Pesquisar
Close this search box.
/
/
73% dos brasileiros estão mais exigentes com limpeza da casa desde o início da pandemia

73% dos brasileiros estão mais exigentes com limpeza da casa desde o início da pandemia

Pesquisa revela também que 40% da população passou a fazer uma limpeza da casa mais pesada duas vezes na semana, destacando a relevância da higiene do lar.

Os últimos dois anos vieram acompanhados de grandes transformações no cenário do Brasil e do mundo e, com isso, as pessoas foram obrigadas a repensarem suas rotinas e formas de lidar com a limpeza da casa.

Desde então, a importância da higiene e limpeza do lar ficou ainda mais clara para todos: 73% dos entrevistados passaram a optar por uma limpeza mais pesada e com maior frequência frente ao que tinham antes da pandemia. É o que aponta a pesquisa Hábitos de limpeza do brasileiro: antes e durante a pandemia, desenvolvida pela Kimberly-Clark, por meio de sua marca Scott Duramax, em parceria com a consultoria Grimpa.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Limpeza da casa é traço cultural

Com o levantamento, que entrevistou 1.013 pessoas no país, o estudo buscou compreender as percepções e motivações dos indivíduos em relação aos hábitos de limpeza, entendendo também seu comportamento ao realizar essa tarefa.

A pesquisa vem no momento em que a importância da higiene da casa ganhou ainda mais espaço, reforçando como essa tarefa é essencial para a manutenção e higienização do lar. Antes da pandemia, a preocupação com o cuidado da casa já fazia parte da rotina das pessoas, sendo a higiene considerada até mesmo sendo um traço cultural da população, mas após esse momento, passando mais tempo em casa, a necessidade em fortalecer essa tarefa ganhou uma dimensão muito maior para 40% dos brasileiros, que passaram a realizar limpeza pesada duas vezes na semana.

Se por um lado 73% dos brasileiros fazem questão de uma limpeza mais detalhada, por outro, 70% esperam que a tecnologia em produtos e equipamentos facilitem cada vez mais nas tarefas de casa. Além disso, mais de um terço dos brasileiros compraram efetivamente algum tipo de utensílio durante a pandemia. Esses resultados expõem o desejo de uma população que busca manter a casa sempre limpa, mas sem deixar de lado a praticidade.

A economia de tempo também ganhou destaque para 45% dos brasileiros que buscam por rapidez ao adquirirem equipamentos que facilitam o processo de limpeza. “Essa pesquisa nos mostra como a população está enxergando e lidando com a higienização dos lares atualmente, em consequência de uma mudança na própria relação com a casa, e deixa mais do que claro que essas transformações vieram para ficar. Com novas necessidades, como ter um escritório em casa, e passando mais tempo dentro dela, as pessoas intensificaram certos cuidados que antes, talvez, não eram tão evidenciados’’, comenta Bruno Sparapani, gerente-executivo de marketing da Kimberly-Clark.

Além do aumento citado acima, houve um expressivo crescimento do uso de produtos complementares que garantem superfícies livres de vírus e bactérias, revelando uma população mais aberta para itens que somam à limpeza, podendo ser usados de maneira casada.

Conheça o Mundo do CX

Indústria brasileira acompanha crescimento dos cuidados de limpeza com a casa

Se o brasileiro está mais empenhado com a limpeza da casa, o consumo de produtos para tal tarefa acompanhou essa prática, revelando um novo hábito de consumo.

Uma pesquisa da Euromonitor International revelou que o Brasil subiu uma posição no ranking global de consumo de produtos de limpeza em 2021, que atingiu um total de US$ 176, 269 bilhões, assumindo o quinto lugar, com total de vendas de mais de US$ 6 bilhões.

O crescimento de 8,4% foi o melhor desempenho do top 5 de países, no qual a Índia, que ocupava a quarta posição em 2020, deixou de figurar.

Os Estados Unidos, que detêm a liderança, são seguidos pela China, Japão e Alemanha. A previsão da Euromonitor é que em 2026 as vendas mundiais de produtos de limpeza atinjam US$ 193,218 bilhões, com elevação de 9,6% no período de 5 anos.

De acordo com a ABIPLA – Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional, o setor de saneantes fechou 2022 com um crescimento de cerca de 2%, o que significa um novo recorde nos níveis de produção no país – o setor atingiu sua máxima histórica em 2019 e manteve a estabilidade em 2020 e 2021.

“Parte desse crescimento se deve ao constante fluxo de lançamentos e ao fato de a sociedade ter se conscientizado sobre a importância do uso de saneantes como ferramenta de saúde pública”, analisa o diretor-executivo da ABIPLA, Paulo Engler. A estabilidade mantida pelo setor durante o período mais crítico da pandemia permitiu que a indústria de produtos de limpeza continuasse a gerar postos de trabalho. Hoje, são mais de 92 mil empregos diretos gerados e saldo positivo no CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados nos últimos anos.

“Além da geração de vagas, é importante destacar a possibilidade de ascensão profissional que o setor possibilita. É uma indústria muito desenvolvida, com oportunidades em todos os níveis de trabalho”, diz, lembrando que, em 2021, o número de empregos do setor cresceu 2,6%.


+ Notícias

 

Quer fidelizar o consumidor em 2023? A humanização é a palavra da vez

Em um mundo ditado por dados, intuição faz diferença

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]