Pesquisar
Close this search box.
/
/
ARTIGO: Por que associamos inovação à tecnologia, mas não às nossas vidas?

ARTIGO: Por que associamos inovação à tecnologia, mas não às nossas vidas?

inovação não é melhoria contínua, mas, sim, fazer algo novo, diferente, que nunca foi feito antes. Para inovar, você precisa assumir o alto risco de errar

Já faz algum tempo que a temática da #INOVAÇÃO se faz presente (aliás, quase obrigatória) no mundo dos negócios. E nem poderia ser diferente, afinal, as marcas e profissionais que mais investem em criatividade e criação, que mais assumem riscos para apostar nas novidades e mais se comprometem a aprender com os próprios erros, eventualmente, saem na frente e se sobressaem. Mas, ao contrário do que muita gente pensa, inovar não é uma ação restrita ao universo da tecnologia.

Primeiro porque, para começar, nenhuma tecnologia se “autoinova”. Somos nós, homens, os responsáveis pela construção da inovação, pela tentativa e erro que gera o novo, que gera algo que nunca foi feito antes.

É verdade que a inteligência artificial promete mudar esse cenário mas, ainda assim, inovação sempre anda de mãos dadas com desenvolvimento humano. Os novos robôs, computadores, carros, smartphones, máquinas (…), bem, tudo isso só foi e continua a ser possível porque, por detrás de toda tecnologia inovadora, há cabeças pensantes. E essas cabeças pensantes, querendo ou não, só obtiveram tais resultados porque fizeram, de suas próprias vidas, um processo contínuo de inovação.

O que é inovação pessoal?

Antes de continuar, deixe-me explicar melhor: inovação não é melhoria contínua, mas, sim, fazer algo novo, diferente, que nunca foi feito antes. Para inovar, você precisa assumir o alto risco de errar, bem como desenvolver resiliência para seguir em frente.

Na prática, ao escolher um caminho que nunca percorreu, muito provavelmente, você vai sentir medo; vai cometer falhas; vai se deparar com obstáculos complexos, que nunca imaginou que pudesse enfrentar. Aliás, sendo bem honesta, as chances são de que também vai sofrer quedas, dúvidas e angústias, afinal, estará fora do seu lugar comum.

Mas inovação pessoal é exatamente isso: é sair do lugar comum, do piloto automático, para que possa se reinventar, de dentro para fora, criando um novo jeito de ser, pensar e agir, alinhado com quem realmente deseja ser. Ou seja, para praticá-la, você precisará sair do paradigma da melhoria contínua, automática e espontânea para assumir as rédeas da mudança consciente, intencional e positiva.

Por que a inovação pessoal vale a pena?

À frente do Processo Hoffman há mais de 35 anos, tive a incrível oportunidade de testemunhar de perto o impacto da autoconsciência e da inteligência emocional na vida de quem se dispõe à inovação pessoal. Antes de viverem esse, que é o maior treinamento de autoconhecimento do mundo, muitos dos meus alunos estavam sofrendo com as dores do comodismo: infelizes em suas rotinas pessoais, familiares e profissionais, mas sem nem saber por onde começar uma guinada.

inovação

Alguns, aliás, já estavam tão acostumados com a infelicidade, que não conseguiam nem mesmo reconhecê-la! Em seus relatos, traziam um vazio sem fim, uma falta de conexão e de propósito, um senso de que, mesmo quando tudo parecia 100% perfeito, ainda assim… Alguma coisa continuava fora do lugar, o que lhes causava ansiedade, depressão e tantos outros sintomas emocionais.

E é nessas horas que a inovação pessoal faz toda diferença. Nós só conseguimos dar novas respostas a velhos problemas se decidirmos inovar. Do contrário, estaremos fadados aos velhos círculos viciosos, em que ora estamos por cima, ora por baixo, mas nunca realmente satisfeitos com nada do que a vida nos apresenta.

Na inovação pessoal, nada é por acaso

Na inovação pessoal, vale lembrar, “estar por baixo” é sinônimo de aprendizado. Mas sem forçar a barra. Você simplesmente sabe, profundamente, que aquela situação lhe propicia uma chance única de crescimento – e, por isso, a aproveita ao máximo, empregando toda a sua criatividade para transformá-la em algo positivo.

Na inovação pessoal, nada acontece por acaso; tudo serve a um propósito – até mesmo a curiosidade por um texto como esse, que versa sobre inovação pessoal.

Aliás, espero que tenha gostado e que esse conteúdo possa fomentar sua criatividade e sua coragem!

Até a próxima.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]