Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como a Pernambucanas revolucionou a segurança digital com biometria facial

Como a Pernambucanas revolucionou a segurança digital com biometria facial

Um olhar atento ao jogo: Sérgio Borriello, CEO da Pernambucanas, comenta os avanços na digitalização da marca

É notório como a pandemia acelerou a digitalização das empresas, sobretudo as grandes varejistas. Desenvolver projetos internos para não só fazer com que as empresas funcionassem do lado de dentro, como também do lado de fora, em uma atuação do direta com o consumidor, foi fundamental para prosperar nos negócios — isso, claro, feito com muita segurança digital e proteção de dados. Algo que a Pernambucanas entendeu muito bem.

Nesta última terça-feira (07), Sérgio Borriello, CEO da Pernambucanas, comentou um case de sucesso da companhia que mudou (e muito) a forma como a marca interagia com seus colaboradores e clientes. Trata-se da digitalização da empresa como um todo e da implementação da biometria digital para emissão instantânea do cartão de crédito da Elo. O debate aconteceu no Summit Identidade Digital, uma iniciativa da Unico.

Na iniciativa, Borriello destaca que a biometria facial veio como uma alternativa para facilitar todos os processos dos clientes e até mesmo dos colaboradores, sobretudo para uso mais financeiro dentro do aplicativo da loja. “Em 2016, nós começamos a pensar melhor na coleta dos dados e do uso da biometria facial. E, no começo, eu achei que isso poderia ser um pouco invasivo, essa necessidade de tirar uma foto, de ceder dados, ainda mais agora com toda essa discussão, LGDP etc. Mas hoje, nas lojas, vejo que se tornou algo até positivo, as pessoas se arrumam para tirar essa foto e confiam em nós”, explica o CEO.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 

A evolução da experiência com segurança digital

Para que essa plataforma fosse ao ar, explica Borriello, muitos processos foram necessários. E isso veio desde entender a necessidade de urgência do cliente, que já não tem mais tanto tempo para parte dos processos burocráticos das lojas físicas, como também como um novo fator de encantamento de toda a jornada. “É claro que precisamos tomar um super cuidado com o uso da biometria facial, justamente para não usar essa foto sem a devida e consciente aprovação do cliente, mas por outro lado, ele tem nos ajudado muito para que a jornada seja absolutamente fantástica. No fim, percebemos que além de melhorar a experiência, deixa-la mais fluida, isso também aumentou a nossa transparência e segurança digital ao consumidor”, acrescenta.

Conheça o Mundo do CX

Além disso, todo o processo de digitalização da jornada do cliente Pernambucanas também revolucionou a forma como o consumidor tem se relacionado com a marca, sobretudo nas unidades físicas. Via de regra, a biometria facial e o acesso aos dados do cliente acabam agilizando a jornada, bem como deixá-la mais personalizada. “Toda vez que você tiver uma identificação antes de começar uma operação, seja ela qual for, ela facilita na oferta e, na verdade, em todo o resto. Se o nosso cliente baixa o nosso aplicativo e se identifica ali, nós reconhecemos quem ele é e quais são as preferências dele dentro da Pernambucanas, todo o processo fica mais exclusivo, personalizado e fluido”, complementa o CEO.

Leia mais: Pernambucanas lança chip próprio de telefonia móvel

Uma operação que só funciona com a integração entre cliente e colaborador

Ainda que toda a digitalização tenha como prioridade o cliente, a verdade é que a Pernambucanas desenvolveu uma série de ações em prol do colaborador nos últimos dois anos, sobretudo para criar alternativas mais digitais, ágeis e integradas com a jornada como um todo — tanto do colaborador quanto do consumidor.

Para tanto, a fim de deixar a comunicação interna ainda mais interconectada e, com isso, aprimorar a experiência do cliente, Borriello comenta que a Pernambucanas criou uma universidade digital para atender algumas das demandas dos colaboradores e, ao mesmo tempo, evoluir suas carreiras profissionais.

“Uma das coisas que nós fizemos foi essa digitalização interna da empresa, criamos uma universidade digital, disponível para os mais de 14 mil colaboradores, e nessa universidade digital nós criamos cursos de formação para as pessoas, que eram obrigatórios dentro da Pernambucanas para crescimento de carreira, e isso tudo faz com que todos os processos acabem digitalizados“, pontua.

Leia mais: Pernambucanas lança coleção-cápsula sustentável

De acordo com ele, essa é uma maneira bastante acessível de tornar a jornada mais fluida. “A jornada do cliente e a jornada do colaborador interagem, elas se complementam, de forma que um ajuda o outro nesse processo de digitalização da jornada. Isso, que inclusive é uma coisa muito legal que vimos aqui, aproxima as pessoas mais distantes”, finaliza.


+ Notícias

Como a Pernambucanas lida com o conflito de gerações e continua crescendo

Pernambucanas agora oferece conta digital 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]