Pesquisar
Close this search box.
/
/
Data quality: o segredo do tratamento de dados é uma gestão descentralizada

Data quality: o segredo do tratamento de dados é uma gestão descentralizada

Estima-se que um terço dos dados coletados pelas empresas seja impreciso, segundo pesquisa da Serasa. O caminho é a busca pelo data quality

A forma como as empresas lidam com desafios complexos relacionados à coleta, uso e aplicação dos dados pode determinar se terão sucesso ou entrarão para as estatísticas de negócios que naufragaram por não conseguirem se adaptar ao momento do mercado.
A pressão para mostrar transparência nos processos que garantem a privacidade dos consumidores e a necessidade por insights valiosos que tragam resultados efetivos fazem com que esses pontos de atenção estejam comumente relacionados a tomada de decisões cada vez mais seguras por meio de dados precisos e confiáveis.
Existem muitas maneiras para se superar essa pressão, mas talvez a melhor delas – e a mais difícil – seja desenvolver habilidades para melhorar a qualidade dos dados gerados e, ao mesmo tempo, manter uma visão analítica.
Para que isso aconteça, é preciso criar alternativas para aumentar a confiança na precisão dos dados e ter acesso constante a eles.
Segundo a Pesquisa Global de Qualidade de Dados 2019, realizada pela Experian, um terço dos dados gerados é impreciso na maioria das empresas, limitando seu aproveitamento para a geração de melhores resultados de negócios.
Pelos resultados apontados no estudo, há uma série de indícios de que é preciso melhorar as práticas de infraestrutura e gerenciamento dos dados pelas empresas em todo o mundo.
Isso porque elas não conseguem dar alternativas aos negócios para lidar com o volume de informação gerado e a quantidade de sistemas coletando dados. A pesquisa aponta que aproximadamente 89% das companhias entrevistadas afirmaram que ainda batalham para chegar em um modelo de gerenciamento eficaz, resultando em atrasos na geração de insights e falta de confiança nos dados subjacentes.

Modelo descentralizado

Há um desejo por mudança e talvez a alternativa seja abraçar o modelo de descentralização do gerenciamento dos dados do departamento de Tecnologia de Informação (TI).
Este modelo tende a ser eficiente uma vez que, segundo a pesquisa, cerca de 84% das empresas contam com a ajuda da equipe de TI para gerenciar o volume de informação e área responde por apenas 53% dos novos projetos orientados por dados.
Nesse cenário, já aparecem à frente dessas iniciativas aqueles que combinam áreas para conduzir o processo (28%) e equipes lideradas por um Chief Data Officer (CDO) (24%), cujo papel principal é cuidar dos dados.

Quem tem medo do CDO?

Pode parecer que o cargo de Chief Data Officer exigirá muito dos negócios, mas na verdade este profissional tem uma função muito mais estratégica do que operacional.
Ele não chega para substituir o departamento de TI, mas sim entregar a direção estratégica do uso dos dados, para garantir que as pessoas certas tenham as ferramentas corretas para gerenciar ou ter acesso a dados relevantes no contexto, além de entregar o melhor direcionamento ao negócio.
No modelo descentralizado, as regras precisam ser definidas com as áreas de compliance, qualidade de dados, jurídico, segurança, entre outras – um processo que certamente é facilitado nas companhias que contam com um CDO.

13% operam no modelo descentralizado

Este movimento já acontece em algumas empresas, mas precisa amadurecer. Pelas respostas coletadas pela Experian é possível entender que aqueles 13% dos respondentes que já operam no modelo descentralizado ainda não estão totalmente organizados, e isso pode explicar por que eles parecem vivenciar os mesmos desafios do que aqueles controlados totalmente pela área de TI.
Ainda assim, vemos sinais positivos de mudanças em algumas empresas. Quando olhamos para os fatores que influenciam as decisões de compra de tecnologias de gestão de dados, o principal requisito considerado é a facilidade de uso pelas áreas de negócio em 43% dos casos.
Isto é um sinal positivo de que dar controle a esses usuários está se tornando um requisito essencial para os participantes, sejam eles da área de TI ou não.
Apostar na figura do CDO já é um sinal claro de que as empresas estão investindo na coleta qualitativa de dados e prontas para criar uma estratégia a partir deles que suportará seus negócios.
Caso contrário, mesmo em um modelo descentralizado, outros tomadores de decisão na empresa podem não ter uma visão clara do porquê investir em itens fundamentais, como tecnologia especializada, é a única forma de extrair o valor máximo de análises avançadas.
Artigo escrito por Luiz Junqueira, Diretor de Produtos da Serasa Experian

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]