Pesquisar
Close this search box.
/
/
O moment experience no design da jornada do cliente

O moment experience no design da jornada do cliente

Conceito moment experience pode ser a chave para a fidelização de consumidores e stakeholders, diz especialista durante o CONAREC 2022

O tema moment experience está em alta e para falar sobre o assunto no Conarec 2022, um dos convidados foi Rafael Toledo, professor de design de serviço do Istituto Europeo di Design (IED).

O especialista discutiu acerca de alguns momentos da jornada do cliente e de blueprint – ferramenta do design de serviço que oferece uma visão muito mais ampla e holística da jornada do cliente.

O moment experience e o conceito de design

Design é lançar-se ao futuro por meio da representação, é projeto, é projétil e lança as marcas para o futuro por meio da representação.

Desse modo, quando se tem uma perspectiva 3D do ambiente, as pessoas são levadas do presente para o futuro. Ou seja, design também é interface, pois cria uma ponte entre pessoas-tecnologias, competências operacionais de serviços-todas as experiências. Além disso, para Rafael Toledo, serviço é um ser vivo que presta algo a alguém.

“É um ser vivo, porque está em constante mutação, presta algo, pois tem uma proposta de valor muito clara, e alguém porque sempre tem que colocar o cliente no centro de nossas preocupações”, explica.

Com isto posto, o profissional ressaltou a relevância de Birgit Mager, uma das grandes precursoras desse tema na Alemanha, que fala desse assunto desde os anos 1990. A expert considera que o design de serviços tem como objetivo garantir que as interfaces dos serviços sejam úteis, utilizáveis e desejáveis sob o ponto de vista do cliente, e eficazes, eficientes e diferenciadas, sob o ponto de vista do fornecedor.

“Não adianta ter um momento wow para o cliente se a gente não tem um momento wow para o colaborador e os stakeholders. É importante pensar a experiência e a jornada de uma forma holística, e não somente segmentada em determinados momentos. Afinal, o processo é um só”, exemplifica Rafael Toledo.

Conheça o Mundo do CX 

Produto não se sustenta sem um customer experience de qualidade

Os novos hábitos e formas de consumo, impactados pela tecnologia, constituíram mudanças importantes na relação entre empresa e clientes. O produto, em si, segue importante, mas não se sustenta mais sem um customer experience de qualidade. Espera-se que as empresas entreguem mais do que elas vendem: tem que ter proposta de valor e essência.

Por isso, a ideia de design de serviços tem cada vez mais relevância. Consumidores esperam que toda a experiência de compra seja satisfatória, ou seja, empresas devem se preocupar com mais etapas dessa relação, pois cada detalhe conta.

O trabalho de desenvolvimento do serviço se tornou algo que traz peso. Se essa tarefa é bem executada, as companhias estão prontas para engajar mais clientes, fidelizá-los e gerar cada vez mais conversões de leads.

Blueprint em voga

Ainda discorrendo sobre moment experience, o professor de design de serviço do Instituto Europeo di Design (IED) abordou algumas definições e premissas, que operam quase que como um checklist para aqueles que desejam priorizar essa estratégia:

● Projetar para a experiência;
● Experiência envolve antes, durante e depois;
● A experiência pode ser entregue por meio de um serviço;
● O design de serviço oferece um método que contribui para projetar uma experiência melhor e memorável.

Utilizando os 5Es da jornada do cliente, instituídos por Andy Sontag, da Kaospilot, o palestrante contou que é possível entregar experiências significativas para as pessoas, respeitando os momentos de compra de cada um.

“Temos que pensar em tudo: como eu vou atrair o cliente para usar o meu serviço ou produto? Como ele vai se engajar durante essa experiência? Como ele sairá dessa experiência? E como a gente estende essa experiência para além? Seria por meio de um souvenir?”, reflete Rafael Toledo.

Complementando essas ideias, há o blueprint, que traz uma visão mais sistêmica dos momentos de experiência, uma vez que quando se olha para a jornada do cliente, as empresas devem ser capazes de vislumbrar mais do que o consumidor consegue enxergar no serviço, ou seja, os pontos de contato físicos e digitais.

“É nesse quesito que o blueprint auxilia ao mostrar o que é realmente relevante nesse produto ou serviço. São os conceitos de frontstage e backstage: os gestores devem enxergar a parte de trás e ultrapassar a linha de visibilidade para ofertar que um serviço seja realmente de excelência”, frisa.

O especialista exemplifica: considere um restaurante. Como cliente, existem muitos elementos de frontstage que você pode ver – garçons retirando pedidos, menus, comida sendo entregue. Porém, ao mesmo tempo, existem elementos de backstage que não estão à vista – chefs cozinhando, sistemas tecnológicos de pedidos, entregas chegando de distribuidores de comida, entre outros.

“Para criar momentos incríveis, é necessário ter uma visão 360 graus do negócio e compreender a experiência como um todo, o que envolve clientes finais e stakeholders engajados com o mesmo propósito. Vivemos em um mundo em que devemos incentivar cada vez mais os nossos colaboradores para ter uma cadeia de valor sólida e para que, de fato, exista o momento de consumer experience na jornada do cliente”, finaliza Rafael Toledo.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+ Notícias

Transformação digital só é possível com CEOs na linha de frente 

CX e lideranças: o que aprendemos nos últimos três anos? 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]