Pesquisar
Close this search box.
/
/
Líderes ESG são os líderes dos negócios

Líderes ESG são os líderes dos negócios

Assim como chegou aquele momento tão desejado de que a área de Sustentabilidade não seja mais vista pelas empresas como um patinho feio, eis a hora a de ocuparmos as cadeiras junto aos tomadores de decisão.

Desde que o tema ESG ganhou maior notoriedade na imprensa, assim como nas mesas das diretorias e conselhos das empresas, muito tem se falado sobre o papel dos líderes, em especial CEOs e conselheiros de administração. Papel este que, sem dúvida alguma, é o de colocar na pauta diária das discussões os assuntos ligados aos impactos ambientais, sociais e de governança das organizações, tomando decisões não apenas visando a criação de valor para os shareholders, mas para todos os stakeholders e, com isso, criarmos cada vez mais ambientes saudáveis para os negócios e para o planeta.

Tenho sido convidado para palestrar em eventos, cursos, e é encantador ver o número de CEOs, C-Levels, Conselheiros e Acionistas de empresas participando destes fóruns. Estão interessados em aprender, em debater não só para entender melhor sobre a inserção do tema na estratégia dos negócios, mas sim para conhecer o caminho das pedras e inserir a agenda nas operações, na identidade da organização, e na disseminação com toda a liderança, seja ela alta ou média. O objetivo é que ao final todos possam entender sobre como devem colocar a pauta ESG no checklist diário para as tomadas de decisão, sejam elas as mais simples ou complexas. Com isso, fica cada vez mais claro o papel de todos os tomadores de decisão como responsáveis por tornar real a agenda ESG nas corporações e não a cargo de uma única área.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das notícias da Consumidor Moderno

Sinal de novos tempos para o mundo dos negócios. Viva!!!

Mas hoje o que quero trazer para a reflexão é sobre o papel mais específico de nós líderes das áreas de sustentabilidade nas empresas, que agora passam a ter maior importância para a estratégia dos negócios. Parafraseando um programa de televisão para entendermos sobres líderes: “Quem são eles? O que comem? O que bebem? Como se vestem? Como vivem?”. Então, somos um grupo de pessoas altamente crítico e inconformado com a realidade do mundo. Somos um tipo de gente que adora andar em bando; já viram a quantidade de eventos que realizamos para o nosso próprio clube, tentando catequizar os já convertidos? Nos enxergam nas empresas como os bichos-grilos, que adoram abraçar árvores, aqueles que pedem por caridade. E mais, falou sobre a cor verde a associação conosco é imediata (não que a cor seja ruim, não é sobre isso).

Vejam só a quantidade de rótulos e estereótipos colocados pelos profissionais de outras áreas das empresas sobre nós. Se identificam? A intenção aqui não é fazer papel de vítima, mas sim chamar a atenção dos meus pares em outras organizações, porque, ao mesmo, tempo nós mesmos criamos este cenário. Quantos de nós estamos ocupando o board das empresas semanalmente participando das discussões dos negócios como um todo, e não fazendo apenas participações pontuais para levar algum resultado de pesquisa, diagnóstico, aprovação do plano da área ou de projetos? Quantos de nós estamos reservando espaço nas agendas para entendermos as dores das demais áreas, como, por exemplo, realizando visitas de campo com as equipes comerciais e conversando com clientes? Ou ao irmos até as operações industriais, não fazermos o papel de auditores, mas sim de uma agenda genuína para entender a rotina da produção fabril? Como estamos incentivando essa prática nos membros das nossas equipes também?

Leia mais: CEO da W Futurismo: saúde e sustentabilidade são as pautas da década

É hora de conversar com os líderes de outras áreas

Sobre a criação dos estereótipos, já vi e convivi com muita gente que acha a empresa, quem trabalha nos negócios, são demônios capitalistas, enquanto às áreas de Sustentabilidade, Responsabilidade Social, institutos e fundações empresariais são feitas por pessoas santas preocupadas única e exclusivamente em salvar o mundo. E quando há uma troca no comando destas áreas, trazendo líderes do próprio negócio, causa aquele pânico geral ativando inclusive o botão dos preconceitos, aliás, de ambos os lados.

Conheça o Mundo do CX

Assim como chegou aquele momento tão desejado por nós, de que a área de Sustentabilidade não seja mais vista pelas empresas como um patinho feio, eis a hora para a qual fomos chamados, a de ocuparmos as cadeiras junto aos tomadores de decisão. O convite está feito. Agora quantos de nós estamos de fato interessados em enfrentar os medos, as vulnerabilidades e atravessar de vez esta ponte? Quantos de nós estamos com o genuíno interesse em aprender e ajudar nossas empresas com um olhar sistêmico? É o que tenho dito, mais do que nunca, agora o nosso papel é o de servir como voz da consciência para os CEOs e conselheiros de administração e de ajudar a mostrar para a sociedade de que o compromisso ESG é para valer.

*Luís Fernando Guggenberger é executivo de Marketing, Inovação e Sustentabilidade da Vedacit, responsável pela coordenação das iniciativas de Inovação Aberta e Sustentável e pelo Instituto Vedacit.


+ Notícias

Barreiras, acesso e educação: é preciso ir além do gap de profissionais de tecnologia

Mais sustentáveis: o que o brasileiro espera do mundo corporativo hoje? 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]