Pesquisar
Close this search box.
/
/
No futuro será possível tocar o som

No futuro será possível tocar o som

Empresas de tecnologia do som pretendem fazer com que ele seja palpável, trazendo inúmeras vantagens para a mobilidade, acessibilidade e entretenimento. Entenda como isso será possível

Já pensou em poder tocar o som? Pesquisadores já, e através da tecnologia estão fazendo com que isso se torne realidade.
A tecnologia háptica – que permite que sintamos o som – já faz parte do nosso dia a dia. Quando a tela do celular vibra ao nosso toque, estamos tendo uma experiência com essa inovação – “háptico” vem do grego “haptikos”, que significa “pertencente ao sentido do tato.”
Com a ajuda de alguns dispositivos, podemos ter sensações de contato físico com ambientes digitais, de modo que, quando esses objetos são tocados, eles pareçam reais e tangíveis. Claro: quando mais recursos existirem ao redor, maior será a sensação de imersão aos efeitos do som.

Aplicações reais

Antes dos smartphones, já tínhamos os primeiros exemplos de tecnologia háptica disponíveis nos fliperamas e videogames, com assentos ou controles vibrantes, que serviam para ampliar a realidade do jogo, com sensações mais reais. E as realidades virtual (VR) e aumentada (AR) são as fortes aliadas do momento para trazer um passo a mais na profundeza desta experiência.
A tecnologia háptica é observada, também, em treinamentos que envolvem simulação, como nas áreas militares e aeronáutica, além do campo automobilístico, onde está sendo usada para enviar estímulos de alerta aos motoristas, melhorando a segurança nas estradas. Na área da saúde, é utilizada para treinamento cirúrgico de precisão, ou para apoiar pessoas com deficiência visual nas tarefas do dia-a-dia.

som
Foto Pixabay

Marketing tátil

Um estudo divulgado pelo IPG Media Labs, sobre como consumidores se relacionam com anúncios que utilizam sensibilidade háptica, mostrou um aumento de 62% nos sentimentos de conexão com as marcas que usaram este recurso em propagandas nas redes sociais. A pesquisa também mostrou que 44% dos usuários se sentiram mais alegres após assistirem (e sentirem) estes comerciais.
Os resultados finais provaram que a aplicação tátil foi altamente eficaz em deslocar a atenção dos usuários para uma vivência mais emotiva, com alterações nos ritmos cerebrais e cardíacos, mesmo se tratando de uma rápida propaganda assistida em um celular.

Feedback tátil para pessoas com deficiência

A acessibilidade é uma das áreas que mais se beneficiarão dos avanços desse tipo de tecnologia.
Para pessoas com baixa visão, já existe no mercado um smartwatch que utiliza as tecnologias de sonar e feedback háptico, emitindo vibrações ao pulso de um usuário à medida que ele se aproxima de um objeto.
O aparelho é capaz de detectar barreiras no caminho que estejam a até 4 metros de distância. Além disso, é possível registrar itens de uso pessoal na memória do dispositivo, como chaves, carteiras e celulares, fazendo com que ele os localize rapidamente com base no sonar.
Na Grécia, a tecnologia háptica já foi incorporada em mapas turísticos, ajudando pessoas cegas a sentirem o layout das cidades com as mãos. Estes mapas táteis foram feitos através de gravações locais, avaliadas por um software inteligente, que depois determinou a forma e a localização de cada objeto nos frames. Usando um dispositivo de interface háptica, os turistas podem sentir campos de força de cada estrutura que foi captada pelo software.

som
Foto Unsplash

Experiência tátil em tudo

A empresa francesa Hap2U tem a proposta ambiciosa de adicionar a tecnologia háptica naquilo que o usuário quiser.
Para isso, estão desenvolvendo um sistema que engloba uma tela sensível, chips e atuadores que podem ser instalados embaixo de qualquer superfície de plástico, metal ou madeira, fazendo com que uma casa, carro ou máquina se tornem responsivos ao toque.
A ideia da empresa é não limitar as emoções às telas de celulares e computadores, levando a tecnologia háptica para uma escala muito maior e criando novas dimensões entre a relação homem-máquina e as superfícies que tocamos no nosso dia a dia.
Por enquanto, a empresa já desenvolveu um tablet capaz de reproduzir, ao toque humano, a textura das imagens projetadas em sua tela.

Carros prontos em 3 dias

No campo automobilístico, a montadora Nissan firmou uma parceria com a empresa de hápticos HaptX, que desenvolve luvas táteis capazes de fornecer sensações de forma, textura e movimento de objetos virtuais.
A Nissan está investindo nesta tecnologia porque a realidade virtual, aliada às sensações táteis, reduzem a necessidade de protótipos físicos, fazendo com que os testes de novos modelos sejam finalizados muito mais rapidamente – o processo, que antes podia levar anos, agora leva apenas 3 dias.
Com as luvas HaptX, os projetistas de carros podem experimentar o novo modelo imediatamente enquanto o projetam, permitindo que novas iterações sejam criadas mais rapidamente, usando prototipagem háptica em vez de prototipagem física.
Assim, a empresa pretende revolucionar o processo de design de seus carros, economizando muito tempo e custos de montagem.
As luvas da HaptX também já foram utilizadas pelo corpo de bombeiros de San Luis Obispo, na Califórnia, para treinamentos de operação das mangueiras dos caminhões. Com a capacitação feita totalmente em realidade virtual, milhares de galões de água puderam ser poupados no processo.

JÁ SEGUE A CONSUMIDOR MODERNO NO INSTAGRAM?


+ NOTÍCIAS

20 curiosidades impressionantes sobre inteligência artificial
Conheça o Remini, app que recupera fotos por inteligência artificial
Transformação digital: mais gente, menos tecnologia
Como a acessibilidade está transformando a vida de gamers do mundo inteiro

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]