Pesquisar
Close this search box.
/
/
Ousadia para se aproximar do consumidor

Ousadia para se aproximar do consumidor

Temos o feitiço do mal atendimento? O mercado sabe lidar com isso?

Estamos numa nova dimensão da experiência do cliente? Com nosso aparente desenvolvimento, podemos dizer que sim. No entanto, ela é entendida? ?Para incorporarmos as novas dimensões, precisamos falar das velhas. Reconhecê-las. Entender porque precisamos abandoná-las?, ressalta Joni Galvão, `Plot Leader da The Plot Company, na abertura do CONAREC 2014.

?Em relação ao atendimento ao cliente, tenho a sensação de acordar todo dia no mesmo dia. Todo dia no mesmo dia?, explica Galvão, utilizando o filme ?O dia da Marmota? como exemplo. No enredo, o protagonista está preso ao feitiço do tempo. Se não fizesse nada para mudar, não mudaria. ?Temos o feitiço do mau atendimento??, questiona o executivo, que chama as características negativas da experiência de ?forças antagônicas?.

Podemos aprender com o cinema. Não existe nenhuma emoção que não tenha sido alvo de um filme. ?A arte imita a vida. O filme é a vida sem as partes chatas?, enfatiza o executivo. E para as empresas, é o mesmo desafio: colocar alguns pedacinhos de arte, de boa experiência, para o público ter experiências melhores. Mas, recorda, há elementos que impedem o cliente de ser o protagonista. E isso precisa ser entendido.

?Para seu cliente ter uma experiência incrível, é preciso conhecer o lado negativo, as forças antagônicas?. As empresas têm uma cultura de não falar sobre erros, comentar o lado ruim. A General Motors, por exemplo, precisou fazer um recall enorme porque passou 15 anos sem comentar o que poderia ? e realmente dava ? errado.
A distância entre o que o consumidor tem e o que ele não tem é o tamanho do problema. ?Tudo começa quando você decidir quem é o protagonista da sua empresa. Se é produto, eficiência?, explica, mas enfatiza: ?Desculpe, mas, na minha opinião, não existe foco nisso ou naquilo, o foco é o cliente?.

A Apple, por exemplo, faz de seu produto um herói, recorda Galvão. Em seus lançamentos, pessoas e pessoas ficam horas numa fila para adquirir algo que estará disponível no mercado na próxima semana. A marca construiu uma história e este é o ponto crucial: histórias são necessárias para nossa vida, seu consumidor necessita de boas histórias para contar.
Ser maior que as forças antagônicas
?Há um muro muito grande que separa as empresas da sua capacidade de oferecer uma ótima experiência ao cliente?, explica Galvão. E ele foi construído tijolo por tijolo, com muita significância. Quando o funcionário está mais preocupado em agradar o chefe do que o cliente, ele é reforçado. Quando a companhia visa o lucro e não bom relacionamento, também. ?É ótimo gerar valor aos acionistas, mas é preciso fazer história. Por conseqüência, vem o lucro?. E o pior, isso é cultural. São as velhas dimensões que nos perseguem, que reforçam a barreira. Para superá-las, precisamos visualizar seu tamanho.  
Tem alguém aí?
?O consumidor está sofrendo frustrado, carente?, reforça Roberto Meir, Publisher da revista Consumidor Moderno. Ele quer saber: tem alguém que possa me atender? Alguém que possa me entender? Me surpreender? E sofre de falta de atenção, abandono.  ?Ele é apenas mais um no meio de uma multidão de consumidores. É muito importante, como se diz, mas tem muitos outros mais importantes do que ele?, completa.
Esse cenário precisa ser entendido para fortalecer a relação do público com a marca, caso contrário, o velho conceito prevalecerá. ?Para derrubar o muro, é preciso ousadia, coragem, atitude. Assim, o consumidor terá uma experiência incrível?, finaliza Meir.
?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]