Pesquisar
Close this search box.
/
/
Conectividade e mobilidade: desafio ou chance de crescimento?

Conectividade e mobilidade: desafio ou chance de crescimento?

O consumidor da geração MoMo, Moderno e Móvel, vem mudando - e mudará cada vez mais - todos os segmentos. É quase um consenso que a tecnologia muda não só determinados segmentos, mas toda a maneira de viver em sociedade.

Com os bancos não seria diferente. A partir da conectividiade, as possibilidades são infinitas e os desafios também. O tema foi debatido durante o CIAB Febraban, Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras. O painel “A indústria de TI: Desafios” apresentou pontos de vista diferentes acerca do  que se espera da área e das empresas de tecnologia.

 

“Os bancos devem oferecer serviços e produtos melhores, que façam sentido e levem comodidade para o cliente, ao mesmo tempo em que devem baixar os custos. São muitos desafios”, pontua Roberto Zambon, diretor de TI da caixa e moderador do debate.

 

Laércio Albuquerque, presidente da CA Technologies América Latina, apresentou um ponto de vista interessante: os desafios atuais foram potencializados, mas são os mesmos de antes: não pode ter erro, não pode demorar, não pode ter  falha de segurança. “A tecnologia criou o consumidor digital, que mudou a forma como a TI deve atuar”, afirma o executivo. Ele lembra que boa parte dos usuários de um app, por exemplo, deixam de usar se houver qualquer problema ou dificuldade no primeiro uso.

 

E os aplicativos são o futuro para bancos, inclusive para atingir a parcela da população brasileira que não é bancarizada.

 

 

“Há uma concorrência forte, inclusive com empresas de outros segmentos que passam a atuar, por meio de apps, no sistema financeiro. Assim, quanto mais funcionalidade e praticidade, ao mesmo tempo, o banco oferecer, com baixo custo, mais chance tem de fidelizar o cliente. E este é o desafio”, diz.

 

Geraldo Afonso Dezena da Silva, vice-presidente de tecnologia do Banco do Brasil, concorda. “Em 1950, nós já falávamos em reduzir custo e engajar o cliente. O preparo da equipe é fundamental para entender o momento em que vivemos e desenvolver uma estratégia. Entender o negócio no novo mundo, esse é o grande desafio”, comenta o executivo, que acha que o uso da tecnologia é consequência da estratégia, cabendo à equipe entender o negócio e ver como a tecnologia pode otimizar funções e reduzir custos.

 

O cliente manda

“Não é a tecnologia que vai definir o banco digital. São os clientes na sua vocação para consumo que definirão o futuro. Eles esperam simplificação e acessibilidade”, explica Paulo Marcelo, CEO da Capgemini Brasil. Para ele, é importante destacar que
não falamos mais de segmentação, mas de personificação. “A infidelidade acontece porque é muito fácil trocar de fornecedor hoje. A tecnologia veio para facilitar a vida das pessoas e cabe aos bancos direcionarem a tecnologia correta. Para tanto, é preciso estar qualificado e preparado, pensar um formato digital”, argumenta.

 

“Hoje o cliente sabe mais da gente do que nós sabemos sobre eles. Quando nos procuram, eles já nos conhecem. E nós não podemos ofertar nada personalizado, pois ainda não conhecemos”, afirma Fernando Diaz Roldan, diretor executivo de TI do Santander.

 

Além disso, segundo o executivo, antes os bancos conheciam cada um dos seus concorrentes. “Hoje em dia, há outras empresas, outros modelos de negócios”, pondera. No caso do Santander, o banco está repensando a sua arquitetura, para que ela seja completa e capaz de incorporar todos os novos conceitos: omnichanel, Big Data e outros. “Nós temos 17 milhões de clientes. O facebook tem cerca de 1,5 bilhão de usuários. O mundo digital mudou as regras. Como trabalhar?”, questiona. Ele conta que a instituição tem feito inlcusive parcerias com outros bancos, para desenvolver projetos adequados aos novos consumidores.

 

“Não dá para demorar nos projetos e testes, como antes. O tempo de resposta deve ser rápido. A velocidade das mudanças torna inviável o sistema antigo, a tecnologia tem que trazer eficiência para a instituição”.

 

Para Marcelo Porto, presidente da IBM Brasil, estamos entrando em uma nova onda de tecnologia, em que as plataformas cognitivas assumem o lugar das máquinas programáveis. Nessa onda, tecnologias adjacentes permitem novos modelos de negócios. “Jogamos o eixo de poder para plataformas e modelos de colaboração. Usamos o Waze, por exemplo, sem pensar que por trás daquele serviço existe uma plataforma completa. É um modelo ?everyone to everyone?, completamente colaborativo”, comenta. Porto conclui dizendo que as empresas – os bancos inclusos – devem seguir as novas tecnologias. “O compromisso com o passado pode destruir uma companhia. Temos que estar dispostos  a criar novos negócios”, completa.

 

LEIA MAIS:

Bancos: o futuro é mobile e conectado

Cobrança abusiva para retirar produto importado ainda vigora

Internet das coisas: inúmeras possibilidades para empresas

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]