Pesquisar
Close this search box.
/
/
O que você faria no fim mundo?

O que você faria no fim mundo?

Uma análise do comportamento de jogadores de vídeo game demonstrou resultados interessantes sobre o comportamento humano em um hipotético fim do mundo

O fim do mundo é um tema que, volta e meia, retorna ao centro das atenções. Seja games ou filmes catastróficos ou mesmo em anúncios de videntes, que preveem uma nova data para o fim da civilização, o assunto faz muita gente parar pra pensar. E uma pergunta é inevitável nessa hora: o que as pessoas fariam se soubessem que o mundo vai acabar em poucos dias?

Pois aparentemente o que acontece é que, diante da possibilidade de um fim trágico para a humanidade, causado, por exemplo, por um asteroide errante ou por uma guerra nuclear, as pessoas se tornam justamente mais humanas. Um grupo de pesquisadores publicou recentemente os resultados da análise do comportamento dos jogadores de uma versão beta do ArcheAge, jogo de MMORPG (sigla em inglês que significa “Massively Multiplayer Online Role-Playing Game”, designando games para uma grande quantidade de usuários, que utilizam muitos dos elementos existentes nos jogos de interpretação de papéis, os famosos RPGs) da sul-coreana XL Games. A análise está no trabalho “Eu não plantaria macieiras, se o mundo vai se acabar”. VEJA AQUI.

O ArcheAge é um jogo bem realista, onde as pessoas têm bastante liberdade para explorar o mundo virtual, ao invés de terem que seguir uma lógica linear de um jogo comum. No ArchAge, dá para construir casas, trabalhar, ganhar (e gastar) dinheiro. E também dá para “matar” outras pessoas. E, no meio disso, o jogador vai avançando de nível.

Quem estava participando desta versão beta sabia que o seu perfil e progresso seria deletado no fim do teste. Ou seja, seria o fim do mundo virtual. O que os pesquisadores fizeram, então, foi analisar cerca de 270 milhões de gravações de dados anônimos. E o que eles descobriram é que, perto do fim, embora alguns jogadores tenham se tornado verdadeiros assassinos, a maioria deles se tornou mais social.

“Eles falavam mais, interagiam com os outros”, explicou Jeremy Blackburn, pesquisador da Telefônica Research (empresa espanhola de pesquisa de tecnologia do Grupo Telefónica) ao site New Scientist. Ele ainda revelou que as pessoas pararam de perseguir s objetivos do jogo. “Elas pararam de se preocupar com o futuro”, disse o pesquisador.  No trabalho, os pesquisadores escreveram ainda que “os jogadores que ficaram até o fim do jogo desenvolveram novas relações sociais”.

O New Scientist ouviu ainda o pesquisador Dmitri Williams, da Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles, que estuda os efeitos de vídeo games. Para ele, as descobertas fazem sentido. “Há uma grande diferença entre plantar uma árvore quando você sabe que vai morrer, mas seus filhos irão aproveitar seus frutos, e quando você sabe que não irá existir mais árvore nenhuma para ninguém”, afirmou Williams ao site de notícias.

Ele alerta, no entanto, que a análise em um mundo virtual é limitada, já que é apenas uma cópia da realidade. Ele cita como exemplo um vírus introduzido no jogo World of Warcraft, que os jogadores espalharam propositalmente infectando uns aos outros, coisa que não é comum na vida real. Ainda assim, é um campo que pode oferecer dados interessantes para os pesquisadores, especialmente quando o assunto é o fim do mundo.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]