Pesquisar
Close this search box.
/
/
Smishing: você tem uma nova mensagem (maliciosa)

Smishing: você tem uma nova mensagem (maliciosa)

Smishing se tornou um dos principais tipos de golpes para o envio de links maliciosos e, assim, obter dados pessoais. Entenda

Há um tipo de ataque virtual de engenharia social que anda na moda entre os donos de smartphones e que muito provavelmente você ou um colega já teve contato – mesmo que ainda não saiba. Esse tipo de ataque ganhou o nome de smishing.

O nome smishing é um neologismo que combina as palavras SMS (a mensagem de texto presente nos celulares) com outra nova expressão do mundo digital, o phishing.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Em resumo, o smishing seria uma subcategoria de phishing, que, por sua vez, significa todo o tipo de ataque virtual na qual os criminosos se passam por uma pessoa, empresa ou ente público para manipular a vítima com a finalidade de obter informações. No caso especificamente do smishing, a mensagem maliciosa é enviada por SMS ou outro mensageiro de texto do celular.

“O criminoso executa o ataque com a intenção de coletar informações pessoais (como o número da conta bancária ou números de cartão de crédito) ou fazer a vítima clicar em links suspeitos. De posse dessas informações, os cibercriminosos podem realizar uma série de golpes, incluindo acessar contas bancárias ou clonar cartões, o que pode gerar perdas financeiras às vítimas.”, explicou Emilio Simoni, executivo-chefe de segurança da PSafe.

Por que o ataque no celular?

Existem diversos motivos que levam criminosos a tentar fisgar os dados pessoais das pessoas a partir do celular.

Um deles, segundo especialistas, é o tempo que as pessoas curvam (literalmente) suas cabeças na direção da tela do smartphone e passam horas atentas as informações que chegam no dispositivo.

De acordo com uma recente pesquisa feita pela empresa de análise de mercado digital App Annie, a média global de uso de celular foi de 4 horas por dia em 2021.

O Brasil está acima da média, e não apenas isso. Somos um dos líderes globais do levantamento, com um uso diário de aproximadamente 5 horas e meia. Isso representa quase um terço do dia de uma pessoa acordada – e que exclui, claro, as 8 horas de sono.

Essa imersão de horas no celular por dia interessa ao criminoso, pois isso aumenta a chance do sucesso no golpe. O passo seguinte é fazer o usuário olhar para o mensageiro de texto – o que também não é difícil.

Atenção com as mensagens

Grande parte das cinco horas e meia de exposição diário ao celular é direcionada para as redes sociais, mas os aplicativos de mensagens não ficam muito atrás.

Segundo uma pesquisa feita nos Estados Unidos pela Experian, jovens entre 18 e 24 anos enviam mais de 2.022 mensagens de textos por mês, o que dá uma média de 67 por dia. E isso sem esquecer das outras 1.831 recebidas, o que também acaba exigindo alguma atenção do usuário.

Criminosos contam com esse caos informacional, pois nele inserem mensagens maliciosas e torcem para que algum usuário descuidado clique em algum link malicioso ou envie espontaneamente os dados pessoais. E pode ter certeza: alguém vai cair.

Lugar certo, mensagem ideal

Por fim, existe a cereja do bolo de um golpe do tipo smishing: a própria mensagem.

Em fevereiro deste ano, o “golpe do dinheiro esquecido” era um tema em alta de phishing. “Nós identificamos 20 sites fraudulentos utilizando esse tema. Também tivemos algumas falsas premiações que surgiram próximo ao carnaval. Mas esses golpes também podem vir como um pedido de falsa atualização cadastral, resgate de pontos que estão a expirar ou link para um boleto falso”, explica Simoni.

Outro exemplo de golpe também se tornou comum: a oferta de emprego via SMS. Algumas mensagens são parecidas, sendo que uma das poucas diferenças é o nome da empresa que está “recrutando” o candidato.

Veja exemplos abaixo:

Para especialistas, a preocupação de segurança com o celular deverá ser a mesma que temos com o laptop. Não devemos clicar em links de remetentes desconhecidos, precisamos instalar antivírus e cuidado com mensagens com promessas estranhas.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  


+ Notícias

Incidentes de segurança digital e ataques virtuais marcaram o ano da cibersegurança no Brasil, em 2021

5 previsões de proteção de dados e cibersegurança para 2022

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]