Pesquisar
Close this search box.
/
/
Procon SP extingue recurso na reclamação fundamentada. Medida pode acelerar fiscalização nas empresas

Procon SP extingue recurso na reclamação fundamentada. Medida pode acelerar fiscalização nas empresas

A portaria será publicada nesta terça-feira no Diário Oficial e extingue a fase de recurso no processo de reclamação fundamentada. Entenda

Nesta terça-feira (24), o Procon São Paulo publica uma portaria que, entre outras coisas, pode acelerar o processo de inclusão de uma queixa no ranking dos fornecedores mais reclamados e apressar a “visita” de um fiscal na empresa incluída no cadastro de reclamações fundamentadas.

Atualmente, segundo explica Guilherme Farid, diretor e chefe de gabinete do Procon São Paulo, o processo de uma reclamação dentro do Procon é moroso e muito burocrático.

Hoje, esse processo é dividido em três etapas em São Paulo. A primeira fase é a CIP (Carta de Informações Preliminares), uma espécie de fase de conciliação entre empresas e clientes que dura 10 dias. Estima-se que 80% das reclamações encaminhadas ao Procon SP  nesse momento.

Os outros 20% são distribuídos entre a segunda e terceira etapa, sendo que a última é a fase recursal. É justamente a fase derradeira que o Procon vai eliminar, motivado principalmente pelas insistentes respostas do tipo “copia e cola”.

Mesmo texto, mesma data

Segundo Farid, as empresas se habituaram a enviar uma mesma resposta nas três etapas do processo de reclamação fundamentada. Hoje, essa prática, de tão comum, virou a regra no Procon.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

“A utilização do mesmo argumento é a regra. O que acontece é o seguinte: pelo desenho processual estabelecido na área de atendimento, a empresa apresentava três vezes o mesmo documento em cada passo processual. Era o mesmo documento na etapa de CIP, de reclamação fundamentada e na recursal. Era o mesmo documento. Empresas sequer trocavam as datas. Esse é o cenário comum, é a regra de hoje”, explica.

Na avaliação de Farid, algumas empresas utilizam a fase recursal para atrasar tanto a inclusão da queixa no cadastro da reclamação fundamentada quanto a possibilidade de ser visitada por um fiscal.

“A gente constatou que o procedimento de atendimento é engessado dentro de uma burocracia desnecessária, que hoje serve mais ao fornecedor do que ao consumidor”, explica.

Isso não é um procedimento administrativo

Na avaliação de Farid, empresas não aproveitam a oportunidade para responder a demanda do consumidor ao enviarem uma resposta repetitiva. Dentro desse cenário, esse processo se torna desnecessário.

O Procon, então, consultou a Procuradoria Geral do Estado e outros órgãos de controle das ações administrativas para mudar o processo. No fim, os órgãos deram o sinal verde para o Procon encerrar a fase de recurso justamente porque não existe um processo administrativo, ainda mais porque, segundo Farid, não há efetivamente uma punição.

“Alguns equivocadamente entendem como punição a inclusão no cadastro da reclamação fundamentada. Na verdade, nunca houve punição porque a inserção no cadastro não é uma punição. Punição é o que está previsto no (artigo) 56 do CDC e ela começa com multa”, explica.

O Procon, então, decidiu encerrar a fase de recurso. E é basicamente isso que estará no Diário Oficial de amanhã.

E o que muda, afinal?

Basicamente, a grande mudança é que a queixa será incluída no cadastro de reclamação fundamentada em menor tempo. Isso deve aumentar a quantidade de reclamações que o Procon recebe e divulga no fim do ano.

Hoje, as duas primeiras etapas do processo de reclamação fundamental, somadas, duravam 45 dias. Já a fase recursal não tem um prazo definido por norma, pois depende de uma análise de um dos técnicos do Procon. Pelo grande volume de recursos em análise atualmente, estima-se que o tempo médio de apreciação seja de seis meses.

De acordo com Farid, para o consumidor, a grande vantagem será uma resposta final muito mais rápida. Além disso, existe a expectativa que a medida diminua o número de respostas repetitivas enviadas pelas empresas e que se tornou uma regra nesse processo.

“Para o Procon, uma das mudanças é que as reclamações classificadas como fundamentadas e não atendidas serão encaminhadas mais rapidamente ainda para a diretoria de fiscalização”, afirma Farid.

 Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Por que o novo decreto do SAC poderia ser chamado de lei da omnicanalidade?

Como está a cibersegurança dos aparelhos de celular?  

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]