Pesquisar
Close this search box.
/
/
O tempo perdido: como lidar com a era do superficial

O tempo perdido: como lidar com a era do superficial

Em artigo, Marcelo Sodré pondera se a tecnologia tem avançado em velocidade mais acelerada que a consciência humana. Confira

Cometi uma heresia na minha juventude: estudei filosofia. Podia ter fumado maconha, roubado a namorada do meu melhor amigo, não feito as lições de casa, subtraído dinheiro da carteira do meu pai, mas não fiz nada disso. Escolhi um caminho muito pior: prestei vestibular na USP para filosofia e fui aprovado.

E durante nove anos aprendi ideias para lá de esdrúxulas: como os gregos antigos pensaram o tema da democracia; o tema da virtude em Aristóteles; o esforço de Santo Agostinho para compreender a origem do mal no mundo; a construção da dúvida e da certeza na base do sistema do conhecimento cartesiano; o direito divino dos reis protagonizado por Jean Bodin; o pacto para formação da sociedade civil e do Estado nos filósofos do contratualismo moderno; as condições do pensamento para Kant; a relação entre essência e existência em Sartre e Heidegger. Tudo muito perigoso e ao mesmo tempo desprezível. Na verdade: dispensável.

LEIA MAIS: Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno! 

Pergunto a mim mesmo: por que estudei esse monte de bobagens? O que isso trouxe para minha vida? Com certeza, nada. Aliás, por que tantos filósofos estudam o nada? Escrever um livro sobre o Ser e o Nada? Acho que eles não tinham o que fazer e ficavam inventando coisas. E encheram a minha mente de ideias do demônio.

Ainda bem que agora só estudo o sistema binário: é 0 ou 1. Isso me basta. E, como não precisamos mais pensar em outros sistemas, acabamos por permitir que o próprio sistema binário substituísse nossa inteligência natural pela inteligência artificial. Ufa!: estamos livres de ficar pensando sobre o sentido da vida. E agora podemos fazer o que importa: um ofício que gere renda para nossa família e a sociedade. Que bom!

Nas minhas atividades de advogado e militante de causas sociais, a filosofia nunca serviu para nada. Na minha vida em família, a filosofia gerou muitos mal-estares, foi um estorvo. Toda vez que tive de pensar em estratégias de atuação profissional, de como me comportar perante os outros, nos valores que deveriam nortear minha ação, a filosofia me desvirtuava do bom caminho. Mas o pior da filosofia é ter um ramo chamado ética. Coisa mais chata e inadequada para refletir. Para que serve tudo isso? Vejam que pergunta mais idiota a qual não precisamos mais responder: será que a tecnologia está avançando mais rápido do que o senso de responsabilidade da humanidade?  O sistema binário 0 ou 1 pode ignorar esta pergunta. Ainda bem.

Acho que Heidegger tinha razão quando escreveu: quem pensa profundamente, deve errar profundamente. Vamos suplantar o tempo perdido e parar de pensar profundamente e errar profundamente.

Chegou a era do superficial. De recuperar o tempo perdido.

* Marcelo Sodré é advogado e professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) em São Paulo

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]