Pesquisar
Close this search box.
/
/
O código da criatividade: uma nova forma de gerar grandes ideias

O código da criatividade: uma nova forma de gerar grandes ideias

A criatividade e a inovação podem evoluir muito usando o potencial da linguagem de programação digital. O SXSW mostrou como

Desde o surgimento da computação pessoal e o início da revolução digital, criou-se uma divisão aparentemente irreconciliável: criativos de um lado, programadores de outro. Mas a incorporação e ampliação da digitalização e da conectividade, em todos os aspectos da vida humana, diluiu essas divisão. Hoje, a premissa é contrária: a linguagem de programação, o código ajuda decisivamente a liberar o potencial de criação e inovação.

O SXSW trouxe também muitas discussões sobre formas de conciliar e redimensionar o potencial criativo e de geração de ideias a partir do uso da linguagem de programação digital. Uma delas, muito rica, aconteceu no painel “Criatividade e codificação: inspirando os inovadores do futuro”.

Os palestrantes, quatro profissionais envolvidos com produtos e grandes inovações, construíram suas carreiras unindo o melhor de dois mundos, a intuição direcionada pela lógica. Christina Miller é a presidente e CEO do Cartoon Network e Boomerang. Mimi Ito, antropologista com estudos voltados para a cultura digital e fundadora da Connected Camps (mediadora do painel), organização beneficente que oferece aprendizado on-line para crianças. Michel Resnick é Professor de Pesquisa e aprendizado no MIT; e Michael Saxs Persson é criador de games há mais de 20 anos. Saxs foi integrante do time de desenvolvedores da XBox Microsoft e também do Minecraft. Ele foi um dos responsáveis pela elaboração do jogo para o projeto HoloLens da Microsoft e também das versões do Minecraft para VR.

Scratch – a plataforma de educação criativa para crianças

Resnick afirma que o mundo está mudando de forma inimaginável. O grande desafio é criar e formar pensadores da criatividade. O que significa ser criativo hoje? Estamos trabalhando, com mentorias e programas de aprendizagem para ajudar pessoas a criarem coisas, montarem coisas, inventarem coisas, fazerem design de coisas. Acreditamos que trabalhar essas habilidades desde a infância tende a ajudar novas gerações a pensarem criativamente. Resnick criou o projeto Scratch, um software é uma comunidade on-line utilizada por milhões de jovens no mundo todo, justamente para desenvolver habilidades inovadoras. Christina Miller levou a Cartoon Network a juntar-se à comunidade Scratch. “A plataforma Cartoon tem dezenas de games é muito conteúdo disponível on-line. A colaboração com o Scratch nos ajuda e desenvolver formas de inspirar crianças e a prepará-las para o futuro”.

Fotos de Jacques Meir
Fotos de Jacques Meir

O fenômeno Minecraft

Mimi Ito diz ficar impressionada sobre o significado do Minecraft e como o jogo conseguiu engajar tantas crianças no mundo todo. Persson afirma que o jogo é democrático e nunca termina. “As regras são simples e a beleza dele é que cada pessoa tem um interpretação diferente dele e modela o ambiente da forma que achar melhor.”, afirmou o criativo. Outro aspecto notável do jogo é a forma pela qual ele estimula a colaboração, de tal forma que há comunidades do jogo no desktop, no celular e em locais diferentes. Mas de que forma iniciativas como o Minecraft equilibram essas habilidades criativas, da intuição e da lógica trabalhando juntas para oferecer uma nova experiência? Para Persson, na perspectiva da programação, a ideia era oferecer uma plataforma que colaborasse com a educação das crianças, para que desenvolvessem habilidades diversas para montar, desenvolver, aproveitar o espaço.

Maxs afirma que o YouTube colabora muito para desenvolver a comunidade e o diálogo acerca do game.

IMG-20170313-WA0003

Criatividade e tecnologia lado a lado

No Cartoon Network, os criativos e os programadores trabalham em conjunto. A CEO do canal afirmou que “todos os dias mais de 90 milhões acessam a plataforma da marca e isso nos traz uma responsabilidade: a de que estamos trabalhando da maneira certa, combinando criatividade e tecnologia para motivar mais pessoas a livrarem-se de preconceitos e limitações do tipo: “não gosto de matemática””.

A programação é muito vista como uma ocupação, um emprego demandado. Mas a perspectiva é mais ampla: “programadores são pessoas que se expressam com uma linguagem, que contam histórias e com suas habilidades podem ajudar pessoas a pensar e fazer coisas boas”, comentou Resnick. Mimi Ito diz que um programador é alguém disposto a criar formas novas de comunicação e também de criar ferramentas de expressão e realização.

Miller diz que as crianças estão cada vez mais interessadas em se expressarem. O Cartoon Network quer ser uma plataforma de autoexpressão, assim como o Scratch e o Minecraft. O engajamento on-line acontece justamente quando as crianças criam conex?es com aquilo de que gostam muito. O Scratch é novamente um exemplo disso. Por meio da plataforma, as crianças aprendem a combinar códigos e inspiração para brincar de maneiras inusitadas. A comunidade, que é aberta, acaba motivando crianças a compartilhar conteúdos e projetos, justamente tendo o código como o elemento de colaboração.

IMG-20170313-WA0004

E a relação entre a educação formal e o desenvolvimento de programação? Até que ponto essa ligação é saudável. Christina Miller é enfática: “criatividade e tecnologia andam juntas e são parte integrante da educação formalmente”. Perssons diz que o Minecraft faz parte de muitos programas educativos nas escolas e permite identificar tipos de colaboração e de aprendizado capazes de motivarem crianças de formas inovadoras. Resnick diz que é normal que as escolas adaptem-se para essas possibilidades de modo mais lento. Mas a adoção de plataformas on-line pode ser sim extremamente instrutiva e eficiente para a educação das crianças e a formação de profissionais mais inovadoras.

Sem dúvida que a combinação da criatividade e da tecnologia digital tem uma jornada excepcional pela frente. O próprio conceito de criatividade está mudando, incorporando a natural capacidade criativa do ser humano com uma nova linguagem e forma de expressão. Dessa forma, talvez estejamos às portas de um mundo melhor, onde a arte, a criatividade e a inovação trabalham juntas para fazer nossa vida melhor.

Jacques Meir é Diretor Executivo de Conhecimento, Conteúdo e Comunicação do Grupo Padrão 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]