Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os dados dos clientes vazaram? Como resolver?

Os dados dos clientes vazaram? Como resolver?

Como garantir uma gestão de dados transparente e resolver incidentes relacionados? Uber e Netshoes contam seus segredos e compartilham lições

Como se relacionar com o cliente e garantir uma gestão honesta de dados? O que é preciso estabelecer nos processos? A Uber, por exemplo, tem no seu quadro de funcionários uma executiva com cargo direcionado à privacidade, e a Netshoes também precisou mobilizar um setor inteiro para garantir ao consumidor que a entrega de informação seja protegida.
Em uma era pré-LGPD, Flavia Mitri, privacy legal director LATAM, da Uber e Mihran Kahvedjian Junior, gerente de risco da Netshoes discutiram o impacto deste panorama nos negócios das empresas que, majoritariamente possuem seus alicerces no digital.
Durante o painel “O contexto do relacionamento empresa x cliente no horizonte da LGPD” do 1º Seminário de Proteção de Dados, que aconteceu no dia 15 de outubro, os executivos trocaram suas experiências com problemáticas sobre privacidade e contaram como solucionaram os casos.

A Uber já enfrentava lá fora alguns desafios em relação a GDPR (lei reguladora de dados na Europa). O principal desafio de compliance, segundo a executiva, está no mindset das empresas que acreditam que é possível cuidar da questão apenas com o departamento político. “Precisamos contratar muitas pessoas especializadas em dados. Essa preocupação permeou todas as áreas da empresa”, revela Flavia.
A executiva relembrou o vazamento de dados que aconteceu em 2016 e como o caso afetou a companhia – o vazamento impactou 58 milhões de usuários no mundo. Em resposta ao caso, diversas demissões aconteceram, incluindo cargos de alta chefia. A marca, então, reiterou aos usuários seus pedidos de desculpas e prometeu uma mudança imediata. “Quando há uma quebra de confiança, é extremamente difícil recuperar essa relação”, finaliza Flavia Mitri.


Iniciativas da Uber para uma gestão de dados mais inteligentes:

1 – Camadas extras de segurança acessíveis ao usuário;

2 – Benchmarking com todos os órgãos reguladores;

3 – Treinamento maciço de funcionários sobre compliance;

4 – Aprendizado na contenção de incidentes de privacidade;

5 – Ferramenta que disponibiliza todos os dados aos usuários;


Já a Netshoes sofreu o mesmo incidente em 2017. No período, 1.999.704 clientes foram afetados com o vazamento de duas listas de credenciais da companhia que continham diversas informações pessoais. Segundo Mihran Kahvedjian Junior, a empresa passou por um processo de reestruturação das áreas de segurança e a disseminação de uma preocupação coletiva com a não reincidência do problema.
Hoje, a companhia trabalha para se antecipar à LGPD e já chegar em 16 de agosto de 2020 (início do exercício da lei) adaptados ao novo cenário de dados protegidos e transparência no processo de coleta.


Como a Netshoes aprimorou seu processo?

1 – Processo de transparência e reorganização interna;

2 – Criação de uma nova ótica sobre as tecnologias existentes;

3 – Melhoria na política de privacidade;

4 – Antecipação de problemas;


Com o processo, ambas as empresas aprenderam diversas lições importantes, inclusive em relação ao relacionamento com o cliente e sua experiência. “Pudemos dar a cara a tapa aos reguladores. Tínhamos uma má fama de não nos preocuparmos com leis. Ali pudemos provar que isso não era verdade”, revela a executiva da Uber.

Já o executivo da Netshoes pode entender neste processo de análise da problemática que há uma crença errada de que os dados afetam apenas negócios na internet. Para ele é importante frisar que qualquer companhia que capte quaisquer que sejam os dados do seu consumidor precisa se antecipar e se preocupar em como proteger essas informações de forma efetiva.


+ NOTÍCIAS

47 fatos sobre a LGPD que você precisa saber

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]