Pesquisar
Close this search box.
/
/
Uma casinha é responsável por atender milhões de clientes do GPA

Uma casinha é responsável por atender milhões de clientes do GPA

Mesmo com mais de R$ 45 bilhões em vendas, todo o núcleo de atendimento do GPA fica em uma pequena residência, tocada pela executiva Elizabeth Andreoli. Confira a sua entrevista

Imagine o trabalho de atender as demandas de todos os clientes de uma empresa que fatura R$ 45 bilhões por ano. Complicado, para dizer o mínimo. É mais ou menos essa a missão da Casa do Cliente, do Grupo Pão de Açúcar. Cerca de 115 pessoas ficam diariamente à disposição dos consumidores das bandeiras como Pão de Açúcar, Extra e Assaí para entender demandas e reclamações.
Por trás de toda essa estrutura está a executiva Elizabeth Andreoli, gerente de relacionamento com o cliente da empresa e também a principal gestora da Casa do Cliente. Trata-se de uma casa na rua de trás da sede do GPA, localizada na Avenida Brigadeiro Luis Antônio.


Casa do Cliente – créd: Divulgação

Na entrevista a seguir, Elizabeth conta como é possível atender a um volume de trabalho tão grande e as suas percepções sobre o futuro do atendimento. Para ela, mesmo com a crise, o preço não está sendo mais o principal fator da compra de um cliente. A experiência está ganhando cada vez mais espaço no carrinho do consumidor.

NOVAREJO– O que a Casa do Cliente tem mudado dentro do GPA?

Elizabeth Andreoli – A Casa do Cliente representa a voz do consumidor dentro da corporação. Ela agrega valor à empresa e tem dois papéis fundamentais no GPA. Um deles é o de resolução dos problemas. Tudo o que chega aqui, resolvemos – sempre com bom senso e imparcialidade. Temos que ser justos com o cliente e com a empresa. Para qualquer tipo de manifestação, temos especialistas do primeiro ao último nível para resolvê-la. Aqui também é uma área consultiva e preventiva. Somos envolvidos em todos os passos da empresa. Desde campanha até folhetos de descontos até os aplicativos. Nós fazemos todo o atendimento e levamos o feedback do cliente e recomendamos ajustes para todos os setores.

NV– Mas qual o papel dessa área?

EA – Trazemos a visão do cliente. Temos um papel de nos relacionar com todos, incluindo setores da empresa e órgãos de defesa do consumidor, por exemplo. Numa reunião sobre as vendas referentes à Black Friday, por exemplo, trazemos a visão do cliente para ajudar numa campanha bem escrita e pensada para o consumidor. Em alguns momentos, o marketing pode deixar passar uma mensagem pouco clara por não estar no dia a dia com os clientes. Podemos definir a área como a cereja do bolo, que pega o que é bom e traz de maneira mais clara.

NV – Quantas pessoas trabalham na Casa do Cliente?

EA – Temos 35 pessoas aqui e umas 80 diretamente nos fornecedores. O primeiro nível de reclamação costuma ficar nos próprios fornecedores e os mais complexos vêm para cá. E dá para dar conta. Muitas vezes, a reclamação consegue ser solucionada na loja. O que queremos, na verdade, é que a Casa do Cliente nunca seja acionada, só para elogios (risos). A loja tem que ser autossuficiente.

NV – Mas e como funciona a relação de vocês com as lojas?

EA – Fazemos diversos treinamentos e estamos muito ligados a tudo o que acontece dentro das lojas e de todas as áreas da empresa. Fazemos um trabalho preventivo. Temos um papel de parceria com todas as áreas e uma grande independência ao mesmo tempo. Até mesmo para dizer não, quando o cliente não tem razão.

NV – O cliente, então, nem sempre tem razão?

EA – Os clientes estão mais preparados e informados quais são os seus direitos e deveres. Às vezes, não é porque não tem direito, que não fazemos. De repente, é algo tão importante para ele e tão pequeno para nós, que preferimos o bom senso. Mas sempre deixamos claro quando ele tem direito a algo ou não.

NV – Qual vai ser o futuro de atendimento, na sua opinião?

EA – O consumidor tem demandado muito das empresas porque ele tem cada vez mais acesso a informação. Isso é bom para nós, pois faz com que melhoremos o serviço. É algo que as empresas vão ter que correr atrás. Quem estiver no prejuízo vai precisar correr rápido. Um exemplo: vendemos a mesma margarina que todos os outros lugares. Mas por que um cliente paga mais em um varejista do que no outro? Porque esse, provavelmente, tem um serviço de maior qualidade. E a área de relacionamento com o cliente vai ter que estar cada vez mais conectada para entender o que o esse consumidor quer. A tecnologia é parte importante nisso. Se você não fizer direito, o seu concorrente vai fazer.

NV – O preço, na sua opinião, continua sendo o principal fator diferencial na hora de uma compra?

EA – Mesmo com a crise, percebemos que o serviço também é importantíssimo. Na participação com o preço, acredito que está pesando mais. O cliente gosta de se relacionar com a empresa, de indicar algo para um amigo. Isso encanta ele e faz a diferença.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]