Pesquisar
Close this search box.
/
/
Você sabia? O seu celular está suscetível a ataques quando está desligado

Você sabia? O seu celular está suscetível a ataques quando está desligado

Estudo mostra que hackers podem se aproveitar do recurso Find My

Quando você desliga um celular, mais especificamente um iPhone, ele não desliga totalmente. Os chips dentro do dispositivo continuam a funcionar em um modo de baixo consumo de energia que possibilita localizar dispositivos perdidos ou roubados usando o recurso Find My ou usar cartões de crédito e chaves do carro depois que a bateria acaba.

Agora, os pesquisadores criaram uma maneira de abusar desse mecanismo sempre ativo para executar malware que permanece ativo mesmo quando um iPhone parece estar desligado.

Acontece que o chip bluetooth do iPhone – que é fundamental para fazer com que recursos como o Find My funcionem – não tem mecanismo para assinar digitalmente ou mesmo criptografar o firmware que ele executa. E a cibersegurança? Como fica?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Como o celular opera e as lacunas para ataques maliciosos

Acadêmicos da Universidade Técnica de Darmstadt, na Alemanha, descobriram como explorar essa falta de proteção para executar firmware malicioso que permite ao invasor rastrear a localização do telefone ou executar novos recursos quando o dispositivo está desligado.

A pesquisa é a primeira – ou pelo menos uma das primeiras – a estudar o risco representado por chips rodando no modo de baixo consumo de energia. Para não ser confundido com o modo de baixo consumo do iOS para conservar a vida útil da bateria, o modo de baixo consumo (LPM) nesta pesquisa permite que os chips responsáveis pela comunicação de campo próximo, banda ultralarga e bluetooth funcionem em um modo especial que pode permanecer ligado por 24 horas após um dispositivo ser desligado.

“A implementação atual do LPM nos iPhones da Apple é opaca e adiciona novas ameaças”, escreveram os pesquisadores em artigo. “Como o suporte ao LPM é baseado no hardware do iPhone, ele não pode ser removido com atualizações do sistema. Assim, tem um efeito duradouro no modelo geral de segurança do iOS. Até onde sabemos, somos os primeiros a analisar os recursos LPM não documentados introduzidos no iOS 15 e descobrir vários problemas”, afirmam.

O design dos recursos do LPM parece ser principalmente impulsionado pela funcionalidade, sem considerar as ameaças fora dos aplicativos pretendidos. O Find My transforma iPhones desligados em dispositivos de rastreamento e a implementação dentro do firmware bluetooth não é protegida contra manipulação.

As descobertas limitaram o valor do mundo real, já que as infecções exigiam um iPhone com jailbreak, o que por si só é uma tarefa difícil, principalmente em um ambiente adverso.

Ainda assim, direcionar o recurso sempre ativo no iOS pode ser útil em cenários de pós-exploração por malware, como o Pegasus, a sofisticada ferramenta de exploração de smartphones do NSO Group, com sede em Israel, que governos em todo o mundo empregam rotineiramente para espionar adversários.

Também pode ser possível infectar os chips caso algum hacker descubra falhas de segurança suscetíveis a explorações remotas semelhantes a esta que funcionaram contra dispositivos Android.

Além de permitir que o malware seja executado enquanto o iPhone está desligado, as explorações direcionadas ao LPM também podem permitir que o malware opere com muito mais discrição, pois o LPM permite que o firmware conserve a energia da bateria.

E, claro, as infecções de firmware já são extremamente difíceis de detectar devido ao conhecimento significativo e aos equipamentos caros necessários para isso.

Conheça o Mundo do CX

Posicionamento da Apple

Os pesquisadores disseram que os engenheiros do celular da Apple revisaram o artigo antes de ser publicado, mas os representantes da empresa nunca forneceram nenhum feedback sobre seu conteúdo. Os representantes da empresa não responderam ao e-mail que solicitava comentários para esta história.

Em última análise, o Find My e outros recursos habilitados pelo LPM ajudam a fornecer segurança adicional, pois permitem que os usuários localizem dispositivos perdidos ou roubados e tranquem ou destranquem as portas do carro mesmo quando as baterias estão descarregadas. Mas a pesquisa expõe uma faca de dois gumes que, até agora, passou despercebida.

“Ataques de hardware e software semelhantes aos descritos provaram ser práticos em um cenário do mundo real,
portanto, os tópicos abordados neste documento são oportunos e práticos”, completa John Loucaides, vice-presidente sênior de estratégia da empresa de segurança de firmware Eclypsium.

“Isso é típico para todos os dispositivos. Os fabricantes estão adicionando recursos o tempo todo e com cada novo recurso vem uma nova superfície de ataque”, finaliza o executivo.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Como está a cibersegurança dos aparelhos de celular?

Smishing: você tem uma nova mensagem (maliciosa)

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]