Pesquisar
Close this search box.
/
/
Livrar-se do seu ativo? Jamais!

Livrar-se do seu ativo? Jamais!

Como a Neurociência impacta o consumo de produtos e serviços

Vender, acabar com o estoque e evitar que os produtos se percam na prateleira, no cabide ou na geladeira. Pode soar utópico, mas minha intenção como especialista em pessoas é auxiliar os pequenos e médios varejistas com dicas da Neurociência e do inconsciente humano.

Se você acha que trago a solução para o tal ?botão de compra?, esqueça, ela ainda não existe. Porém, quero transmitir uma mensagem que faça você refletir antes de colocar preço em uma etiqueta, um produto na prateleira ou conceder desconto sem planejamento. Coloque na sua mente: livrar-se do seu ativo, jamais.

Confira agora três dicas de simples compreensão e aplicação:

1. Dopamina – você precisa conhecê-la e usar ao seu favor. Produzida em nossos cérebros, a dopamina é responsável por sentimentos como prazer e satisfação. Ela é a responsável por nos fazer perder ?prazerosamente? o controle e usar o cartão de crédito. Quem não quer sentir isso? Uma das saídas para ter um pouco de dopamina em nossas vidas é simples: comprar.

Quanto mais focamos nossas soluções no controle do stress e do medo do consumidor, mais dopamina ele sente e compras realiza. Nosso cérebro, normalmente, fica confuso com tanta dopamina circulando ao mesmo tempo. Pense em seus produtos que realmente solucionem stress e medo, e divulgue-os em sua loja, ou então adicione, na sua fala, nas palavras que controlam tais sentimentos.

2. Somos irracionais – não adianta insistir que somos racionais, pois não somos. Mais de 90% das nossas decisões são tomadas pelo inconsciente. Agimos contra a razão de tal forma que até nós nos surpreendemos. Por essa irracionalidade, o varejo utiliza números ímpares. Eles são cruciais para você precificar produtos sem perder o poder de barganha ou conceder algum desconto. Contudo, nosso cérebro tem dificuldade para compreendê-los. Sabe o nove, o tal do nove vírgula 99?

É muito mais fácil nosso cérebro multiplicar 1, 2, 5 e 10 do que outros números, e isso vem desde que somos crianças. Além disso, temos 10 dedos nas mãos e cinco em cada. Faz sentido, é extremamente visual e você sabe disso. Afinal, quantas vezes você não fez conta utilizando os dedos e não sua cabeça?

Se o preço de algo for 9,54, essa pequena diferença em relação ao 9,99 será suficiente para que o seu cliente questione seu produto, a qualidade e a sua loja. Mas, como você chegou nesse preço? Qual o significado desse valor quebrado? Qual a pegadinha? Quanto mais ele se questiona, menor a chance de conversão.

Outro ponto: perceptivelmente, nosso cérebro acha que R$ 1,99 está mais próximo de R$ 1,00 do que de R$ 2,00. Seu cérebro e o consumidor percebem que a compra foi inteligente, uma ótima barganha, um excelente negócio.

3. Aversão à perda – sabe aquela indecisão que nos dá antes de efetuar uma compra? Compro ou não compro? Será que acharei mais barato? Será que terão outras ofertas como essa? Estou deixando uma boa oportunidade de lado? Entenda que o cliente odeia perder oportunidades e saber que alguém levou alguma vantagem sobre ele. A dor da perda é mais longa do que o gostinho da vitória. Perceba isso na próxima vez em que ganhar ou perder.

?Apenas nas próximas 24 horas?, ?produtos limitados?, entre outras construções utilizadas para nos fazer crer que, se não comprarmos naquele instante, não teremos outra oportunidade, são certeiras. Elas estimulam as perguntas em nosso inconsciente. Não é à toa que enfrentamos longas filas para não perder oportunidades.

Na próxima vez em que olhar para o seu negócio, tome decisões inteligentes com a certeza de que as últimas descobertas sobre o cérebro humano têm muito a oferecer.

* Paulo Crepaldi é sócio e Diretor Executivo da ING Marketing & Training

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]