Pesquisar
Close this search box.
/
/
Apple é a marca mais autêntica do mundo, segundo os brasileiros

Apple é a marca mais autêntica do mundo, segundo os brasileiros

Além de identificar as marcas consideradas mais autênticas, estudo global feito pela Cohn & Wolfe ressalta a importância desse atributo nos dias de hoje

A existência das redes sociais criou longas distâncias entre aquilo que é mostrado aos outros e o que é realmente vivido entre as pessoas. A chamada “felicidade plástica”, apresentada em perfis de Instagram, Facebook, Snapchat e outras redes, muitas vezes faz com que todos tenham a impressão de que a alegria é uma constante, que casais não enfrentam problemas, que todo dia é um dia de sol e descanso.

É indiscutível que essa condição coloca muitas pessoas diante de dúvidas sobre a própria felicidade ou sobre a própria vida – afinal, a grama do outro sempre parece mais verdade por meio de um filtro do Instagram. O que nem todo mundo imagina, porém, é que essa é uma questão que afeta também as marcas no Brasil e no mundo.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Diante desse cenário, a busca por autenticidade é cada vez mais real na vida das pessoas, inclusive no relacionamento com as empresas, e isso foi provado por um estudo sobre o tema, realizado pela Cohn & Wolfe, chamado Authentic Brands – ou Marcas Autênticas, em português. O ranking é inteiramente baseado na percepção do consumidor, segundo 20 critérios considerados os mais importantes no momento de criar relações com as marcas.

Em 2017, a marca considerada mais autênticas no Brasil foi a Apple. Em 2016, O Boticário ficou em primeiro lugar – e caiu três posições neste ano. Neste ano, as marcas Google e Mercedes Benz ficaram em 2º e 3º lugar, respectivamente. “A pesquisa mostra como as empresas conseguem atrair os consumidores por meio da autenticidade, tanto na forma como se comportam como na que se comunicam”, argumenta Marcelo Diego, CEO da Máquina Cohn & Wolfe, braço da Cohn & Wolfe no Brasil.

A importância da autenticidade

Além disso, ele comenta que é possível perceber a partir do estudo que os consumidores procuram produtos de empresas que estabelecem um relacionamento autêntico, simples, espontâneo inovador. Completando o Top 10 das marcas mais autênticas de acordo com os brasileiros, estão a Microsoft (5º), Adidas (6º), Johnson & Johnson (7º), Dell (8º), Natura (9º) e Samsung (10º).

“Os consumidores hoje querem comprar de empresas que se envolvem com eles de maneira genuína. Nossa pesquisa mostra uma ligação entre as marcas que se comportam e se comunicam autenticamente e sua capacidade de atrair e manter clientes – e, em última instância, construir negócios mais fortes”, disse Donna Imperato, CEO da Cohn & Wolfe.

Marcas estrangeiras ganham espaço

Os resultados do estudo em 2017 não trazem as melhores notícias para as marcas brasileiras: neste ano, elas perderam espaço entre os dez primeiros colocados. O Boticário e Natura, em 4º e 9º lugares, são as únicas representantes do país na lista. No ano passado, além das duas, Brastemp e Bombril também faziam parte do Top 10.

Não só por isso, as marcas precisam ficar atentas a questão da autenticidade. O estudo mostrou também que 97% dos consumidores brasileiros mudariam suas atitudes e comportamentos para melhor diante de uma marca ou empresa que consideram autêntica. Além disso, 70% afirmam que se interessariam mais por marcas percebidas como autênticas.

Percepção

Ao fazer uma comparação entre os resultados dos anos de 2016 e 2017, é possível perceber que o brasileiro está mais otimista em relação ao comportamento das marcas. Em 2017, aumentou a quantidade de pessoas as quais acreditam que as marcas assumem total responsabilidade pelos seus atos, fazem o que prometem, são confiáveis, são fiéis a seus propósitos e fazem do mundo um lugar melhor.

De acordo com os dados dos consumidores globais, há sete atributos-chave que garantem a percepção de que uma marca é autêntica. São eles:

Protegem as informações e privacidade do consumidor;
Tratam o consumidor bem;
Entrega o que promete;
Usa ingredientes e produtos de altíssima qualidade;
É genuína e real, não artificial;
Age com integridade o tempo todo;
Se comunica honestamente.

Metodologia

O estudo é produzido globalmente pela agência de PR Cohn & Wolfe, uma das maiores agências globais de comunicação e parte do Grupo WPP. Inteiramente baseado na percepção das pessoas, ele considera os 20 critérios mais importantes no momento de criar relações com as marcas, segundo o consumidor.

São eles, em ordem de importância:

1. Protege a privacidade e os dados dos consumidores
2. Trata o consumidor bem
3. Entrega o que promete
4. Usa componentes e ingredientes de alta qualidade
5. É genuína, real e não artificial
6. Age com integridade em todos os momentos
7. Se comunica com honestidade
8. É transparente e honesta em suas práticas comerciais
9. Se mantém fiel ao seus valores e propósitos
10. É responsável com a saúde e bem-estar da população
11. É clara quanto aos seus valores e crenças
12. É socialmente responsável
13. É responsável com o meio ambiente
14. Tem compromissos maiores do que só ganhar dinheiro
15. Se mantém fiel às origens
16. Contribui para criar um mundo melhor
17. Propõe ideias e soluções inovadoras
18. É inovadora e dinâmica
19. É dinâmica
20. Se destaca como marca única diante da concorrência

Para chegar aos resultados, em 2017, o Authentic Brands Global 100 entrevistou 15 mil consumidores de 15 países e avaliou mais de 1400 marcas no mundo todo.

A lista completa das mais de 1400 marcas inseridas na pesquisa neste ano foi baseada na análise dos relatórios: 100 Most Valuable Brands da BrandZ; 100 Most Valuable Brands da Forbes e RepTrak® 100 Most Reputable Companies, do Reputation Institute. A Cohn & Wolfe também consultou o BrandAsset® Valuator (BAV), do Grupo Y&R, também integrante da WPP. Para determinar quais marcas deveriam ser incluídas nas pesquisas de cada país, baseando-se na familiaridade regional.

Após o levantamento, foi realizada uma pesquisa com mais de 15 mil consumidores de países como Brasil, Alemanha, Canadá, China, Emirados Árabes, Espanha, Estados Unidos, França, Hong Kong, Índia, Indonésia, Itália, Reino Unido, Singapura e Suécia. No Brasil foram ouvidos mais de mil consumidores.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]