Pesquisar
Close this search box.
/
/
Saúde mental dos líderes: precisamos falar mais sobre isso

Saúde mental dos líderes: precisamos falar mais sobre isso

Reuniões, metas inalcançáveis, sem tempo para descanso e lazer; estariam os líderes sem espaço na agenda para olharem para si mesmos?

Já faz um tempo que o papel das lideranças na manutenção da saúde mental e bem-estar dos colaboradores é um dos principais assuntos nas empresas. De acordo com uma pesquisa feita pelo Workforce Institute – que entrevistou mais de 3000 pessoas em dez países – as lideranças impactam mais a saúde mental dos colaboradores (69%) do que terapeutas (41%) e tanto quanto um cônjuge ou parceiro amoroso.

Os números são preocupantes, e indicam que os cargos de gestão também sofrem com pressões para atingir metas e resultados, além do aumento da responsabilidade que é manter a produtividade do time. Com rotinas tomadas por reuniões, metas inalcançáveis, sem tempo para descanso e lazer, os líderes veem sem espaço na agenda para olharem para si mesmos.

Diante deste cenário, Carine Roos, mestre em Gênero pela London School of Economics and Political Science – LSE e CEO da Newa, empresa de consultoria especializada em DE&I e saúde mental para as organizações, aponta 3 ações que as empresas podem investir para ajudar na saúde mental dos líderes.

1- Terapia como benefício corporativo

Em alguns casos, o líder só precisa que alguém escute seus problemas sem necessariamente oferecer soluções. Isso também pode servir de estímulo para que outros colaboradores procurem a terapia como forma de cuidado com a saúde mental, sendo um benefício que deve ser estendido a todas as pessoas da organização.

2- Mudança na cultura corporativa

É preciso oferecer um ambiente seguro para que o gestor consiga ser vulnerável com outros líderes ou até mesmo com o RH, onde deveriam encontrar um tratamento humanizado e inclusivo. Conforme os gestores mostram que a empresa é preocupada com o tema e está disponível para todos, essa cultura de cuidado floresce entre os colaboradores.

3- Investimento em capacitação de gerenciamento das próprias emoções

Promover workshops e treinamentos sobre saúde mental para estimular a autoconsciência sobre as próprias emoções para conseguir identificar os momentos de exaustão e de ansiedade.

Investir em saúde mental é bom para todos

Além de promover um ambiente mentalmente saudável, o investimento na saúde emocional e mental dos colaboradores representa um ganho econômico para as empresas. Segundo um estudo feito este ano pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), transtornos mentais como burnout e a ansiedade têm impacto na produtividade das companhias e são causa da redução de 800,7 mil empregos gerados no país por ano. Em massa salarial, a perda chega a R$ 164,7 bilhões.

“É mais produtivo para as organizações investirem em prevenção do que afastar o colaborador das suas atividades, especialmente os líderes, que gerenciam um time inteiro. Líderes felizes e saudáveis, lideram times engajados e prósperos”, conclui Carine Roos.

Para líderes e executivos C-level, o enfrentamento diário de escolhas e decisões complexas e cruciais acabam potencializando essa sobrecarga mental. Para se ter uma ideia, uma pesquisa recente do Gartner apontou que, até 2025, cerca de metade dos líderes de Cibersegurança, uma das áreas que sofre grande pressão das empresas por conta da vulnerabilidade digital dos dias atuais, irão para outros cargos. Outros 25% desses profissionais migrarão completamente de área devido ao estresse relacionado à própria atividade.

O dado corrobora os de outra pesquisa, conduzida em 2022 pela Deloitte e Workplace Intelligence com 2.100 entrevistados de quatro países. Segundo esses dados, 70% dos executivos pensavam seriamente em buscar um emprego que melhor apoiasse seu bem-estar. A grande maioria desses executivos (81%) disseram que melhorar seu bem-estar seria mais importante do que avançar no trabalho.

Fica claro que a saúde mental não só compromete nossa condição física como nossas escolhas e nossos resultados dentro de uma empresa. A saúde mental é o alicerce para edificações de sucesso na vida pessoal e profissional e é preciso redobrar a atenção para pontos sensíveis como  carreira e o apoio da própria organização para superar estes desafios.

São questões que muitas vezes ficam à sombra de estratégias e processos que colocam outros temas como mais importantes para o bom desempenho do negócio. Saúde mental deve ser tratada com seriedade pelas empresas e não pode ser camuflada por um falso comprometimento com os pilares ESG que só servem para informes publicitários e relatórios para stakeholders. Como todos nós sabemos, antes de qualquer resultado, uma empresa é feita de pessoas.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]