Pesquisar
Close this search box.
/
/
Pets: confira as maiores tendências dessa indústria

Pets: confira as maiores tendências dessa indústria

A geração dos Millennials transformou a forma como nos relacionamos com animais de estimação. Alimentação orgânica, dispositivos tecnológicos e tratamentos à base de canabidiol são algumas novidades que a indústria tem a nos oferecer

Michelson Found Animals, uma organização sem fins lucrativos de bem-estar animal, realizou uma pesquisa com mais de mil donos de cães e gatos a fim de mapear as tendências de futuro da indústria de pets para 2019 e além.
A pesquisa concluiu que tecnologias inteligentes, terapias alternativas e comida de verdade serão cada vez mais observadas de agora em diante. Não por coincidência, esses assuntos são mais frequentes, também, na própria vida dos humanos.
De acordo com uma pesquisa de 2018 da Associação Americana de Produtos para Animais de Estimação, somente nos Estados Unidos, quase 85 milhões de famílias têm animais de estimação – número que cresceu de 56% para 68% de 30 anos para cá. No Brasil, o Censo Pet de 2018 contabilizou um total de 139,3 milhões de bichos em lares brasileiros, sendo que 50% desse montante se encontra na região sudeste.

Mais gatos e pequenos animais

pets
Foto Unsplash

O Censo também aponta que o crescimento de residências com gatos como animal de estimação cresceu 8,1% de 2013 para cá, e foi o maior índice de crescimento entre todos os animais. Outros bichinhos de pequeno porte, como peixes e roedores, também tiveram um alto crescimento, entre 5% e 6% no mesmo período.
Essa mudança de perfil se deve não somente ao memes de gatinhos que tomam conta da Internet, mas pelo maior número de pessoas morando em espaços pequenos, sobretudo nas grandes cidades, além da grande correria do dia a dia, que demanda companhias mais fáceis de cuidar.
Através desses dados, é possível prever uma ampliação e surgimento de novidades nas áreas exclusivas para gatos em pet shops, supermercados e centros veterinários que, na maior parte das vezes, no Brasil, tendem a ser dominados por produtos caninos.
Foto Unsplash

Humanização dos pets?

Aimee Gilbreath, diretora executiva da Michelson Found Animals, comenta sobre a disposição de trazer elementos mais semelhantes aos processos humanos aos nossos companheiros domésticos:

“Os animais de estimação trazem tanta alegria às nossas vidas, que faz sentido que os tratemos como a nós mesmos. Mas isso vai muito além da humanização dos pets; essas previsões são sobre pessoas que estão alavancando tendências emergentes para tornar mais fácil ser um bom tutor, e cuidar da melhor forma possível de seus bichos de estimação. A tendência macro de saúde e bem-estar, e o número crescente de millennials que são donos de pets, estão mudando a maneira como cuidamos de nossos animais.”

A revista Internet Business Times, em uma nota sobre tendências futuras para a indústria de animais domésticos, complementa a ideia de que millennials são os melhores donos de animais já vistos, graças ao interesse tardio na constituição de família humana. Isso leva ao desenvolvimento de um elo mais profundo com os bichos como alternativa para companhia e troca de afeto e, consequentemente, uma exigência maior no tratamento e qualidade dos produtos oferecidos.


Foto Unsplash

Dentre as tendências tecnológicas que estão surgindo, e que devem se expandir nos próximos anos, estão:

  • Câmeras de monitoramento para vigiar e conversar com animais enquanto fora de casa;
  • Brinquedos inteligentes;
  • “Uber” pet, que transporta animais para creches ou clínicas;
  • Aplicativos de gestão da nutrição animal;
  • Lojas ou centros veterinários móveis;
  • Telemedicina veterinária;
  • Microchips veterinários;
  • Rastreadores de atividade e localização.

Pet food

A principal tendência para o mercado de alimentação é a redução do consumo de rações secas, sobretudo as que contém altas taxas de sódio e corantes, e a substituição por alimentos frescos e mais semelhantes às necessidades naturais.
Manter uma nutrição orgânica e balanceada para pets pode ser difícil e muito caro mas, segundo a Internet Business Times, é o segmento que mais cresce nessa indústria, e o que os consumidores estão dispostos a investir valores mais altos. Também está crescendo a demanda por complementos à alimentação básica, como vitaminas e suplementos alimentares.

Foto Unsplash

Tratamentos alternativos

Segundo a Pet Product News, donos de animais de estimação que utilizam terapias complementares para si têm uma tendência maior a buscar esses serviços a seus pets. Tratamentos à base de canabidiol (CBD), por exemplo, são uma tendência emergente na medicina humana, e também na medicina animal, com 74% dos pacientes da substância tendo utilizado, também, em seus pets, que demonstram um ótimo efeito, principalmente, em animais sênior. O CBD, na medicina veterinária, tem a função de reduzir picos de estresse, reduzir inflamação e tratar dores crônicas.

Outras terapias, como massagens, quiropraxia, fisioterapia, hidromassagem e acupuntura também têm sido cada vez mais visadas na indústria animal.


Já segue a CONSUMIDOR MODERNO no Instagram?


LEIA MAIS

Pets: dicas de passeios, presentes e curiosidades

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]