Pesquisar
Close this search box.
/
/
Shows se dividem entre deixar e não deixar entrar com água

Shows se dividem entre deixar e não deixar entrar com água

Portaria do Ministério da Justiça autoriza acesso gratuito de garrafas de água de uso pessoal em shows no país, mas alguns eventos ainda restringem o acesso

Três grandes shows foram apresentados em São Paulo no primeiro fim de semana de dezembro. Sob um forte calor e sensação térmica de quase 40º graus, a entrada de água nos eventos continua a causar polêmica. No festival Primavera Sound, á agua foi distribuída gratuitamente. No Numanice, da cantora Ludmilla, o público se serviu de água nos bares espalhados no evento. Já no show do Grupo Amigos, que reuniu Zezé di Camargo e Luciano, Leonardo e Chitãozinho e Xororó, o acesso a água não estava facilitado.

No Primavera Sound, que ocorreu no Autódromo de Interlagos, a organização foi da Times for Fun, a mesma dos shows da Taylor Swift no Brasil. A empresa distribuiu garrafas de água flexíveis (squeezes), logo na entrada. Além da oferta de água o tempo todo, havia bebedouros e estações de hidratação no evento.

Na apresentação da Ludmilla, que ocorreu no Centro Esportivo Tietê, também houve distribuição de água. Para conseguir a bebida, a pessoa tinha que ir a um dos bares no local. Outra alternativa era pedir água a um ambulante. Já no Show dos Amigos, no Allianz Park, seguranças impediram o público de entrar com garrafas de água. Na ocasião, disseram que a água seria distribuída gratuitamente no local. Contudo, quem quisesse tomar água tinha que ir a um dos bebedouros, distantes do palco, segundo relatos dos participantes nas redes sociais.

Assunto do momento

A disponibilidade de água em shows e eventos ao ar livre vem se tornando tema de destaque e controvérsias, principalmente em dias de forte calor. O assunto ganhou força depois que a estudante Ana Clara Benevides, de 23 anos, passou mal e morreu por causa do calor na primeira apresentação de Taylor Swift no Brasil.

A medida é voltada exclusivamente para shows.

Portaria

A publicação da Portaria foi feita em resposta às denúncias referentes à falta de água no show da cantora norte-americana Taylor Swift. Em paralelo à Portaria, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/MJSP) criou um canal para o recebimento de denúncias de fãs que foram ao show da cantora Taylor Swift. Em seis dias, foram 1.445 denúncias, segundo a Pasta.

A proibição de acesso com garrafa de água liderou a lista de reclamações (992). Na sequência, ficou o fornecimento de água insuficiente f(889); a ausência de fornecimento de água (868); e o atendimento médico insuficiente (566). Os consumidores também mencionaram as dificuldades para obter reembolso ou entrar em contato com a empresa.

Ambiente fechado

As altas temperaturas também são sentidas em ambientes fechados, como centros de exposições, academias, lojas e casas de shows durante shows realizados ao ar livre. Além de incômodo, o calor excessivo por causar um desequilíbrio fisiológico que pode prejudicar o funcionamento de todo organismo, fazendo com que cérebro e coração não recebam oxigenação adequada.

Sabendo disso, João Paulo Picolo, CEO da NürnbergMesse Brasil, uma das maiores promotoras de eventos e congressos do Brasil, alerta que diante de uma situação climática extremamente sensível, é fundamental olhar com mais atenção para as pessoas que frequentam e trabalham com eventos que concentram grandes aglomerações. “Precisamos tomar cuidado para gerar um conforto maior para todos”.

Durante a montagem do Abrafati Show (Congresso Internacional de Tintas), promovido pela NürnbergMesse Brasil, uma forte onda de calor atingiu a cidade de São Paulo. Embora bebedouros estivessem espalhados pelo São Paulo Expo, a organizadora percebeu a necessidade de ter água “à mão”. “Por isso, disponibilizamos 100 caixas com água em pontos de fácil acesso como forma de respeito às pessoas que estavam ali trabalhando. Aumentamos, ainda, o contingente de limpeza e fizemos uma força-tarefa para que não houvesse dificuldade na realização do trabalho diante das altas temperaturas. A prioridade era prezar pelo bem-estar de todos”.

Os participantes receberam café e água durante todo o tempo durante o Congresso, de 21 a 23 de novembro.

O Procon-SP, em nota, salienta o seguinte: “O público pode levar um suprimento pessoal de água – resguardadas as normas de restrições e de segurança em relação ao tipo de embalagem”. O órgão requer que as empresas facilitem a identificação da bebida e amplie o acesso a ela, “especialmente nas áreas de maior concentração de pessoas nos locais dos eventos”.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]