Pesquisar
Close this search box.
/
/
Da The Economist ao professor Pasquale, a versatilidade do Big Mac

Da The Economist ao professor Pasquale, a versatilidade do Big Mac

Criador do sanduíche mais famoso do McDonald's faleceu nesta semana, aos 98 anos. Veja a trajetória de seu sanduíche

A ideia de Michael Delligatti, um dos milhares de franqueados da rede de lanchonetes McDonald’s nos Estados Unidos, era simples: imitar os sanduíches de dois andares que já faziam sucesso em várias lanchonetes dos arredores à época.

Delligatti, ou Tim, como era conhecido, fez sua versão do lanche adaptada aos ingredientes da rede, acrescentou um molho próprio à base de pepino e começou a oferecer a nova opção em uma das lojas que possuía em Uniontown, uma cidade de 10 mil habitantes no sul da Pensilvânia. Em poucos meses, as vendas haviam crescido 12%.

Em 1968, o McDonald’s adotaria oficialmente o sanduíche em seu cardápio e o levaria a todas as lanchonetes da rede. E assim nasceu o Big Mac.

[expander_maker more=”Continuar Lendo”]

 

Delligatti faleceu na última segunda-feira (28/11), aos 98 anos, em sua casa em Pittsburgh.

Michael “Jim” Delligatti, criador do Big Mac (Divulgação/McDonald's)
Michael “Jim” Delligatti, criador do Big Mac (Divulgação/McDonald’s)

 

Da cozinha à economia
Além de ter se tornado o hamburguer mais famoso do mundo, o Big Mac acabou se tornando também referência no mundo financeiro. Foi o que aconteceu quando a revista britânica The Economist adotou o sanduíche como uma espécie de termômetro do câmbio global – o famoso índice Big Mac, feito anualmente pela publicação desde 1986.

O Índice Big Mac compara o preço do sanduíche, em dólares, em mais de 40 países, e com isso descobre aqueles onde é mais barato e mais caro comê-lo. Mais do que isso, o índice serve para indicar em quais países o dólar estaria sobrevalorizado ou subvalorizado; quer dizer, em quais países a moeda local está valendo mais ou menos do que deveria em relação ao cenário internacional.

Para fazer esse tipo de conta, os economistas precisam comparar o preço de produtos similares em diferentes locais do mundo. Se as economias estiverem em equilíbrio, os preços tendem a ser iguais.

Para isso, nada poderia ser mais perfeito do que o Big Mac: um lanche rigorosamente padronizado, vendido no mesmo tamanho e com os mesmos ingredientes, em estabelecimentos também padronizados, em 119 países diferentes.

O Brasil foi o dono do Big Mac mais caro do mundo por vários anos ao longo da década de 2000, segundo o Índice Big Mac – período que coincide com os anos em que o dólar chegou a valer quase R$ 1,50 por aqui e em que o real estava altamente valorizado.

Nos últimos anos, porém, isso arrefeceu. Hoje o dólar já está mais caro (cerca de R$ 3,40), o real mais barato e o Big Mac brasileiro também. Ainda assim, continua um dos mais caros do mundo: com preço de US$ 4,78, é o 5º da lista, segundo o levantamento mais recente da Economist, de julho deste ano.  Nos Estados Unidos, 4º da lista, custa hoje US$ 5. O Big Mac mais caro do mundo está hoje na Suíça (US$ 6,59), e o mais barato na Ucrânia (US$ 1,57).

Propagandas memoráveis
É também do lanche de Tim Delligatti um dos jingles publicitários mais repetidos dos anos 80 e  90 – “dois hamburgueres, alface, queijo, molho especial…”

A campanha ganhou vários desdobramentos por anos, como a versão já do final da década de 90 que alçou o professor Pasquale à fama nacional e ensinou definitivamente ao país que o correto, em bom português, é “hamburgueres”.

A pequena canção, no entanto, é baseada em uma versão original em inglês feita nos Estados Unidos ainda na década de 70.

Veja os vídeos:

 

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=zpC-faFaPpY

 

[/expander_maker]

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]