Pesquisar
Close this search box.
/
/
Patagonia: uma aula genuína de propósito em CX

Patagonia: uma aula genuína de propósito em CX

Yvon Chouinard, fundador da marca esportiva Patagônia, doa 100% do seu negócio à causa da proteção climática no mundo; uma aula genuína sobre propósito e valor de marca

Num mundo empresarial onde o que mais se discute e se prega hoje é o valor de marca e o propósito de uma empresa, o fundador da Patagonia, Yvon Chouinard, deu aula (mais uma vez) sobre esses temas. Chouinard anunciou na última quarta-feira, 14, que decidiu doar 100% do seu negócio à causa da proteção climática no mundo. Ele e toda sua família, em comum acordo, transferiram toda a marca Patagonia a um fundo e a uma organização sem fins lucrativos que irá dedicar todos os lucros gerados pela empresa à defesa do meio ambiente.

Conforme comunicado oficial da marca, Chouinard explicou que 100% das ações com direito a voto da Patagonia foram transferidas para um fundo criado para proteger os valores da empresa – controlado pela sua família. E 100% dos títulos sem direito a voto foram detidos pelo Holdfast Collective, uma organização sem fins lucrativos dedicada à proteção da natureza.

“Se temos alguma esperança de um planeta próspero – e um negócio próspero – dentro de 50 anos, será necessário que todos façamos o que pudermos com os recursos que temos. Essa é outra maneira que encontramos de fazer nossa parte”, afirmou Chouinard, conhecido pela atitude rebelde e arrojada frente ao capitalismo tradicional.

Conheça o Mundo do CX

O “Walk The Talk” da Patagonia

Há uma expressão americana bem conhecida e muito difundida por executivos que aborda o propósito e a coragem de transformar palavras em ações, o famoso “Walk the Talk”. Yvon Chouinard, aos 83 anos, talvez seja um dos maiores exemplos de empresários que realmente faz aquilo que fala à frente da Patagonia.

Avaliada em torno de US$ 3 bilhões, a Patagonia é uma das marcas mais respeitadas e admiradas pelos praticantes de esportes outdoors no mundo. Não só por criar produtos de altíssima qualidade, que tornaram a marca um sucesso de negócios, com lucros ao redor de U$ 100 milhões por ano, mas, sobretudo, pelo direcionamento de Chouinard a favor do meio ambiente e em sintonia com seu público e colaboradores.

Desde o início da marca, nos anos 70, a empresa já despontava como a maior produtora de equipamentos para escalada do mercado americano, assim como o seu propósito em ser uma empresa que, de certa forma, devolvesse ao planeta aquilo que o planeta lhe dava.

Desde a mudança na matéria-prima de produtos de escalada no início da trajetória, passando por soluções sustentáveis e de baixo impacto ao meio ambiente na confecção de roupas, como a utilização de algodão orgânico e revestimento de jaquetas a partir de garrafas descartáveis, a criação de um centro de reparos, até ações de marketing inovadoras como “Don’t Buy This Jacket”, a marca sempre soube colocar em prática aquilo que ela dizia.

Um dos muitos exemplos é a plataforma online 100% destinada à revenda de roupas, acessórios e artigos usados, a Worn Wear. A loja foi lançada em 2017 e está no ar até hoje. Nela você encontra peças de alta qualidade e com preço reduzido.

Experiência genuína e propósito

A Patagonia também sempre esteve à frente do seu tempo em relação ao cuidado de seus colaboradores. Um dos grandes exemplos vem da iniciativa “On-Site Childcare”, que desde 1984 oferece assistência infantil de alta qualidade na sede da Patagônia localizada na cidade de Ventura, na Califórnia, e que já expandiu esse modelo para outras localidades onde marca opera sua produção. Este programa tem impacto direto na retenção de funcionários. A taxa de rotatividade de funcionários que têm filhos no programa é 25% menor que a da população geral do país. Na Patagônia 100% das mães retornarem ao trabalho depois de terem filhos.

Em 1993 foi criada outra iniciativa que permite que cada funcionário da Patagonia possa se licenciar, por até dois meses, com pagamento integral de salário e benefícios, para se voluntariar em uma ONG ambiental de sua preferência.

Em outro momento, a Patagonia deu sinais de que não se associa a empresas que não se posicionem sobre temas sensíveis à sociedade. A campanha “Stop Hate for Profit”, de 2020, contra o Facebook e Instagram, suspendeu sua publicidade nessas redes sociais. O protesto foi uma crítica de Chouinard ao comportamento de Zuckerberg, afirmando que suas empresas estavam falhando em medidas de segurança, permitindo a disseminação de “mentiras odiosas e propagandas perigosas”.

Este são apenas alguns dos muitos exemplos que fazem da Patagonia uma marca que busca a manutenção de seus valores na construção de um modelo de negócio ambientalmente sustentável e humano.

Se você acha que paga caro por um produto da Patagonia, entenda que por trás desse preço existe uma quantidade enorme de diferenciais e ações que fazem com que ele tenha valor e propósito. O público da marca começou a reconhecer essa visão diferenciada da Patagonia desde seu início.

Hoje, novos comportamentos de consumo aliados a importância da diversidade, inclusão e sustentabilidade vem sendo mais observados pelo consumidor e cobrado das marcas. Para aquelas empresas que buscam essa conexão com clientes e sair da incongruência daquilo que prega com aquilo que efetivamente fazem, o exemplo de líderes como Yvon Chouinard e sua marca Patagonia devem servir de inspiração.

Há quem não concorde com tudo que Chouinard diz ou faz, mas, uma coisa todos devem respeitar na sua trajetória: a experiência com a marca Patagonia é genuína.

Assine nossa newsletter e receba as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Diversidade: Por que é tão fácil falar e difícil fazer? 

Menos de 30% das empresas definiram formas de medir metas de sustentabilidade 

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]