Pesquisar
Close this search box.
/
/
Venda de ingressos para shows têm virado uma selva

Venda de ingressos para shows têm virado uma selva

Ingressos que esgotam em minutos e são revendidos a preços 10 vezes mais caros: venda de ingressos online para shows tem virado uma selva

Não é novidade que a internet revolucionou a maneira de consumirmos música. Tudo é mais rápido, imediato e rotativo. Também afetou o “fora das telas”, pois a maneira de vivermos a experiência dos shows ao vivo mudou completamente. E começa na compra express de ingressos de shows: exige programação online, porque quase voam.

Em 2009, por exemplo, um show do Paul McCartney vendeu 600 ingressos por segundo – e esgotou-se em 7 segundos. Os anos seguintes viram um aumento expressivo desse fenômeno – hoje, a maioria dos shows internacionais no Brasil esgota em minutos ou poucas horas, para revolta dos fãs. O último caso foi o de Taylor Swift, cujos ingressos terminaram rapidamente nesta segunda, 12.

Leia mais:
App “traduz” confusão de rótulos de alimentos

Aos fãs que não conseguiram ingressos, valem as vias alternativas – e potencialmente ilegais – como cambistas e trocas. Existem diversas maneiras apontadas para a compra do ingresso pelos cambistas. Não faltaram nas redes sociais registros de fãs da cantora americana acampados na fila para comprar ingressos, e acusações de que muitas pessoas foram pagas para serem intermediárias de revendedores, e estas usariam de violência para garantir prioridade de compra.

Depois de comprarem os ingressos, os cambistas teriam duas opções: a primeira, revenderem sozinhos e diretamente para fãs, muitas vezes no mesmo local da compra. A segunda opção é mais sinistra, e deduz que esses cambistas na verdade fazem parte de um “esquema” das produtoras de show, que vendem os ingressos propositalmente para cambistas para estes revenderem em preços exorbitantes.

Se antes os “camelôs” de ingresso eram pessoas de casacos e boné cochichando na porta dos espetáculos, hoje são sites paralelos e alternativos revendendo ingressos por preços exorbitantes, mesmo se comprados por meio dos canais oficiais. O maior problema, no entanto, é que as produtoras são apontadas como facilitadoras da compra por cambistas, estes que revendem as entradas por preços até 10 vezes maior que o original.

Assine a nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

A deputada Erika Hilton (PSOL-SP) acredita no esquema ilegal para venda de ingressos. Em fevereiro deste ano, ela abriu um ofício no Ministério Público para a ”investigação de esquema ilegal de vendas de ingresso”. Na época, ela investigava o show de RBD, outro evento cujos ingressos acabaram rapidamente e foram vendidos minutos depois em sites de cambistas. Ela fez um pedido para ampliar o escopo de investigação e incluir os eventos relacionados à Taylor Swift.

“Há relatos de cambismo, casos de violência envolvendo cambistas e até suspeitas de serviços digitais voltados à “furar filas” virtuais pra compra de ingressos,” escreveu a deputada. Também houve relatos nas redes sociais de agressões físicas nas imediações da bilheteria.

Conheça o Mundo do CX

Procon está de olho na dinâmica de venda de ingressos

O Procon-SP enviou um comunicado à imprensa informando já ter notificado a Time For Fun, empresa responsável pela venda de ingressos para os shows da TaylorSwift no Brasil. O Procon reivindicaque a empresa explique o que aconteceu e adote as medidas necessárias para resolver os problemas apontados.

A maior crítica é à falta de organização da venda de ingressos. Nos pontos físicos e digitais há pessoas “furando fila” para obter entradas, além de um fornecimento sem ordem de serviços.

Leia mais:
Empresas não respeitam LGPD ao usar o WhatsApp

Caso haja provas de que houve alterações mal-intencionadas na ordem de compra de ingressos ou desvios de compradores, as empresas responsáveis pela produção dos eventos citados podem responder por agir contra o Código de Defesa do Consumidor (CDC), que poderá atuar em busca da harmonização dos interesses dos participantes das relações de consumo e compatibilização da proteção do consumidor com a necessidade de desenvolvimento econômico e tecnológico.

O que se pretende investigar é se a venda de ingressos está sendo realizada de acordo com a “boa-fé e equilíbrio nas relações entre consumidores e fornecedores” e a “ coibição e repressão eficientes de todos os abusos praticados no mercado de consumo, inclusive a concorrência desleal (…) que possam causar prejuízos aos consumidores”, como explica o CDC.

Procurada pela Consumidor Moderno, a Time For Fun preferiu não se pronunciar.



+ NOTÍCIAS
Quais são os limites que caracterizam venda casada?
Número de brasileiro com plano de saúde bate recorde em 2023

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]