Pesquisar
Close this search box.
/
/
Cinco dicas para que o WhatsApp funcione como você quer

Cinco dicas para que o WhatsApp funcione como você quer

Muito além de ler, responder e odiar aos que visualizam e não respondem, aprenda a usar o app como você precisa

Cerca de 30 bilhões de mensagens são trocadas pelo WhatsApp todos os dias. Por que não tornar isso tudo mais prático, seguro e privado? Se você quer aproveitar melhor as ferramentas que o WhatsApp oferece, há algumas modificações que você pode fazer na seção de configurações do aplicativo.

Os passos para mudar as configurações variam um pouco dependendo do telefone e do sistema operativo utilizado (Android, iOS ou BlackBerry OS, por exemplo), mas o conceito no programa é o mesmo.

1. Afaste os curiosos

O WhatsApp está configurado de maneira que, dentro de qualquer bate-papo, seja possível ver quando foi a última vez que a pessoa com quem se está falando usou o aplicativo (informação simbolizada pela expressão “visto às”). Mas se você prefere ter mais privacidade e não quer que as pessoas vejam quando você viu uma mensagem, pode modificar suas configurações (settings, em inglês) na seção “conta” (account).

Em seguida, escolha “privacidade” (privacy) e selecione a opção “visto pela última vez” (last seen) e escolha entre as seguintes opções: “todos”, “meus contatos” e “ninguém”. Mas é preciso saber duas coisas. A primeira é que se você não permitir que as outras pessoas saibam quando você viu um chat específico, você também não poderá saber quando seus contatos o fizeram.

Leia mais: Por que não dá para suspender o WhatsApp no Brasil?

A segunda coisa a ser feita é considerar que “visto pela última vez” é diferente de estar conectado (online, em inglês) naquele momento. Estar conectado não quer dizer necessariamente que a pessoa viu as mensagens que você enviou. Nessa seção, você também pode impedir que todas as pessoas possam ver a foto de seu perfil e suas atualizações de status. E se alguém o está incomodando, é nessa seção que você pode bloqueá-lo.

2. Mais uma maneira de restringir a curiosidade alheia

Também relacionado à privacidade está a possibilidade de não receber as notificações das mensagens que chegam quando isso acontece.

Mesmo se o celular estiver bloqueado, com essa função de WhatsApp qualquer pessoa que possa ver a tela do celular pode ler as primeiras palavras da mensagem que acaba de chegar. Se você não gosta disso, é possível desativar a função. Mas de que forma?

Vá a “configurações”, selecione “notificações” (notifications) e desative a função que mostra o início da mensagem (show preview, em inglês). Quando tiver feito isso, você só poderá ver a notificação de que uma pessoa específica enviou uma mensagem, mas não o que ela diz.

3. Para otimizar a capacidade de armazenamento do telefone

Amy-Mae Elliot também fala de outra das configurações predeterminadas do WhatsApp que guarda de maneira automática, e sem que você não faça absolutamente nada, todas as imagens e os vídeos que você recebe pelo aplicativo na seção de fotos do seu celular.

Isso ocupa uma grande quantidade de memória no celular. Para liberar espaço de armazenamento, você pode modificar essa função. Para fazer isso, é preciso entrar no menu de configurações e selecionar as “ajustes de conversa” (chat settings).

Quando chegar lá, é só “desligar” o botão que permite que o programa guarde os arquivos que você recebe (save incoming media).

4. Proteção

O WhatsApp oferece a possibilidade de guardar automaticamente todas as suas conversas. Então você pode ficar despreocupado caso ocorra um acidente e elas sejam apagadas do aplicativo. Novamente, nas configurações, vá nos ajustes de conversa e escolha o “backup de conversas” (chat backup). Em seguida, escolha “auto backup”, que permite armazenar todas as conversas na nuvem. Você também pode escolher a frequência com a qual isso deve acontecer. Pode ser diária, semanal ou mensal.

5. Onde você está?

Se você combinou com algum amigo para encontrá-lo em alguma parte da cidade, mas, ao chegar lá, não consegue vê-lo, o aplicativo também pode ajudá-lo a solucionar o problema. Elliot recomenda o uso dessa alternativa. A única coisa necessária é a autorização do usuário para que o programa acesse a informação específica sobre a sua localização.

Uma vez que você fizer isso, o aplicativo envia à pessoa que você escolher um mapa com o endereço exato em que você está nesse momento. A depender do celular que você use, os passos para conseguir isso são levemente diferentes. Por exemplo, no caso de um Android, é preciso apertar o botão de “anexo” (attachment) e, em seguida, “enviar localização”.

Leia mais: WhatSAC: a evolução do atendimento por meios digitais

Mas se se trata de um iPhone, é preciso selecionar a pequena seta para cima que aparece ao lado direito da caixa onde se escreve a mensagem. Ali você encontrará a opção de “compartilhar localização” (share location). Você pode enviar um mapa com o ponto em que está ou pode selecionar alguma das múltiplas opções que o Google Maps oferece.

Por fim, se você quer saber quantas mensagens mandou e quantas recebeu, também pode conferir isso nas configurações na seção “conta”, selecionando a opção “uso da rede” (network usage).

* Via BBC

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]