Atualmente, em grandes centros urbanos do país, a geração de resíduos sólidos representa uma quantidade maior do que o crescimento da população. Em São Paulo, a média que cada cidadão produz é de 360 kg de resíduos por ano. A região metropolitana destaca-se por gerar mais de 20 mil toneladas por dia, representando 54% dos resíduos gerados no estado, sendo que apenas 1,6% é reaproveitado.

Em números, a quantidade estimada de materiais potencialmente reutilizáveis no estado é de 12.277,57 toneladas por dia, sendo que apenas 245,55 toneladas são encaminhadas à reciclagem diariamente. Com o objetivo de conscientizar a população e desenvolver a reciclagem no setor aeroviário do país, a Infraero, em parceria com a empresa de sustentabilidade Coletiva ? Ideias para o Futuro, lançou uma iniciativa que destina à reciclagem 100% dos resíduos sólidos gerados nos terminais de passageiros de dez dos mais movimentados aeroportos que administra no Brasil por meio de coletores equipados com painéis publicitários.

O projeto, que iniciou em novembro, levou para reciclagem 45 toneladas de resíduos só no período de final de ano. Este material foi encaminhado às 16 cooperativas participantes da iniciativa. Só no mês de dezembro passaram mais de seis milhões de pessoas pelos dez aeroportos, entre elas, passageiros de aviões, integrantes de tripulações, trabalhadores de estabelecimentos de comércio e de serviços, empregados e todos os demais usuários que transitam nos saguões de check-in, halls, terminais de embarque e desembarque, áreas de acesso às aeronaves (chamados de fingers), além de entradas e saídas dos aeroportos.

Outras empresas que representam o setor também assumiram o compromisso com a sustentabilidade, mostrando a importância de se criar projetos que protejam o meio ambiente. A Coletiva instalou 989 coletores equipados com painéis publicitários no Aeroporto de Congonhas (SP), no Aeroporto Internacional do Recife, no Aeroporto Internacional de Fortaleza, no Aeroporto Internacional de Salvador, no Aeroporto Santos Dumont (RJ), no Aeroporto Pampulha (BH), no Aeroporto Internacional de Cuiabá, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes/Manaus, no Aeroporto Internacional de Curitiba e no Aeroporto Internacional de Porto Alegre.

Com a parceria firmada com a Coletiva, válida até 2024, a Infraero se posiciona como uma das pioneiras entre as empresas públicas nacionais a se adequar à Lei Federal 12.305/10, que determina que, até o início deste ano, todas as corporações ? públicas ou privadas ? deverão dar um destino sustentável aos resíduos sólidos recicláveis que são gerados em suas dependências.

O trabalho da Coletiva para a Infraero inclui ainda a destinação dos resíduos recicláveis às cooperativas de catadores, promovendo a inclusão destas comunidades, que constituem importante pilar no desenvolvimento da sustentabilidade. Diariamente, as cooperativas também informam o volume de resíduos entregues a elas, tornando possível a mensuração do impacto do projeto.

As empresas interessadas em gerar benefícios ambientais e sociais podem investir no projeto e promover a ativação de suas marcas por meio dos 989 coletores instalados em pontos estratégicos dos aeroportos, que oferecem display digital ou estático para publicidade e informações de utilidade pública aos passageiros. A ideia é colocar à disposição da sociedade conteúdo relevante quanto à importância da separação de resíduos e de seu reaproveitamento, fornecendo dados que serão exibidos diariamente.

?Atualmente, os consumidores buscam empresas comprometidas com a sustentabilidade. Este projeto traz uma ação que gera muitos benefícios para o meio ambiente e para a sociedade, pois, ao implantarmos o sistema de coleta seletiva em dez aeroportos da Infraero, conscientizamos os usuários e destinamos corretamente os resíduos recicláveis às cooperativas de catadores, gerando renda e emprego, ao mesmo tempo em que os anunciantes patrocinadores garantem presença de marca e uma participação ativa na logística reversa desses locais? explica Diego Gomes Martins, CEO da Coletiva.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Leia mais:
10 aeroportos do Brasil reciclarão seus resíduos sólidos
Rota da Reciclagem completa seis anos com 880 mil acessos
BRF incentiva a reciclagem no Dia do Meio Ambiente
 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]