Pesquisar
Close this search box.
/
/
Pet techs ampliam gama de serviços com foco na experiência

Pet techs ampliam gama de serviços com foco na experiência

Segmento vive expansão e há cada vez mais oportunidades para novos negócios que aliam tecnologia aos cuidados com pets

Na rua, nos parques e nas janelas, é fácil ver pessoas com seus cachorros, gatos e passarinhos. Segundo o Instituto Pet Brasil (IPB), o país é o terceiro do mundo em animais domésticos. A população de pets no país é estimada em 149 milhões, entre cães, gatos, peixes ornamentais e aves. Por eles, a indústria pet movimentou R$ 51,7 bilhões em 2021.

Seguindo a tendência de digitalização do consumo, empresas de tecnologia desenvolveram produtos inovadores e soluções em serviços, que incluem delivery, cuidadores e até planos de saúde. São as pet techs: startups que focadas em atender toda esta cadeia, de produtos a serviços voltados aos bichinhos.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Em 2021 o segmento fechou com um faturamento de R$2,8 bilhões. Uma das empresas que surgiu e cresceu neste período é a Pet In Time, app criado para conectar consumidores a empresas, especialmente em horários ociosos.

Experiência norteia desenvolvimento de pet techs

“O setor de serviços, principalmente, sofre com a sazonalidade da ocupação ao longo dos dias. Pensando nisso, começamos a desenhar um aplicativo para unir uma gama de lojas e ocupar esses horários ociosos em troca de descontos para o consumidor”, explica Rodrigo Marzagão, co-fundador da Pet in Time.

O app foi validado com muita calma, e incubado em uma venture capital para escalar a operação. A CVB nasceu com a ideia de uma empresa que existe há 75 anos, parceria do Ibama, pensando em inovação para junto com um fundo de investimento com olhar para mercado pet. Isso porque o mercado pet tech está aquém de ser digital. Para Alaíde Barbosa, CEO da Capri Venture Builder, ainda há muitos dores para serem atendidas e pouca visibilidade para as pet techs.

“Ainda há muito a ser criado no mercado pet. Temos ido a universidades, incubadoras, onde começo o relacionamento, avaliando as ideias e dores que essas startups estão buscando atender”, destaca Alaíde Barbosa.

Leia Mais: O que podemos aprender sobre o atendimento ao cliente com o setor pet?

A Dr Mep sentiu na pandemia de formalizar esse tipo de atendimento que já existia pelo WhastApp, pelo telefone, mas ainda não era legalizado. No aplicativo, veterinários dão teleconsultas e teleorientações aos tutores, que pode incluir análise de exames e encaminhamentos a clínicas especializadas, com o acesso unificado ao prontuário do animalzinho. Cabe destacar que caracteriza uma teleconsulta quando há prescrição médica, se não, trata-se de teleorientação.

“É um mercado muito novo, mas que vivenciamos durante a pandemia. Há ainda uma dúvida muito comum entre veterinários e tutores, mas temos tido um retorno muito bom especialmente os profissionais. Para os tutores, estamos na fase de convencimento da experiência, e desenvolvemos uma plataforma intuitiva que tem chamada de vídeo, de texto, acesso ao prontuário, com suporte pós-consulta no WhastApp”, enumera Nathalia Lubini, CEO da Dr Mep.

Outro diferencial do app veterinário é exatamente a experiência omnichannel. A parceria com hospitais vai do digital para o físico. “Temos clínicas parceiras e laboratórios para recomendar por especialidade ou proximidade quando for o veterinário no Dr Mep avaliar que é necessário encaminhar para o presencial”, relata Nathalia Lubini, com o benefício de já ter um prontuário iniciado e a conveniência de não precisar pagar duas consultas.

Conheça o Mundo do CX

Ecossistema de valor

A Dr Mep é uma das incluídas no portifólio da CVB, para construir a quatro mãos o crescimento da startup do segmento das pet techs. O primeiro passo, fala Alaíde Barbosa, é a abertura da empresa. “Acreditamos que o mais importante é ela ter clientes, emitir nota fiscal, o que mostra que a startup está se validando no mercado, o que atrai investidores”.

O projeto prevê a entrada de até 30 startups ao mesmo tempo, sete por ano. Elas têm 4 anos para performar, desde a ideação até escalar o negócio. O trabalho envolve o apoio a todas as verticais de construção de uma empresa, marketing, jurídico, treinamento de vendas, análise de indicadores. “É importante ter foco, e é difícil colocar isso na cabeça dos empreendedores e dos investidores-anjo, por isso acreditamos que a startup não tem que ser um pedinte, tem que ter vida própria para atrair investidores”.

Leia Mais: 7 startups que inovaram na experiência com o cliente

A Pet in Time é uma das empresas que já está escalando, com quase 300 parceiros em todo Brasil. A busca de valor da empresa focou na experiência presencial, mas organizada digitalmente, para se diferenciar dos vários marketplaces já consolidados no mercado. O ecossistema da Pet in Time inclui de pet shops a dog walkers, day cares e espaços não totalmente voltados ao segmento, mas que são pet friendly, como hotéis e restaurantes.

“São serviços presenciais, que agregam valor, e a equipe de vendas eleva o ticket médio ao trabalhar produtos agregados, assim como é importante para os tutores terem acesso às melhores ofertas e serviços com comodidade e conforto”, reflete Rodrigo Marzagão.


+ Notícias

Mulheres se candidatam mais e estão ganhando melhor no setor de tecnologia

Como criar produtos que as pessoas amam

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]