Pesquisar
Close this search box.
/
/
Qual a média de consumo de internet no Brasil?

Qual a média de consumo de internet no Brasil?

A pergunta “de um milhão de dólares” poderá ter uma resposta entre os meses de junho e julho. O especialista do NIC.br fala sobre o assunto em entrevista à Consumidor Moderno

O gerente de projetos do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) , Fabrício Tamusiunas, é um assíduo usuário da internet. Assim como muitos outros brasileiros, ele está preocupado com a possibilidade da diminuição da velocidade – ou até mesmo o cancelamento do seu pacote de dados – em função da ameaça das operadoras de telefonia do País em estabelecerem limites para o uso da rede mundial de computadores.

Por ora, há certo alívio dele e de outros consumidores em função de uma determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que suspendeu qualquer interrupção ou diminuição de velocidade prevista por tempo indeterminado.

Em entrevista à Consumidor Moderno, Tamusiunas, um dos mais respeitados especialistas em internet no país, questiona a legitimidade dos estudos de consumo de dados por consumidores, supostamente feito pelas empresas e que baseou a criação dos pacotes, que vão de 10 GB a 130 GB por mês. Mais do que isso, ele avisa que entre 45 e 60 dias, o Comitê Gestor da Internet deve apresentar os primeiros resultados de uma pesquisa que mostra a média de consumo do brasileiro. “Eu gasto entre 800GB a um Terabyte por mês. Não me parece justa essa oferta”, afirma.

Pesquisa Nacional

Talvez nem todos conheçam o Sistema de Medição de Tráfego de Internet (SIMET), do Comitê Gestor da Internet (CGI) brasileiro. Ele é uma das mais democráticas ferramentas usadas para medir a velocidade e outras informações importantes quando o assunto é a rede mundial de computadores, tais como Jitter, perda de pacotes, entre outras.

Entre os meses de junho e julho, no entanto, o SIMET e os especialistas em internet que coordenam o projeto do CGI devem ter acesso aos primeiros dados sobre a média de consumo de internet fixa do consumidor brasileiro. O dado não irá apenas apimentar o debate entre empresas e usuários. Será um levantamento altamente relevante, uma vez que irá considerar as informações de 2,5 mil roteadores espalhados pelo país e que vão fornecer dados ao CGI. “Vamos analisar o perfil da internet no país por região, a média mensal de consumo, entre outras informações”, avisa Tamusiunas.

Os dados não representam apenas o primeiro e idôneo levantamento do gênero no país desde o início da polêmica sobre o limite da internet fixa. Mais do que isso, serão um divisor de águas sobre a continuidade ou não desse tipo de oferta feito por empresas aos consumidores.

Um exemplo é o próprio consumo de Tamusiunas, que no último mês esteve entre 800 GB a um Terabyte. “Foi um mês atípico. Eu voltei a jogar videogame on-line, fiz alguns downloads para o console e ainda mantive a rotina de filmes no Netflix. Mas quando observo o mercado americano, que já possui pacotes com limites, eu entendo que estou dentro da média americana”, afirma.

Segundo a União Internacional de Telecomunicações, mais de 70% dos países possuem pacotes básicos de internet fixa ilimitados. No entanto, o modelo que mais se aproxima do brasileiro é o americano, que também tem suas diferenças com o Brasil – e isso não diz respeito apenas à velocidade.

Hoje, segundo o especialista, existem pacotes americanos que oscilam entre 500 GB a um Terabyte. Ou seja, ele está inserido na média do mercado americano. No entanto, é preciso observar um detalhe imprescindível quando o assunto é consumo de dados no país: a velocidade da rede.

Maior velocidade, mais dados

Os EUA (citado por Tamusiunas) ocupam a 10ª colocação no ranking da melhor internet do mundo, com 10 Mb/s. A maior velocidade está na Coreia do Sul, com 21 Mb/s. Já o Brasil ocupa a 83ª posição (abaixo do Iraque e Azerbaijão) 2,7 Mb/s.

Conhecer a velocidade é o ponto de partida para entender o consumo médio do brasileiro, segundo o especialista do NIC.br. “Quanto maior a qualidade, maior é o consumo de banda”, avalia Tamusiunas.

O consumo dos modelos de serviços “stream”, tais como YouTube e Netflix, exemplifica bem essa máxima do especialista.

Antes de oferecer um vídeo, a tecnologia do Netflix analisa a velocidade da internet e, então, envia um vídeo com a sua respectiva qualidade. Assim, dependendo da quantidade de dados enviados por segundos, a pessoa receberá um filme ou série em baixa resolução ou até em até um 4K.

“Em alguns casos, é possível selecionar a qualidade de imagem e reduzir o consumo de dados. Em outros, a definição é feita pela própria plataforma, que envia um vídeo bom ou ruim. Tudo depende. No entanto, a melhor imagem implica em maior consumo de dados”, afirma.

Um exemplo que ilustra a afirmação de Tamusiunas é o próprio Netflix. Uma hora de filme ou série na qualidade HD consome 5,7 Gb de dados – quase metade do pacote básico de uma operadora brasileira.

O que vai acontecer com a internet no Brasil? É provável que o parecer final seja dado pelo parlamento brasileiro, mais especificamente pelo Senado. O processo de impeachment deve esfriar o debate, mas após decidirem o futuro da presidente Dilma Roussef, a internet deve ser o próximo assunto.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]